terça-feira, 28 de março de 2017

Concurso ALMS: Aprovados são convocados para entrevista e avaliação









A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) convoca os aprovados no 1º Concurso Público de Provas e Títulos para o Provimento de Cargos da Casa de Leis à entrevista relativa aos programas de reserva de vaga e à avaliação multiprofissional dos candidatos com deficiência. Os editais 11 e 12/2017 foram publicados no Diário Oficial da ALMS desta terça-feira (28). Os candidatos habilitados no concurso e inscritos aos programas de reservas de vagas devem fazer a verificação da condição declarada, conforme o Decreto 13.141/2011.

Será considerado negro ou indígena o candidato que assim se declarou no momento da inscrição e que receba parecer conclusivo favorável a essa declaração, por comissão especial designada pela ALMS. "Chegamos a mais uma etapa importante do processo. Esta avaliação dos candidatos de cotas raciais é uma exigência legal. A verificação é feita obrigatoriamente com a presença do candidato. A medida garante, acima de tudo, a transparência e a efetiva redução das desigualdades", explicou o 1º secretário da Casa de Leis, Zé Teixeira (DEM).

Conforme previsto no Edital 11/2017, a comissão para entrevista pessoal dos candidatos que se autodeclararam negros será composta por três membros, sendo um representante da ALMS, um do Fórum Permanente das Entidades do Movimento Negro em MS e um do Conselho Estadual dos Direitos do Negro. "A organizadora do concurso, a Fundação Carlos Chagas, está cumprindo rigorosamente os prazos previstos no edital. Estamos concluindo as últimas etapas do certame e vamos homologar o resultado em breve. Estamos satisfeitos porque a avaliação até agora é de completo sucesso", reiterou Zé Teixeira. A entrevista dos candidatos que se autodeclararam negros será realizada dias 10 e 11 de abril de 2017, no Centro de Saúde da ALMS, na Rua Boipeva, 184, Carandá Bosque, em Campo Grande. A confirmação da data e horário de cada entrevista será divulgada oportunamente por edital específico.

No caso dos candidatos que optaram pelo programa de reserva de vagas destinado aos indígenas, a Comissão Especial será formada por três membros, sendo: dois representantes da Casa de Leis e um da Fundação Nacional do Índio (Funai). O grupo analisará a autodeclaração encaminhada no ato da inscrição e irá confrontá-la com a Cédula Oficial de Identidade expedida pela Secretaria de Segurança Pública, com Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) expedido pela Funai, ou Certidão de Nascimento constando a etnia indígena. A entrevista dos candidatos que se autodeclararam indígenas será realizada dia 11 de abril de 2017, também no Centro de Saúde da ALMS, em horário a ser divulgado oportunamente por meio de edital específico. Será admitido recurso do resultado provisório das entrevistas, que deverá ser interposto no prazo de dois dias úteis após a divulgação do resultado, tendo como termo inicial o primeiro dia útil subsequente à data do referido evento. Os recursos deverão ser interpostos por meio do site da Fundação Carlos Chagas. Para acessá-lo clique aqui.

Pessoas com deficiência

O Edital 12/2017 convoca à avaliação os candidatos habilitados no concurso e inscritos às vagas reservadas às pessoas com deficiência, que será realizada dia 12 de abril de 2017, no Centro de Saúde da ALMS, por equipe prevista no Artigo 43 do Decreto Federal 3298/1999 e suