quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Luzes se apagaram repentinamente, diz sobrevivente de acidente


Folhapress


Um breve relato de uma das sobreviventes do acidente aéreo que matou 71 pessoas do voo que levava a Chapecoense à Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana aponta para uma falha no sistema elétrico da aeronave instantes antes da queda. Segundo, pilotos ouvidos pela Folha, a pane é compatível com a tese de falta de combustível e desligamento dos motores.

O governador de Antioquia (departamento cuja capital é Medellín), Luis Pérez, contou a imprensa colombiana que conversou com a auxiliar de voo Ximena Suárez no hospital. "O pouco que ela falou foi que luzes começaram a se apagar repentinamente e que 40 ou 50 segundos depois sentiu a pancada. Ela se lembra até aí."

A tese da falta de combustível foi reforçada por um depoimento de um piloto -não identificado- divulgado por emissoras de TV colombianas e que circulou por redes sociais no país na noite desta terça (29). Pela versão divulgada, esse piloto comandava um outro avião no momento da queda.
Ele relata que, a pedido da torre de controle do aeroporto internacional José María Córdova, no município de Rio Negro (vizinho a Medellín), onde pousaria o avião brasileiro, retardou o pouso de sua aeronave porque havia problemas em outras duas.

Uma era a da delegação brasileira e a outra, como informou associação de aviadores civis da Colômbia, um Airbus da Viva Colômbia que havia declarado emergência em seu voo e solicitado à torre a prioridade para descer no aeroporto.

No depoimento, o homem não identificado afirma que a aeronave brasileira informara ao controle aéreo que precisava pousar logo porque tinha pouco combustível.

Michel Teló dedica canção inédita às vítimas do acidente da Chapecoense


G1  Foto:Divulgação


Michel Teló compartilhou, através de vídeo com gravação de música inédita, a dor pelo acidente aéreo que vitimou, na Colômbia, jogadores de futebol do time Chapecoense e jornalistas esportivos, na madrugada desta terça-feira, 29 de novembro de 2016.

Na página oficial do cantor no Facebook, Teló divulgou a canção que compusera dias atrás, em parceria com o irmão Teófilo Teló, e a dedicou às vítimas da tragédia. Tristonha e levada no toque da viola, a canção de sentimento sertanejo fala de sonhos, planos e da efemeridade da vida. Eis a letra da bonita música que se afina com a dor que toma conta do Brasil pela tragédia:

"Sonhos /
Planos /
O que seremos /
Se viveremos /
O tempo que vem depois /
Caminhos, desejos /
Estradas, conquistas /
O tempo que vem depois /
Sonhos /
Planos /
 -
Vida vivida /
Como uma nuvem que passa no céu /
E quando viu já se foi /
Olhares, amores, abraços e flores, /
E quando viu já se foi /
Vida vivida /
-
Tempo /
Agora /
Suspiro profundo, um entardecer /
E Deus tocando viola /
Sonhos e planos /
Vida vivida /
E Deus tocando viola /

Tempo /
Agora /
Sonhos /
Viola /

O que seremos /
Se viveremos /
O tempo que vem depois... "

Reservas em hotéis de Fátima já estão esgotadas para centenário da aparição



Agência Brasil


A rede hoteleira da cidade portuguesa de Fátima está com lotação esgotada para os dias de 12 e 13 de maio do ano que vem, quando haverá grande comemoração do Centenário da Apariçãode Nossa Senhora no santuário local. Em setembro deste ano, após o papa Francisco confirmar presença no evento, diversas cidades próximas a Fátima também tiveram suas reservas esgotadas.

Com as reservas esgotadas nos hotéis de Fátima, muitos fiéis tiveram que procurar quartos a dezenas de quilômetros do santuário. Numa pesquisa feita no último fim de semana em um site de reservas, apenas um quarto ainda estava disponível em Fátima durante o centenário. O preço nesse hotel, um estabelecimento de quatro estrelas, é 1.692 euros para passar a noite das comemorações.

Além desse hotel, o estabelecimento mais próximo a Fátima com vagas disponíveis fica a 22 quilômetros (km) de distância e também tinha apenas um quarto vago. O preço da estadia durante o evento sai por 530 euros.

Cidades próximas ao santuário da Cova da Iria, onde Nossa Senhora teria sido vista, como Cabaços (a 33 km de Fátima), Marinha Grande (a 25 km), Carregueira (a 31 km) e Nazaré (a 35 km) também já estão lotadas, com pouquíssimas opções de alojamento, a preços altos.

De acordo com informações da Associação Empresarial Ourém/Fátima (Aciso), os hotéis da cidade têm sua capacidade esgotada todos os anos durante as comemorações da aparição. No ano que vem, para o centenário, certamente o volume de fiéis a visitar o santuário será maior, mas os hotéis das cidades vizinhas é que devem sentir o impacto do aumento no fluxo de peregrinos que se deslocam a pé até Fátima, para passar a noite no local, em oração.

Aparição de Nossa Senhora

As comemorações do centenário de Fátima remetem ao ano de 1917, quando três pequenos pastores – os irmãos Francisco e Jacinta e Lúcia, prima dos dois – afirmaram ver Nossa Senhora na Cova da Iria, a 2,5 quilômetros da cidade.

Segundo relatos da época, naquele ano Nossa Senhora teria aparecido várias vezes para as três crianças, entre maio e outubro. No dia 13 de outubro, uma multidão teria presenciado o chamado Milagre do Sol quando, repentinamente, uma chuva que caía cessou e as roupas das pessoas secaram instantaneamente.

A fama da cidade como ponto de peregrinação transformou o local em um dos destinos mais procurados de Portugal, atraindo milhares de peregrinos e visitantes todos os anos.

Câmara torna crime caixa 2, muda pacote anticorrupção e aprova punição a juiz


G1


Após mais de sete horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu na madrugada desta quarta-feira (30) a votação do pacote que reúne um conjunto de medidas de combate à corrupção. O texto segue agora para o Senado.

Ao longo da madrugada, os deputados aprovaram diversas modificações ao texto que saiu da comissão especial e incluíram temas polêmicos, como a punição de juízes e membros do Ministério Público por abuso de autoridade. Os deputados também rejeitaram a proposta que previa que os acordos de leniência (espécie de delação premiada em que empresas reconhecem crimes em troca de redução de punição) fossem celebrados pelo Ministério Público.

Outro trecho retirado tornava crime o enriquecimento ilícito de funcionários públicos e previa o confisco dos bens relacionados ao crime. A criminalização do caixa dois (doação de campanha não declarada à Justiça Eleitoral) foi aprovada sem qualquer tipo de anistia para eleições anteriores. Pelo texto aprovado, a prática passa a ser condenada com pena de dois a cinco anos de prisão e multa.

O caixa dois praticado em eleições passadas continuará sendo enquadrado na legislação eleitoral de hoje. Em tese, quem tiver recebido dinheiro eleitoral ilegal pode responder por crimes como falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Texto original

O texto original do pacote anticorrupção tinha dez medidas e foi apresentado pelo Ministério Público Federal com o apoio de mais de 2 milhões de assinaturas de cidadãos.

Na comissão especial que analisou o tema, porém, uma parte delas foi desmembrada e outras, incorporadas no parecer do relator Onyx Lorenzoni (DEM-RS). As discussões foram acompanhadas pelo Ministério Público, que deu o seu aval ao texto construído. No entanto, no plenário da Câmara, diversos itens acabaram sendo retirados do parecer e, das dez medidas originais, apenas quatro passaram, sendo que parcialmente.

Segundo o relator, acabaram ficando as medidas de transparência a serem adotadas por tribunais, a criminalização do caixa dois, o agravamento de penas para corrupção e a limitação do uso de recursos com o fim de atrasar processos.

Bastante criticado, Lorenzoni chegou a ser vaiado em alguns momentos da sessão quando fazia a defesa de pontos do seu parecer. Um dos itens mais caros ao relator que ficaram de fora previa a criação da figura do “reportante do bem” para incentivar o cidadão a denunciar crimes de corrupção em qualquer órgão, público ou não. Como estímulo, o texto dele prevê o pagamento de recompensa em dinheiro para quem fizesse isso.

Também foram derrubadas as mudanças para dificultar a ocorrência da prescrição de penas, que é quando o processo não pode seguir adiante porque a Justiça não conseguiu conclui-lo em tempo hábil.

Com o objetivo de recuperar o lucro do crime, o texto previa o chamado “confisco alargado”, em casos como o de crime organizado e corrupção para que o criminoso não tivesse mais acesso ao produto do crime para que não continuasse a delinquir e também para que não usufruísse do produto do crime. Esta proposta, porém, foi rejeitada.

Outro ponto que não passou foi o que permitia a realização de acordos entre defesa e acusação no caso de crimes menos graves, com uma definição de pena a ser homologada pela Justiça. O objetivo era tentar simplificar os processos.

O plenário rejeitou pontos do relatório que previam a responsabilização dos partidos políticos e a suspensão do registro da legenda por crime grave.

Após a sessão, o deputado Onyx Lorenzoni lamentou o resultado e disse que os parlamentares agiram movidos "por sede de vingança" contra o Ministério Público e o Judiciário. Para ele, houve uma "desconfiguração completa do relatório".

"O parecer não era meu, era da sociedade brasileira que tinha depositado as suas esperanças na Câmara dos Deputados. Lamentavelmente, o que a gente viu aqui foi uma desconfiguração completa do relatório, ficando de pé, objetivamente, apenas as medidas de estatísticas e a criminalização do caixa dois. E trouxeram essa famigerada situação de ameaça, de cala-boca, de agressão ao trabalho dos investigadores brasileiros. Creio que a Câmara perdeu a chance de prestar um serviço ao Brasil. E, movidos por uma sede de vingança contra o MP e contra o Judiciário, acho que começaram uma crise institucional que deve se agravr nos próximos meses", disse Lorenzoni.

Na saída do plenário, ao ser questionado por jornalistas sobre a votação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), limitou-se a dizer que a votação foi o "resultado democrático do plenário".

Veja abaixo alguns dos pontos do pacote aprovado pela Câmara:

- Responsabilização dos partidos políticos e tipificação do caixa dois eleitoral
Os candidatos que receberem ou usarem doações que não tiverem sido declaradas à Justiça eleitoral irão responder pelo crime de caixa dois, com pena de dois a cinco anos de prisão. O texto prevê multas para os partidos políticos.

- Prevenção à corrupção, transparência
Os tribunais terão que divulgar informações sobre o tempo de tramitação de processos com o propósito de agilizar os procedimentos.

- Aumento das penas e inserção de tipos na Lei de Crimes Hediondos
Eleva a pena para diversos crimes, incluindo estelionato, corrupção passiva e corrupção ativa. Esses delitos serão considerados hediondos quando a vantagem ou prejuízo para a administração pública for igual ou superior a dez mil salários mínimos vigentes à época do fato.

- Ações populares
Reforça as regras para a apresentação de ações populares, que já está prevista na legislação brasileira. O texto especifica que, se a ação for julgada procedente, o autor da ação terá direito a retribuição de 10% a 20% a ser paga pelo réu.

- Recursos
Estabelece regras para limitar o uso de recursos com o fim de atrasar processos.

Pressão de baixa no mercado do boi gordo





O movimento que predomina no mercado do boi gordo é de baixa, cenário contrário ao que era esperado nesse período do ano.

No início do segundo semestre as margens de comercialização, abaixo da média histórica, eram o principal fator que segurava as altas. Agora, mesmo com a recuperação das margens, o lento escoamento da carne bovina ainda é um fator limitante, mesmo diante da baixa oferta de boiadas terminadas.

Em São Paulo, são dois os cenários encontrados. Os frigoríficos maiores, que possuem grande quantidade de boiadas a termo e estão com escalas mais alongadas, oferecem preços até R$4,00/@ abaixo da referência. Já os frigoríficos menores, com escalas curtas, oferecem até R$1,00/@ acima da referência.

Com a atual oferta equilibrada com a demanda, não existe pressão para pagamentos maiores. No mercado atacadista de carne com osso os preços estão estáveis. O boi casado de animais castrados está cotado em R$9,63/kg.

Arcpelago: debut que reúne diversas vertentes do rock progressivo



“Simbiose“, o primeiro registro da promissora banda nacional de rock progressivo Arcpelago lançado este ano, já está disponível no catálogo da Masque Records. O alto nível técnico dos experientes músicos e das composições fazem deste registro um dos principais lançamentos do estilo em 2016 no Brasil.

Formada pelo tecladista e vocalista Ronaldo Rodrigues (ex-Massahara, ex-Módulo 1000, atual Caravela Escarlate e O Terço lado B), radicado no Rio de Janeiro, a banda tem inspiração no rock progressivo, com muitas referências à estética sonora da década de 1970, buscando cruzar a energia do rock com pretensões mais eruditas, agregando referências do jazz, blues, música folk e étnica, em um contexto de experimentação e diálogos entre o acústico e o elétrico/eletrônico.

O mentor do Arcpelago, Ronaldo Rodrigues, conta que a banda nasceu do desejo de montar um grupo que pudesse abraçar diversas vertentes da música progressiva. Partindo da mesma premissa que grupos clássicos do estilo, o Arcpelago ainda privilegia arranjos fortes que favorecem a presença de todos os instrumentos, a sonoridade analógica e composições autorais intensas e exploratórias.

Com o ingresso de Jorge Carvalho (baixo), Eduardo Marcolino (guitarra, ex-Anxtron) e Renato Navega (bateria), iniciaram em 2014 a consolidação do repertório para deste álbum, “Simbiose” e seguidas das primeiras – e elogiadas – apresentações em público. O line up atual do grupo conta também com o jovem guitarrista Diogo Albano Aratanha.

Com seis faixas, “Simbiose” foi gravado ao longo do ano de 2015 e lançado este ano de forma independente. “Busca expressar uma musicalidade ampla e eclética, suportando letras que vagueiam entre o concreto e o abstrato, da crítica à contemplação, do natural ao transcendental“, contextualiza Rodrigues.

Prefeitura promove Férias na Biblioteca em dezembro



Fundac  


A Prefeitura de Campo Grande promove  na Biblioteca Pública Municipal "Anna Luiza Prado Bastos" a segunda edição do projeto Férias na Biblioteca.

As atividades coordenadas pela Fundac (Fundação Municipal de Cultura) acontecem de 12 a 16 de dezembro, das 14h às 17h.

As inscrições podem ser realizadas até dia 30 de novembro, conforme disponibilidade de vagas.

A idade mínima para inscrição é 8 anos sendo necessário levar lanche e materiais para as oficinas. Mais informações e inscrições podem ser realizadas pelo telefone 3313-1009.


O  Projeto Férias na Biblioteca busca promover a interação social e cultural durante o período de férias escolares e incentivar o convívio com a leitura, literatura, poesia, música e artes visuais.  As atividades realizadas visam ainda contribuir no desenvolvimento da criatividade, concentração, percepção, observação, imaginação e espontaneidade.

Durante o Férias na Biblioteca as crianças terão a oportunidade trocar ideias, experiências e usar a arte como forma de lazer.  De acordo com os organizadores a proposta do projeto  é  envolver os participantes em um processo coletivo de desenvolvimento cognitivo, além de informar, divertir e educar com atividades lúdicas.

Outro ponto importante da iniciativa é propiciar o convívio com a Biblioteca Municipal, contribuir na formação cultural de crianças a partir da pluralidade de estímulos artísticos e cardápio cultural diversificado como literatura, linguagem plástica e linguagem cênica.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Depois de tragédia, Atlético Nacional abre mão de título e Chape é campeã




O time do Atlético Nacional, da Colômbia, que iria fazer a final da Sul-Americana com a Chapecoense abriu mão do título em favor da Chapecoense, após a tragédia que matou os jogadores do time.
Com o gesto solidário, a Chapecoense se torna oficialmente campeã do torneio sul-americano, seu primeiro título internacional.
Um gesto bonito dos colombianos.

Globo e FOX Sports lamentam morte de funcionários em voo da Chapecoense

UOL

A Fox Sports confirmou na manhã desta terça-feira (29) que seis de seus profissionais, que estavam no avião que levava a delegação da Chapecoense a Medellín para a disputa do jogo de ida da final da Copa Sul-Americana.

Assinada pelo Carlos Martinez, presidente da Fox da América Latina, a mensagem informa que o narrador Deva Pascovicci, os comentaristas Mário Sérgio e Paulo Júlio Clement, o repórter Victorino Chermont, o cameraman Rodrigo Santana e o coordenador de externa Lilácio Júnior viajavam na aeronave que caiu na Colômbia.

O mesmo aconteceu com a Globo. Em nota oficial, a emissora lamentou a perda de dois funcionários no acidente.

"Os nossos repórteres Guilherme Marques e Guilherme Laars e o repórter cinematográfico Ari de Araújo Jr. estavam no voo com o time da Chapecoense. Eles preparavam uma matéria especial para o Esporte Espetacular. Neste momento de dor e expectativa, aguardamos notícias oficiais das autoridades colombianas e prestamos toda a solidariedade às famílias de nossos colaboradores e amigos", falou.

A RBS, afiliada da Globo no sul do país, também divulgou uma nota lamentando a morte de seus funcionários. Cinco membros catarinenses estavam no voo.

"A RBS lamenta informar que os profissionais André Podiacki, Giovane Klein, Bruno Silva, Djalma Araújo Netto e Laion Espíndula estavam no voo que levava a delegação da Chapecoense para a Colômbia. As empresas, em Santa Catarina (Grupo NC) e no Rio Grande do Sul (Grupo RBS), estão oferecendo apoio às famílias neste momento e seguem na busca por informações oficiais sobre a situação dos colaboradores", disse o canal.

De acordo com as informações das autoridades colombianas, 75 dos 81 passageiros e tripulação do avião morreram na tragédia na cidade de La Unión, próxima à Medellín, destino do voo. Um número inicial de 76 mortos havia sido divulgado, porém a contagem reduziu após o zagueiro Neto ser encontrado com vida.

CBF adia final da Copa do Brasil após acidente com avião da Chapecoense


UOL

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) adiou a final da Copa do Brasil após o acidente com o avião da Chapecoense na madrugada desta terça-feira. Grêmio e Atlético-MG se enfrentariam nesta quarta-feira, em Porto Alegre.

"A CBF comunica o adiamento da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, inicialmente prevista para amanhã. Definições a respeito deste jogo serão informadas ao longo do dia", disse a entidade em nota.

O presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, disse por meio das redes sociais que a disputa da segunda final da competição havia perdido o sentido. "Com a tragédia acontecida, não há nenhum sentido na realização do jogo amanhã, diante do Grêmio. Solidariedade e respeito acima de tudo", escreveu.

O Grêmio, em sua conta oficial no Twitter, também se manifestou sobre a tragédia. "Chape, estamos contigo! Manifestamos nossa solidariedade neste momento de tristeza", afirmou o clube gaúcho.

No primeiro jogo da decisão, os gremistas venceram por 3 a 1 no Mineirão, em Belo Horizonte. A CBF não confirmou quando a segunda partida será disputada.

Conmebol cancela final da Sul-Americana após acidente com avião


UOL


A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) cancelou a decisão da Copa Sul-Americana entre Atlético Nacional e Chapecoense, após o acidente com o avião que transportava a delegação da equipe brasileira para Medellín, local do primeiro jogo da final.

A informação foi confirmada à reportagem do UOL Esporte pelo departamento de comunicação da Conmebol.

A entidade emitiu um comunicado ainda na madrugada desta segunda-feira.

"A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que foi notificada pelas autoridades colombianas de que o avião em que viajava a delegação da Chapecoense, do Brasil, sofreu um acidente em sua chegada à Colômbia. Estamos em contato com as autoridades e esperamos notícias oficiais. A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido", escreveu a entidade.

Ainda na mesma nota, a entidade suspendeu todas as atividades até segundo aviso e avisou que o presidente Alejandro Domínguez viajará para Medellín.

Polícia confirma 76 mortos em acidente com o avião da Chapecoense


UOL



A polícia de Medellín confirmou a morte de 76 pessoas no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense na madrugada desta terça-feira, na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia. A informação é do General José Acevedo Ossa, da polícia local, responsável pelo resgate. Não há confirmação sobre quem são as vítimas.

Segundo Ossa, inicialmente somente seis pessoas tinham sobrevivido à tragédia - o número oficial caiu a cinco. Três deles são jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, além dos goleiros Danilo e Follmann. As informações são de hospitais da região e de familiares dos jogadores.

O prefeito de La Ceja, município próximo ao local da tragédia, por sua vez, informou há pouco que o acidente deixou 25 mortos, com cinco sobreviventes confirmados após as primeiras horas de resgate.

"Há cinco pessoas resgatadas e 25 cadáveres identificados em uma zona de acesso muito difícil", afirmou Osorio.

No voo estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove tripulantes. No total, eram 48 membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores, 21 jornalistas e três convidados, além da tripulação.

O modelo do avião é o Avro Regional Jet 85, também conhecido como Jumbolino, de matrícula CP-2933, produzido pela British Aerospace. O avião tem lugar para 95 pessoas, mas segundo as autoridades colombianas, tinha 72 passageiros e 9 tripulantes no momento do acidente.
Alguns atletas da Chapecoense não viajaram com a delegação. A lista inclui os seguintes jogadores: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima. Eles não vinham sendo utilizados pelo treinador Caio Júnior. Entre todo o time, o goleiro Nivaldo é o mais antigo  do elenco e está no grupo desde que a equipe estava na Série D.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também não estava no voo. Ele estava na lista como convidado do clube para a viagem à Colômbia. Mais dois integrantes da lista, Rodrigo Ernesto e Pablo Castro, também não estavam na aeronave. Ambos cuidam da logística do time, chegaram antes e estavam no aeroporto para o receptivo.

Avião da Chapecoense sofre acidente em viagem para a Colômbia

UOL

Foto;Reprodução Twitter


O avião que transportava a delegação da Chapecoense, para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana, desapareceu do radar e sofreu um acidente em Cerro Gordo, nas cercanias da cidade de La Unión. As informações foram confirmadas pelo próprio aeroporto da cidade colombiana.

Quatro ambulâncias se deslocaram para o local, e habitantes também auxiliaram nos primeiros socorros. De acordo com comunicado emitido por volta das 4h30 (de Brasília) pelo Aeroporto José Maria Córdova, seis pessoas foram resgatadas até o momento.

As ambulâncias com os primeiros feridos chegaram ao Hospital San Juan de Dios de La Ceja por volta das 5h (de Brasília). O trabalho de resgate foi suspenso por volta das 6h (de Brasília) por causa das condições meteorológicas adversas, já que chove muita na região.  

O primeiro sobrevivente a ser atendido no hospital foi o lateral esquerdo Alan Ruschel, que chegou consciente ao local e conversando com os funcionários do local. Posteriormente, hospitais da região informaram que os goleiros Danilo e Follmann também estão sendo atendidos e estão entre os sobreviventes.

"Há alguns jogadores que sobreviveram. Machucados, mas sobreviveram. Trabalho agora é de superar as dificuldades do caminho para trazê-los aqui", disse Kaleth Gutierrez, capitão do Corpo de Bombeiros. "São muitos sobreviventes", destacou, em entrevista à Rádio 730.

"Lamentável. estamos acompanhando as equipes de resgate. A informação é que tem sobreviventes, a prioridade é de salvar vidas. Toda solidariedade a todos", disse o prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga.

Os bombeiros do local transportaram 15 feridos até o momento - os encontrados em pior estado e dos quais conseguiram acesso. A região do acidente é isolada, o terreno montanhoso e as péssimas condições do tempo dificultam o trabalho de resgate.

O avião de matrícula CP2933 * transportava 81 pessoas; entre tripulação, jogadores, comissão técnica, diretoria e jornalistas. A delegação brasileira viajava rumo a Medellín, cidade na qual a Chapecoense iniciaria nesta quarta-feira a briga pelo primeiro título continental diante do Atlético Nacional.
A Aerocivil colombiana também se pronunciou sobre o acidente. "Uma aeronave procedente da Bolívia, da empresa Lamia e com matrícula SP2933 RJ 80, se acidentou em Cerro El Gordo (...), com 72 passageiros, da equipe Chapecoense (Brasil), e 9 tripulantes a bordo", emitiu, em nota, a organização.

"Os organismos atendem neste momento a situação e procedem o traslado dos feridos a diferentes centros assistenciais da região. Pessoas da Aeronáutica Civil já instalou um Posto de Mando Unificado no Centro de Operações Aéreas no Aeroporto José Maria Córdová de Rionegro para atender a situação", acrescenta, a nota.

Autoridade local, o Coronel da Aeronáutica Civil colombiana Fredy Bonilla prefere manter a cautela ao falar sobre o assunto. "Não podemos falar em mortes. E há a confiança de que podemos resgatar pessoas com vida."

A diretoria da Chapecoense teve a mesma postura em relação ao acidente. De acordo com o vice-presidente Ivan Tozzo, o clube irá aguardar informações oficiais para se pronunciar.

"Em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalisticas, dando conta de um acidente com a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense, a Associação Chapecoense de Futebol, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota oficial sobre o acidente. Que Deus esteja com nossos atletas, dirigentes, jornalistas e demais convidados que estão junto com a delegação", disse o clube.

O avião da Chapecoense saiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, rumo a Medellín na noite desta segunda-feira. Informações da imprensa colombiana apontam a falta de combustível como motivo para o acidente.

 Follow
 Atlético Nacional ✔ @nacionaloficial
Nacional lamenta profundamente y se solidariza con @chapecoensereal por el accidente ocurrido y espera información de las autoridades.
1:49 AM - 29 Nov 2016
  10,168 10,168 Retweets   8,659 8,659 likes
O Atlético Nacional se pronunciou sobre o acidente ainda na madrugada desta quarta-feira. "Atlético Nacional lamenta profundamente e se solidariza com a Chapecoense pelo acidente ocorrido e espera as informações das autoridades", escreveu o clube na conta oficial do Twitter.

A Conmebol anunciou o cancelamento da final da Copa Sul-Americana, que teria o primeiro jogo disputado nesta quarta-feira.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Marquinhos e equipe de transição se reúnem com prefeito de Salvador

Portal Correio do Estado
O prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD), integrantes da equipe de transição e o ex-senador Antonio João Hugo Rodrigues estão em Salvador (BA). Nesta manhã, o grupo se encontrou com o prefeito da capital Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM).
Segundo Marquinhos, o objetivo do encontro é absorver as experiências do chefe da capital baiana. Além do prefeito ACM Neto, Marquinhos e a equipe se reunirão com secretários municipais da cidade.
Também fazem parte da comissão o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), mesmo partido de ACM, e Pedro Pedrossian Neto, que lidera a equipe de transição de Marquinhos.

Kaká diz que deixa Orlando City em 2017 e não fecha portas à seleção


Do UOL  Foto:Orlando City oficial



Kaká está próximo de fechar mais um ciclo de sua vitoriosa carreira. Nos Estados Unidos desde 2014, o brasileiro admitiu que o próximo ano será seu último no Orlando City e que ainda não tem uma definição sobre seu futuro profissional. O ex-jogador de São Paulo, Milan e Real Madrid ainda fez questão de elogiar o trabalho de Tite e deixou as portas abertas para um possível retorno à seleção.

Quando perguntado sobre o que faria após pendurar as chuteiras, Kaká preferiu deixar o futuro em aberto. "Não sei ainda. Quero ficar no futebol. Esse é meu último no Orlando", disse o brasileiro em entrevista publicada nesta semana pelo canal Desimpedidos no Youtube, projeto no qual ele é um dos sócios desde 2013.

Questionado, então, se poderia voltar ao Brasil, Kaká não cravou uma decisão, mas deixou clara sua preferência pelo São Paulo. "Se eu fosse voltar, seria para o São Paulo. É muito difícil ir para outro clube", completou.

"Tá dahora, mano (de ver a seleção jogar). Estava assistindo ao jogo contra a Argentina, ambiente legal, a galera torcendo, curtindo a seleção de novo", respondeu sobre a nova fase da equipe comandada por Tite.

Sobre um possível retorno ao grupo, Kaká não fechou as portas. "Meu momento é de estar fora, de curtir. Se eu tiver que voltar em algum momento, o Tite achar que precisa e eu estiver bem, preparado para contribuir, vai ser um prazer voltar à seleção", acrescentou.

Erro faz nº de celular funcionar em duas operadoras diferentes




Um erro de empresas de telefonia fez um cliente ter o mesmo número de celular que funcionasse em duas operadoras, Vivo e Claro, as duas maiores empresas do segmento no Brasil. A falha permite que dois celulares diferentes recebam ao mesmo tempo ligações desse número, conforme presenciado pela reportagem do G1. Só que o consumidor, que só queria deixar de ser cliente de uma empresa para passar a ser de outra, agora terá de arcar com duas contas de companhias diferentes mas referentes ao mesmo número.

"Quando alguém liga, às vezes toca no [número da] Vivo, às vezes toca no Claro, às vezes toca nos dois ao mesmo tempo", conta Bruno Ribeiro, bacharel em direito de 29 anos, que mora em Lambari (MG), e é o dono da linha telefônica problemática.

A Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom), que transfere linhas entre operadoras, diz que a portabilidade foi realizada com sucesso. E que é a empresa de onde Ribeiro saiu, no caso a Vivo, que deve desligar o número. A Claro diz não ter identificado irregularidades.

Apesar de não constatar problemas quando foi contatada por Ribeiro, a Vivo reconheceu que o erro foi dela, após ser procurada pelo G1. Afirmou, no entanto, ser uma falha isolada e não sistêmica. Prometeu ainda colocar um ponto final na questão sem "ônus". “Em relação à desativação do serviço, a empresa informa que este é um caso pontual e que está tomando as providências para regularizar a situação no menor prazo possível, sem ônus para o cliente.” Até a publicação deste texto, no entanto, o número ainda estava duplicado.

Número duplicado

Ribeiro conta que o imbróglio começou em 29 de outubro, quando ligou para o call center da Vivo com a intenção de reclamar da falta de cobertura da internet. Após discutir com um atendente, diz ter o plano pós-pago transformado em pré-pago, sem sua anuência. Segundo a Vivo, em resposta à reportagem, “não há registro de migração para um plano pré-pago”.

Insatisfeito com a situação, Ribeiro resolveu migrar o celular para a Claro. Segundo a ABR Telecom, responsável pela portabilidade numérica, a linha passou a fazer parte da rede da operadora às 8h01 de 9 de novembro deste ano.

Dias depois, antes de jogar fora o chip da Vivo antigo, Ribeiro resolveu testá-lo em outro celular. Descobriu que o número, agora integrado como pós-pago à rede da Claro, ainda podia ser usado como se fosse da Vivo. Para piorar, Ribeiro consultou sua situação cadastral junto à Vivo e constatou que voltara a ter uma conta pós-paga da operadora. Ou seja, em dezembro, terá de arcar com duas faturas do mesmo número de celular.

Portabilidade

Ribeiro tentou, sem sucesso, resolver o problema. Foram 23 ligações ao call center da Vivo. “Quando eu ligo na Vivo, recebo os protocolos nos dois celulares”, ri da situação. Depois disso, ainda acionou a Vivo nesta quinta-feira (24) pelo portal do governo federal voltado a conflitos de consumo. A empresa informou que a portabilidade fora concluída e o número já não estava em suas bases.

Não foi isso o que ocorreu com Ribeiro por, pelo menos, 20 dias. Segundo a ABR Telecom, as transferências numéricas são efetivadas em até três dias úteis. A possibilidade de migrar um número telefônico de uma operadora para outra no Brasil completou oito anos em outubro deste ano. Nesse período, foram alvo de portabilidade 33,5 milhões de linhas, das quais 12,41 milhões de telefones fixos e 21,4 milhões de celulares.

Economistas veem corte de 0,25 p.p. na Selic esta semana





O Banco Central não irá mudar o ritmo de afrouxamento monetário nesta semana, de acordo com economistas consultados na pesquisa Focus do BC, que também passou a ver o dólar mais alto este ano, porém uma menor pressão inflacionária.

A reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central desta semana, a última no ano, deve resultar em mais um corte de 0,25 ponto percentual da taxa básica de juros, chegando a 13,75 por cento, de acordo com o levantamento divulgado nesta segunda-feira. Esse é o mesmo resultado esperado em pesquisa da Reuters com especialistas.

A expectativa para o ano que vem permanece sendo de Selic a 10,75 por cento.

O Top-5 do Focus, formado pelas instituições que mais acertam as previsões, também manteve a expectativa de Selic a 13,75 no final de 2016, mas a 11,25 por cento em 2017.

O Focus mostrou ainda que a expectativa para a inflação sofreu redução. A alta do IPCA este ano agora é projetada em 6,72 por cento, 0,08 ponto percentual a menos do que na semana anterior.

O IPCA-15 subiu 0,26 por cento em novembro após alta de 0,19 por cento no mês anterior, mas, embora o resultado tenha mostrado aceleração na comparação mensal, a leitura é a mais baixa para novembro desde 2007 e mostrou recuo dos preços de alimentos.

Em 2017 a inflação deve atingir 4,93 por cento, sem alteração sobre a expectativa anterior, de acordo com o levantamento.

As contas para o dólar em 2016, entretanto, subiram, com os especialistas consultados calculando a moeda norte-americana a 3,35 reais, sobre 3,30 reais antes. Para 2017 a projeção permanece em 3,40 reais.

Para a atividade econômica, os especialistas consultados veem uma contração do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,49 por cento este ano, sobre queda de 3,40 por cento na pesquisa anterior. Em 2017 a atividade deve mostrar uma alta de 0,98 por cento, ante previsão anterior de 1 por cento.

(Por Camila Moreira)

Funsat oferece vagas para analista administrativo, técnico em laboratório e farmacêutico


Foto:PMCG


A Agência de Emprego da Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande) oferece nesta segunda-feira (28) Analista administrativo com ensino médio completo ou cursando administração, engenharia ou áreas afins, experiência em negociações de serviços com informática básica, salário R$ 1.700,00; Farmacêutico com ensino superior em farmácia bioquímica, com prática na função e registro no CRF em dia, salário R$ 2.720; Apontador de obras com ensino médio completo, experiência na função de assistente administrativo de obras, com conhecimento da rotina do trabalho, entrada e saída de materiais, com informática (Excel) e disponibilidade para viagens no interior do MS, salário R$1.338,00.

Também há vagas Técnico em laboratório de análises clínicas com ensino médio completo, experiência e conhecimento prático em coleta de sangue, salário R$ 1.250,00 +20% de insalubridade;

Azulejista com ensino fundamental incompleto, experiência e prática na colocação de revestimentos, cerâmicas, pisos e outros materiais em edificações, salário R$ 1.298,00; Preparador físico com ensino superior em Ed. Física bacharel, experiência e conhecimento em técnica de pilates, com CREF em dia, salário R$ 1.600,00 + incentivos.

Além dessas oportunidades, o trabalhador pode conferir as demais ocupações ofertadas no site: www.capital.ms.gov.br/Funsat, lembrando que as vagas exigem níveis diversos de escolaridade e que podem ser preenchidas a qualquer momento, sem aviso prévio. É imprescindível que o candidato atualize o cadastro a cada 90 dias.

A Agência de empregos realiza os serviços de habilitação ao Seguro – Desemprego, Carteira de Trabalho, microcrédito a pequenos empreendedores e informações sobre qualificação profissional e vagas para Pessoas com Deficiência. Os candidatos podem atualizar o cadastro no Portal Mais Emprego no site: maisemprego. mte. gov.br - Importante ter em mãos os documentos pessoais como RG, CPF, Carteira de Trabalho e PIS.

Serviço:

A Funsat fica localizada na Avenida Eduardo Elias Zahran, n° 1581, Jardim TV Morena - Fone: (67) -33145096 - A entrega de senhas é das 07h às 17h e o atendimento é realizado até as 18h, de segunda a sexta-feira.

Silvio vai mexer na grade de sábado e domingo do SBT





Flávio Ricco
Colunista do UOL*

O SBT prepara um pacote de estreias para 2017, imediatamente após o carnaval, e nessa lista já estão o "Fábrica de Casamentos", de Chris Flores e Carlos Bertolazzi, que até então estava marcado para entrar no começo de janeiro, aos sábados; o novo programa de Celso Portiolli que ocupará a faixa do "Raul Gil" e também o de Otávio Mesquita.

Como sempre, Silvio Santos está por trás de todas essas mudanças, que vão atingir também a programação de domingo da emissora, principalmente a faixa da manhã. Ele está muito descontente com as frequentes derrotas para a Record e tudo pode acontecer.

Apesar de essas alterações na grade estarem programadas para fevereiro, a tensão já é muito grande na Anhanguera entre seus contratados por conta do que ele poderá fazer.

E nada confirmado ainda, mas já tem gente até apostando em alguma coisa com a Patrícia Abravanel por ali, sozinha ou acompanhada de outro apresentador. Apertem os cintos!!!

*Colaboração de José Carlos Nery

Conheça projetos que estão revolucionando o agronegócio paranaense


Agrolink   Foto;Divulgação


Quando o homem resolveu cultivar o próprio alimento em vez de sair por aí procurando – e nem sempre encontrando – comida pelo caminho, ele podia até não saber, mas estava mudando o curso da história. Naquele momento, fomos verdadeiros empreendedores rurais.

É claro que empreender não significa “inventar a roda” todos os dias, basta pensar além. “O que preciso melhorar na propriedade com mais urgência?”, era o questionamento que o universitário Gustavo Freyhardt sempre fazia. Foi a partir daí que o jovem, de apenas 21 anos, conseguiu chegar à final do prêmio Empreendedor Rural, iniciativa do Senar-PR (que integra o sistema FAEP), em parceria com o Sebrae e a Fetaep (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná).
Gustavo vive com os pais em Porto Vitória, que fica próxima a União da Vitória, no sul do Paraná. A família se dedica, principalmente, à pecuária leiteira. Com a pergunta na cabeça, o rapaz fez um diagnóstico completo da área e montou um projeto que, até o começo de 2017, prevê um investimento de aproximadamente R$ 100 mil para melhorar o bem-estar das vacas por meio da tecnologia.

“Conversando com a família, decidimos pelos extratores e medidores eletrônicos, inclusão de um software de gerenciamento e controle do rebanho, instalação de um aquecedor solar e de um sombreamento na sala de espera das vacas antes da ordenha”, explica. Com isso, espera aumentar a eficiência enérgica e de produção, tornando o processo mais ágil e confortável para os animais. “Li muita coisa a respeito: vacas que passam por menos estresse térmico produzem mais. Nossa meta é dois litros a mais/vaca/dia”, completa.

A participação de jovens e mulheres indica um movimento de renovação no agronegócio. A produtora Esiquel Tauscher, por exemplo, de Goioxim, região central do estado: ela e o marido têm um rebanho de 50 vacas leiteiras e, durante uma viagem de capacitação, Esiquel conheceu um sistema chamado “Composto Barn” e não tirou mais isso da cabeça. “O composto é a febre do momento”, diz ela. No sistema, embora confinadas, as vacas ficam livres para andar pelo estábulo. Ou até tirar uma soneca, por que não?! “Elas ficam deitadas de um jeito diferente na cama [de serragem ou casca de amendoim], quase roncando”, brinca.

O fato é que, movidos pela curiosidade e visão de negócio, eles decidiram apostar: vão investir R$ 220 mil para construir o barracão e, a partir do bem-estar dos animais, querem aumentar a produção – hoje em 1,2 mil litros por dia – em até 60%. “O ambiente é mais fresquinho, ganhamos com a saúde dos animais”, frisa a produtora.

Governo quer aumentar controle de defensivos



Agrolink   Foto;Divulgação


O governo estadual pretende, no ano que vem, encaminhar projeto de lei à Assembleia Legislativa de São Paulo para endurecer as medidas de controle dos agrotóxicos utilizados nas lavouras paulistas.


A informação é do secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, que visitou ontem o Comércio. Após deixar o jornal, ele se dirigiu a Barra Bonita para participar da abertura do Movimento Engenharia Unida, evento realizado pela FNE (Federação Nacional dos Engenheiros ).
“Os defensivos precisam ser usados com racionalidade e parcimônia”, diz Jardim. “Temos quantidade de comida suficiente, mas agora iremos atuar na alimentação mais saudável.” Uma das ações em curso é o treinamento de pessoas que aplicam os defensivos.

Para 2017, a pasta irá consolidar o apoio à agricultura familiar, fortalecer institutos ligados à secretaria, diminuir a distância entre o conhecimento dos órgãos técnicos da pasta e a produção e continuar a incentivar as 350 associações e cooperativas beneficiadas pelo Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável Microbacias 2 – Acesso ao Mercado, quatro delas situadas na região de Jaú.

O secretário mencionou também mudança na política nacional em relação ao cancro cítrico e ao greening, que atacam a citricultura. Antes, a legislação exigia a erradicação de plantas doentes e árvores do entorno. Agora, o produtor pode segregar apenas os pés com as doenças.

Segundo Jardim, diante das dificuldades econômicas vividas pelo País, a agropecuária mostrou que pode ser uma alternativa viável. “Na crise mais aguda, o setor agropecuário evitou que a recessão viesse de forma mais dramática”, afirma. “O setor agropecuário tem mais inovação, mais vantagem competitiva e capital para investimentos.”

Agenda: Segurança das fronteiras e prestação de contas dos Poderes em debate



ALMS     Foto:Divulgação




O sistema de segurança de fronteiras e a prestação de contas dos Poderes são os temas das duas audiências públicas agendadas para a semana de 27 de novembro a 3 de dezembro, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Outro destaque é a sessão solene de entrega da Medalha do Mérito Força Expedicionária Brasileira.

A Comissão Permanente de Acompanhamento da Execução Orçamentária, presidida pela deputada Grazielle Machado (PR), irá realizar às 14h30 de segunda-feira (28), no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, a audiência pública de prestação de contas dos poderes Legislativo, Executivo, Judiciário, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública.

O evento é determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Serão apresentados os balanços do 2º e 3º quadrimestre de 2015 e 1º e 2º quadrimestre de 2016.

Terça-feira (29), às 8h, no Plenarinho, a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) estará reunida para apresentar a análise dos aspectos legal e constitucional dos projetos em tramitação na Casa de Leis. Lídio Lopes (PEN), Maurício Picarelli (PSDB), Beto Pereira (PSDB), Renato Câmara (PMDB) e João Grandão (PT) são os membros da comissão.

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa reúne-se quinta-feira (30), às 14h, no Plenarinho. Coordenado pelo deputado Renato Câmara (PMDB), o grupo de trabalho discutirá ações, políticas, programas e estratégias voltadas para a população idosa em Mato Grosso do Sul.

Por proposição do deputado Lidio Lopes (PEN), o Parlamento Estadual realizará às 19h30 de quinta-feira (1/12), no Plenário Júlio Maia, a sessão solene de entrega da Medalha do Mérito Força Expedicionária Brasileira, instituída pela Resolução 10, de 3 de maio de 2005. Mais de 20 pessoas serão agraciadas, entre civis e militares.

Segurança das Fronteiras

O presidente Junior Mochi (PMDB) e o deputado Coronel David (PSC) são os proponentes da audiência pública “Segurança das Fronteiras: Responsabilidade da União”, que ocorrerá das 8h às 18h de sexta-feira (2/12).

Especialistas e profissionais da área irão debater sobre tráfico internacional de drogas, contrabando, facções criminosas em território paraguaio, integração do sistema com as forças de segurança e estrutura de resposta na região de fronteira.

A realidade da fronteira requer uma abordagem diferente, por isso a necessidade de desenvolver uma estratégia que leve em conta todas as dimensões das regiões que fazem limites com o Paraguai e Bolívia. Ao final do evento, será elaborada uma Carta de Intenções que será encaminhada para autoridades competentes.

domingo, 27 de novembro de 2016

Palmeiras repete 1993 e quebra jejum no Brasileiro de meias brancas

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)  






O Palmeiras quebrou um jejum de 22 anos sem conquistar o título brasileiro na tarde deste domingo. A exemplo do que fez no histórico Campeonato Paulista 1993, o time entrou em campo com meias brancas no triunfo por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Palestra Itália.

A tradição de usar meiões brancos em jogos importantes começou em 12 de junho de 1993. Na ocasião, por orientação do médium Roberio de Ogum, time dirigido por Vanderlei Luxemburgo vestiu meias brancas ao invés da tradicionais verdes e quebrou um jejum de 16 anos sem títulos ao bater o Corinthians por 4 a 0 na final do Paulista.

“Previ que o Corinthians teria três jogadores expulsos naquela decisão, então a gente também corria esse risco. Por isso, usamos as meias brancas com a finalidade de trazer muita paz e tranquilidade ao time. Já a camisa, listrada em verde e branco, proporcionava a energia de Oxóssi”, disse Roberio à Gazeta Esportiva no último mês de junho.

Desde o sucesso das meias brancas no Campeonato Paulista 1993, a Sociedade Esportiva Palmeiras incorporou o costume. Nas 10 finalíssimas ou partidas decisivas jogadas com meias brancas, sofreu apenas uma derrota (diante do Corinthians, no Paulista 1995). Nos 13 jogos por títulos com meias verdes, venceu seis.

Com Luxemburgo, o Palmeiras usou meias brancas para ganhar o Paulista (1993, 1994 e 2008), o Brasileiro (1993 e 1994) e o Rio-São Paulo (1993). Assim como na Copa do Brasil 1998, com Luiz Felipe Scolari, e na Copa do Brasil 2015, com Marcelo Oliveira. Neste domingo, para ganhar o Brasileiro 2016, o time de Cuca usou o mesmo traje.


O clube empregou a estratégia não apenas em clássicos e decisões de campeonato. Na semifinal da Copa do Brasil 2015, por exemplo, a equipe utilizou meias brancas para vencer o Fluminense nos pênaltis. Na 14ª rodada do Campeonato Paulista 2016, já com Cuca, ganhou por 1 a 0 do Corinthians com o mesmo traje.

Edson Celulari está curado do câncer



TV.Foco    Foto:Divulgação


Uma notícia especial e que deixa muita gente: o ator Edson Celulari está curado do câncer. A notícia foi dada pelo próprio ator em conversa para o jornalista Alcelmo Gois, do jornal “O Globo”.

“Estou eufórico. É a alegria da página virada. Quando terminei de fazer as sessões de quimioterapia, descobri que, por precaução, teria de me submeter a mais doze sessões de radioterapia. Terminei quinta passada. Agora, sinto uma sensação de alívio, uma vontade de comemorar, de agradecer a todos, de fazer uma festa. Mas todas as pessoas não caberiam no Maracanã”, vibrou o ator transparecendo emoção.

“Acho que há um momento que você fica numa escuridão. Você sabe que tem uma coisa grave, mas não sabe exatamente o que é. É o momento mais difícil de qualquer doença. Quando você sabe o diagnóstico e se aproxima da medicina moderna, vê a quantidade de recursos, conhece outras pessoas que têm a doença. Tudo isso te dá forças”, revelou sobre seu espírito positivo.

Para quem não sabe, Edson Celulari  anunciou seu diagnóstico de linfoma não-hogdkin em junho deste ano. Edson recebeu a boa notícia de sua médica – a mesma que tratou Reynaldo Gianecchini.

“Voltei a dar importância ao que eu já não prestava mais atenção. Trabalhei a generosidade, a humildade e voltei meu olhar para as coisas verdadeiramente importantes. Eu ainda estou muito emocionado com a novidade. Recebi muito carinho e amor de todas as pessoas. Minha intimidade foi recheada de amor. Recebi recados, bilhetes, telefonemas”, agradeceu o artista.

“Ganhei uma imagem de Nossa Senhora das Graças e, de vez em quando, eu olhava para ela e me enchia de fé. Sou um homem de fé. Tudo que veio para mim como uma manifestação de energia boa, eu recebi de braços abertos”, declarou ele.

Temer, Maia e Renan anunciam durante coletiva que não haverá anistia ao caixa 2

Foto: EVARISTO SA / AFP / Agencia RBS


Folha Press

Apesar de sempre negarem que houvesse uma tentativa de anistiar políticos que cometeram crime de caixa dois eleitoral, o presidente da República, Michel Temer, e os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciaram neste domingo (27) um "ajustamento institucional" para impedir a tramitação de qualquer tentativa neste sentido.
"Temos feito, o Executivo e o Legislativo, um ajustamento institucional com vistas a se, for possível, impedir a tramitação de qualquer proposta que vise a chamada anistia", afirmou Michel Temer. "Acordamos que não há a menor condição de levar adiante essa proposta."
A Folha já havia antecipado no sábado (26) que o objetivo da entrevista coletiva convocada de última hora era anunciar que a proposta de anistia não seria mais levada adiante.
Na pior crise de seu governo, Temer tenta reverter a agenda negativa resultante da crise econômica e da crise política, que se instalou sobre o Palácio do Planalto desde que o ex-ministro da Cultura denunciou que o então ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, teria atuado na esfera governamental para garantir interesses pessoais em Salvador, sua base eleitoral.
"No tocante à anistia, há uma unanimidade dos dirigentes do Poder Executivo e do Legislativo. Mas, ao mesmo tempo, verificamos que era preciso atender o que chamamos de 'a voz das ruas', que é a reprodução de um dispositivo constitucional que o poder não é nosso, mas do povo. Então, o povo se manifesta, a urgência há de ser tomada pelo poder Legislativo e, igualmente, pelo Poder Executivo", disse o presidente da República.
Nos últimos dias, Rodrigo Maia comandou uma série de reuniões com líderes de praticamente todos os partidos para tratar do assunto. Eles tentariam aprovar a anistia apresentando uma emenda em plenário. Já havia articulação, inclusive, para que o texto fosse levado imediatamente ao Senado, onde seria votado sem demora.
Deputados e senadores correram contra o tempo para que as alterações na lei fossem aprovadas antes que a delação premiada de executivos da Odebrecht fizesse as primeiras vítimas no Congresso.

Morre no Rio o cantor Roberto Correa, do grupo Golden Boys


Folha Press    Foto Divulgação

O cantor e compositor Roberto Correa, 76, do grupo Golden Boys, morreu por volta das 18h deste sábado (26) na sua casa no bairro do Méier, no Rio. A notícia da morte foi divulgada no site oficial e na rede social do grupo, mas a causa não foi divulgada.

O filho do cantor, Beto Filho, postou em uma rede social que o pai morreu "de forma branda como um suspiro feito um passarinho, nosso querido foi levando todo amor da família e dos inúmeros amigos que colecionou durante sua vida."

O velório será às 13h30 e o enterro às 15h30 deste domingo (27) no cemitério Jardim da Saudade, no bairro Sulacap, no Rio.

O grupo era formado pelos irmãos Roberto, Ronaldo e Renato Correa e pelo amigo de escola Valdir Anunciação, que era chamado de primo.

O quarteto vocal, formado em 1958 e que se inspirava em grupos americanos, fez parte do movimento da Jovem Guarda. Os cantores permaneceram juntos por quase 40 anos até o afastamento e morte de Anunciação, em 2004.

O grupo retornou um tempo depois apenas com os irmãos Correa. Em 2015, eles se apresentaram com os outros quatro irmãos, também cantores, no espetáculo "Goldherança", no Sesc Vila Mariana, em São Paulo.

Rosberg fica atrás de Hamilton em Abu Dhabi, mas conquista 1º título na F-1


Julianne Cerasoli
Do UOL, em Abu Dhab               Foto:REUTERS/Ahmed Jadallah


Com direito a uma ultrapassagem arrojada para cima de Max Verstappen, Nico Rosberg confirmou o favoritismo e conquistou seu primeiro título na Fórmula 1. O alemão foi segundo colocado, atrás do rival Lewis Hamilton, que venceu as últimas quatro provas mas, ainda assim, ficou a cinco pontos do rival.

Verstappen, que rodou na primeira volta e perdeu muitas posições, novamente foi um dos nomes da prova, apesar de ser ultrapassado por Sebastian Vettel no final, que completou o pódio em Abu Dhabi. O piloto holandês terminou no quarto lugar.

Em sua corrida de despedida, Felipe Massa fez uma boa prova e foi o nono colocado, enquanto outro piloto que fazia seu último GP, Jenson Button, abandonou.

Os carros da Mercedes tiveram uma largada limpa, mas as Red Bull, que optaram por começar a prova com os supermacios, ficaram vulneráveis e Kimi Raikkonen passou Daniel Ricciardo para ser terceiro. Mais atrás, Verstappen se tocou com Hulkenberg, rodou e caiu para o fim do pelotão. Felipe Massa ganhou uma posição e terminou a primeira volta em nono. Felipe Nasr ganhou cinco posições e foi para o 14º posto.

As Williams tiveram uma intensa briga, com Massa sendo ultrapassado por Bottas e dando o troco logo depois. O finlandês, contudo, abandonou poucas voltas depois com problemas técnicos.

Os primeiros a parar nos boxes foram Hamilton e Raikkonen, na volta 7. Todos os ponteiros foram parando e Verstappen, que seguiu na pista, acabou ficando na frente de Rosberg. Hamilton viu a oportunidade de deixar o companheiro em situação difícil e diminuiu o ritmo. O alemão, portanto, tinha que ultrapassar Verstappen na pista e o fez de forma bastante agressiva depois de ficar várias voltas atrás do holandês.

Logo depois, o piloto da Red Bull foi para os boxes para o que seria sua única parada. Assim, Rosberg tinha que abrir vantagem suficiente na pista, uma vez que ainda faria uma segunda parada, a exemplo de Hamilton.

Com o bom ritmo, as Mercedes conseguiram abrir o suficiente, fizeram a segunda parada mas, na parte final da prova, Rosberg passou a ter um ritmo mais forte que Hamilton e se aproximou perigosamente.

Mais atrás, a Red Bull antecipou a parada de Ricciardo e fez o australiano ganhar a posição de Raikkonen. Já Vettel, com uma estratégia diferente e voando na parte final da prova, ultrapassou Ricciardo e Verstappen nas voltas finais e ficou com o terceiro lugar.

Após as brigas iniciais, Massa teve uma corrida solitária nas últimas posições da zona de pontuação, lutando com Fernando Alonso, que adotou uma tática diferente.

Com a confirmação do título, Rosberg se tornou o segundo campeão do mundo filho também de um detentor de título: seu pai, Keke Rosberg, foi o campeão de 1982.

Feira do Empreendedor Mirim acontece na quarta-feira em Campo Grande






O Instituto Mirim de Campo Grande realiza na próxima quarta-feira (30) a 4º Feira do Empreendedor Mirim que irá expor os trabalhos produzidos pelos mirins nas oficinas de empreendedorismo.

A Feira com o tema “O Empreendedorismo Tecnológico” terá a exposição de empresas e produtos desenvolvidos por mais de 450 adolescentes, com foco na tecnologia.

A abertura acontece às 14h na Unidade Centro do Instituto Mirim.

Nas oficinas, os mirins receberam noções de empreendedorismo para transformar uma ideia em negócio de sucesso. A quarta edição da feira foi pensada para envolver alunos e professores em um trabalho interdisciplinar, ou seja, reuniu todos os professores e habilidades desenvolvidas ao longo do ano em atividades. Serão premiados os três melhores trabalhos.


Os adolescentes prepararam 18 trabalhos, sendo um projeto por turma. Quem visitar a Feira vai encontrar projeto criativos , entre eles aplicativos, máquina de absorvente, mesa de pinball, porta treco carregador, entre outros. “São produtos inovadores, feitos a partir de lixo eletrônico entre outros materiais, que vão surpreender a todos”, avalia Liliam. Para essa tarefa, os mirins contaram com o apoio dos professores, mas com liberdade total para expor a sua criatividade e inovar.

Disco novo do Molejão tem arrocha e pagode ostentação

UOL

Na última sexta-feira (25), o grupo Molejo, ou Molejão para os mais íntimos, disponibilizou na internet o "Molejo Club", primeiro disco da banda em seis anos.

Com 15 faixas inéditas, o álbum é bem-humorado, alto-astral e mantém o DNA "zoeiro" do grupo, um dos mais bem-sucedidos entre os pagodeiros dos anos 90.

"Fofoca é Lixo", a atual música de trabalho, pode ser considerada um desabafo e exalta aqueles que só querem curtir a vida. "Deixa eu beber porque minhas contas estão em dia/Eu não admito covardia/Larga do meu pé chega para lá/Vai se ferrar", diz o refrão.


A irreverência do grupo, sintetizada pela voz do vocalista Anderson Leonardo, aparece ainda em faixas como "Meu Sonho" e "Desculpe por tudo".

Na primeira, Leonardo confessa que sonhou que era gay, corno, broxa e mentiroso. Já na segunda, o pagodeiro abusa do duplo sentido e se desculpa com a mulher amada. "Desculpe por tudo/ Eu sei que fui grosso e te machuquei por dentro/Você é tão justa e eu cabeçudo", diz a letra.

Mostrando que o Molejo está em sintonia com a realidade musical brasileira, "Desculpe por tudo" aparece em duas versões, uma em pagode tradicional e outra em arrocha, ritmo que lançou grandes nomes da cena recente como Pablo e Wesley Safadão.

O disco traz ainda a canção "Incendiou", cuja letra fala de balada, bebida e camarote, claramente inspirada no movimento ostentação propagado na música pelo funk e pelo sertanejo.

As mulheres e os relacionamentos amorosos também aparecem bastante em "Molejo Club". "Um Não Quer Dois Não Briga", composição de Xande de Pilares, fala sobre um amor superado. Enquanto "Mulher Bipolar" faz uma crítica "às mulheres de lua", que vivem mudando de opinião.

Maradona lamenta morte de Fidel Castro, seu "segundo pai"

Reuters  Foto:Divulgação

Diego Maradona, o histórico craque do futebol argentino, lamentou neste sábado a morte do líder cubano Fidel Castro, com quem manteve uma grande amizade quando viveu em Havana e considerado por ele como seu "segundo pai".

Fidel morreu na sexta-feira, aos 90 anos, marcando fim de uma era para a América Latina e para o mundo.

"Ligaram para mim de Buenos Aires (sobre a notícia da morte de Fidel) e foi muito chocante. Tive um choro terrível porque ele foi como meu segundo pai", afirmou Maradona a jornalistas em Zagreb, capital da Croácia, onde assiste às finais da Copa Davis.

Fidel e Maradona se conheceram em 1987, um ano depois que a Argentina venceu a Copa do Mundo no México, e a amizade se consolidou nas décadas seguintes. Maradona, inclusive, entrevistou Fidel para um programa de televisão que apresentava na Argentina.

Maradona, que tatuou a imagem de Fidel na panturrilha esquerda, viveu quatro anos em Cuba no início da década dos anos 2000, quando buscava tratamento para vício em drogas.

O craque argentino lembrou neste sábado que durante sua estada em Cuba, Fidel costumava chamá-lo por telefone na madrugada para conversar sobre política, esportes e até para apoiá-lo e dar-lhe confiança para largar o vício.

"É a lembrança mais bonita que me resta", disse Maradona à televisão argentina. Ele afirmou que depois da final da Copa Davis entre Argentina e Croácia neste final de semana vai viajar para Havana para assistir às homenagens a Fidel.

Japão planeja construir supercomputador para retomar ponta em tecnologia



Reuters Foto:Divulgação


O Japão planeja construir o supercomputador mais rápido do mundo, em uma aposta para municiar as fabricantes do país com uma plataforma para pesquisa que pode ajudá-las a desenvolver e melhorar os carros autônomos, robótica e diagnósticos médicos.

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria investirá o equivalente a 173 milhões de dólares no projeto, que não havia sido divulgado antes, mostrou o orçamento, como parte de uma política do governo para retomar a posição do Japão no mundo da tecnologia. O país perdeu a dianteira em muitas áreas em meio à intensificação competição com a Coreia do Sul e a China, lar da máquina com melhor performance do mundo atualmente.

Em um movimento que deve colocar o Japão no topo dos supercomputadores, os engenheiros devem construir uma máquina que pode fazer 130 quadrilhões de cálculos por segundo - ou 130 petaflops em linguagem científica - no início do ano que vem, disseram à Reuters fontes envolvidas no projeto.

Nesta velocidade, o computador japonês estaria a frente do chinês Sunway Taihulight, que tem capacidade de 93 petaflops.

"Até onde sabemos, não há nada que seja tão rápido", disse o diretor geral do Instituo Nacional de Ciências Industriais Avançadas e Tecnologia do Japão, Satoshi Sekiguchi. O computador será construído no instituto.

O esforço para retornar à vanguarda acontece num momento de crescente nostalgia do auge da destreza tecnológica do Japão, que diminuiu desde que a China o superou como a segunda maior economia do mundo.

(Por Kentaro Hamada)

Bélgica quer que Unesco transforme suas cervejas em patrimônio cultural


Reuters    Foto;Divulgação


Das Ales marrons e das Pilsners douradas até as misturas fortes que monges trapistas produzem em monastérios, a cerveja belga faz sucesso em todo o mundo.

Agora, a Bélgica está pedindo à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para acrescentar sua cultura de fabricação e consumo de cerveja a uma lista de tradições dignas de serem preservadas, argumentando que a prática fomenta uma identidade unificada em um país que tem três línguas oficiais.

A Bélgica abriga quase 200 cervejarias, que produzem 1.500 cervejas diferentes, segundo a associação comercial Belgian Brewers, que preparou a solicitação. Há pratos típicos que também incluem cerveja e a nação tem cerca de 30 museus sobre a bebida.

Submetida à Unesco pela região belga falante de alemão, a solicitação diz que a fabricação de cerveja melhora o bem-estar do povo belga por estimular a economia, divulgar produtos locais e fortalecer os laços sociais.

A história e a variedade ampla de fermentações disponíveis fazem a indústria da cerveja belga se destacar de outras tradições cervejeiras do mundo, afirma a solicitação.

O comitê de "herança intangível" da Unesco se reúne na semana que vem em Addis Abeba e irá determinar se a cultura de cerveja da Bélgica e 36 outras práticas, como a yoga indiana e os teatros de boneco tcheco e eslovaco, deveriam entrar na lista.

Ela se juntaria a manifestações como o flamenco espanhol e o festival de barcos de dragões da China e às duas adições do ano passado, o café arábica e a cultura de gaita de foles da Eslováquia.

A cerveja belga tem uma boa chance desde que um órgão de aconselhamento recomendou sua inclusão. A Bélgica já tem 12 itens na lista, como a pesca de camarão de arrastão com cavalos e o carnaval da cidade de Aalst.

Neste ano há cinco concorrentes. A inclusão na lista confere ao Estado a obrigação de salvaguardar a tradição, e em alguns casos os países podem pedir ajuda financeira para fazê-lo. A Unesco também tem uma compilação separada de heranças que precisam de salvaguarda urgente.

Governo autoriza leilões para apoiar comercialização de trigo


Foto:Divulgação



O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) negociou a aplicação de até R$ 150 milhões para atender as operações de leilões de Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural) e Pep (Prêmio para Escoamento do Produto) para apoiar a comercialização de trigo da safra 2016/2017. O preço praticado no mercado está abaixo do preço mínimo.

Portaria interministerial autorizando a realização dos leilões foi assinada pelos ministros da Agricultura,  Blairo Maggi, da Fazenda, Henrique Meirelles, e do  Planejamento, Dyogo de Oliveira.

De acordo com a Secretaria de Política Agrícola do Mapa, o objetivo dos leilões é garantir o preço mínimo ao produtor, neste momento em que o mercado está com cotações abaixo do preço mínimo, de R$ 644,17/t ou R$ 38,65/saca para o trigo pão tipo 1.

Os leilões de Pepro e Pep, no total de 215 mil toneladas do cereal, serão realizados pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) no próximo dia 2 de dezembro (sexta-feira). Os estados do Rio Grande do Sul e do Paraná ofertarão 100 mil toneladas cada um e Santa Catarina entrará com 15 mil toneladas do grão.

Do Pepro, poderão participar produtores rurais e cooperativas. Eles deverão comprovar a venda do produto para receber a subvenção do governo federal. Podem participar do Pep agentes econômicos – moinhos, comerciantes, indústrias de beneficiamento e indústrias de ração – que se dispõem a adquirir o produto pelo preço mínimo.

O valor do prêmio será divulgado até dois dias antes dos leilões.

sábado, 26 de novembro de 2016

Após dois anos, um terço do peso do travesseiro é formado por ácaros


Galileo---Foto:Divulgação


Estima-se que existam pelo menos 1,5 milhão de ácaros vivendo na sua cama neste momento. As criaturas vivem na poeira e são responsáveis por causar a alergia de muita gente. Tosses, espirros e coceira na garganta são alguns dos sintomas que podem ser despertados nesse processo.

Quem é alérgico tem que ter o dobro de cuidado com a higienização de objetos que têm mais chances de acumular ácaros. Travesseiros, colchões e cobertores são alguns deles. Para se ter uma ideia, após dois anos de uso, seu travesseiro fica mais pesado. Isso porque os ácaros se proliferam ali e, como aponta o alergista Clóvis Galvão em entrevista ao Bem Estar, compõem um terço do peso do objeto.

Entre os dois anos da troca de travesseiros, o especialista sugere que a lavagem deles seja feita a seco, já que a umidade é um ambiente favorável para a proliferação dos organismos. Para quem tem alergia, o mais recomendado é utilizar travesseiros de látex ou espuma, ou pelo menos usar capas protetoras antiácaro.

Professor goiano cria projeto de dicas para o Enem por aplicativo



MEC            Foto:Divulgação



“Você recebeu uma nova dica para o Enem!” Essa é a mensagem que frequentemente chega a 1,4 mil estudantes do ensino médio de todo o país que participam de grupo de estudos criado a partir da troca de mensagens pelo aplicativo whatsapp. O projeto SuperNova, que atende alunos das redes pública e particular, surgiu de uma iniciativa do professor de matemática Paulo Murilo, de Goiânia, Goiás, para apoiar estudantes na preparação com vistas ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Sem nenhum custo, estudantes podem tirar dúvidas e trocar informações sobre diferentes conteúdos.

“Como eu trabalho com o ensino médio, 100% dos alunos são trabalhados para fazer a prova do Enem”, diz o professor. Ao elaborar projeto de pequenos grupos no whatsapp para tentar solucionar dúvidas dos alunos, ele se deparou com um desafio: será que funcionaria?

“Hoje, tenho o auxílio de 12 professores, de diversas áreas”, diz. “Trabalho voluntário, cada grupo para um professor. Então, temos grupos de física, de química, de biologia, de geografia, de história.”

Alguns grupos contam com a participação de até 256 alunos. A experiência, de acordo com o professor, tem sido tão positiva que, nesses dois anos de trabalho, foi possível expandir e alcançar também as redes sociais. “Uma postagem, hoje, por exemplo, atinge cerca de 5 mil pessoas de modo muito fácil. Os alunos vão descobrindo”, destaca. “Temos alunos de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, muitos do Nordeste, do Acre, do Sul. Tem gente do Brasil inteiro.” O projeto está aberto a quem tiver interesse em participar, garante Paulo Murilo.

Parceria — Para manter o interesse sobre os mais diversos conteúdos, a abordagem muda conforme as matérias. O professor garante que toda informação é bem-vinda. “Enviamos videoaulas, videodicas de como trabalhar determinado conteúdo, estatísticas das provas, como administrar melhor o tempo”, explica.

Atento à demanda e às necessidades dos alunos, o professor busca parceiros que o auxiliem, tanto na compreensão do conteúdo quanto em questões práticas que igualmente possam influenciar na hora da prova. “Temos uma parceria com uma psicóloga aqui da cidade, que fez um pequeno vídeo, disponível para os alunos, sobre como se comportar na véspera da prova, o que comer etc.”, afirma Paulo Murilo. “Então, há uma série de preocupações com relação os alunos que estão cadastrados no projeto.”

Algumas regras, como esclarece o professor, são importantes para o bom andamento do trabalho de cada grupo. “Nada de piadas, de conteúdo inadequado, nada de bom dia, nada de boa noite, nada disso”, diz. “Aqui é simplesmente enviar a dúvida, de forma bem específica. O professor vai tentar resolver ou dar um caminho para que o aluno seja capaz de resolver o problema sozinho.”


Paulo Murilo aposta naquilo que permite a tecnologia, e de maneira rápida, a fim de facilitar o acesso dos estudantes. O próximo passo será a criação de um aplicativo para celular que amplie ainda mais o acesso aos estudantes que pretendem fazer o Enem. “Estamos tentando, cada vez mais, usar o celular como instrumento para potencializar o estudo”, diz. “Isso não vai substituir professor, não vai substituir o livro. É apenas mais um mecanismo para auxiliar os alunos. Nosso desafio maior, agora, é criar outro aplicativo.”

Os estudantes interessados em participar podem enviar o pedido pela página do SuperNova na internet e para o número do whatsapp nela divulgado. O projeto também está no facebook e no instagram. Basta buscar projeto SuperNova.

Caboclinhos são reconhecidos como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil





Os caboclinhos, expressão da cultura popular de tradição centenária sobretudo em Pernambuco, foram reconhecidos como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) nesta quinta-feira (24).

Cultura presente também no Rio Grande do Norte, na Paraíba, em Alagoas e Minas Gerais, os caboclinhos são classificados pelos brincantes como uma homenagem aos primeiros habitantes do território que veio a se chamar Brasil.

Os grupos – alguns com mais de 100 anos e ainda ativos – apresentam-se nas ruas, principalmente no carnaval, vestidos com penas e pedrarias, em uma releitura carnavalesca dos trajes indígenas tradicionais, e dançam com agilidade os diferentes toques que representam temas de rituais da população indígena.

“Tem o toque de guerra, que é a preparação para o combate; o de perré, para pedir a chuva; o de baião, que é mais festivo, usada para comemorar qualquer coisa que a tribo quisesse; e o toré, que tem um aspecto religioso”, ensina o presidente do Clube Carnavalesco Tribo Indígena Tupã, do Recife, e secretário da Associação Carnavalesca dos Caboclinhos e Índios de Pernambuco (Accipe), Amauri Rodrigues de Amorim.

Como o nome indica, a reverência ao caboclo (tanto o brasileiro filho de índio e branco como a entidade presente na umbanda, por exemplo) está presente na brincadeira, assim como o culto à Jurema, árvore nativa do Norte e do Nordeste do Brasil considerada sagrada e base de um chá usado em rituais. A brincadeira também tem referência na colonização do território brasileiro.

Os instrumentos musicais são outra singularidade da expressão cultural, sendo o caracaxá e a preaca (adereço/instrumento musical, em forma de arco e flecha), por exemplo, exclusivos dos caboclinhos.

A dança, cujo movimento básico se denomina “manobra”, é executada pelos participantes, que se apresentam, geralmente, em duas filas, cada um deles portando uma preaca, também denominado brecha ou flecha.

Parada LGBT leva cores do arco-íris para o Centro de Campo Grande



Correio do Estado       Foto:Paulo Ribas

Acontece desde a manhã deste sábado, no Centro de Campo Grande, ações que fazem parte da 15ª edição da Parada da Cidadania LGBT. Depois de atividades sociais e educativas, participantes do evento percorrem as ruas da Capital com objetivo de diminuir o racismo, machismo e a "LGBTfobia".

Segundo a programação da ATMS (Associação das Travestis e Transexuais do Estado), às 16h30 houve a saída dos trios ao som de músicos. A concentração começou às 14 horas, na Praça Ary Coelho.

A festa no Centro termina às 22 horas com Show da Diversidade outra parte da comemoração vai para a boate SIS.

APOIO

Os recursos para a parada foram liberados a partir da fonte de despesa do fomento à cultura e o convênio foi firmado com a ATMS.

A associação que organiza o ato precisa fazer prestação de contas do uso do dinheiro público e apresentar na fundação entre 1º e 30 de janeiro de 2017.

“Muito mais do que festa, o encontro serve para dar visibilidade ao movimento, garantindo nosso respeito como cidadãos”, explicou Cris Stefany, uma das idealizadoras da parada e coordenadora de Políticas Públicas LGBT na Prefeitura de Campo Grande.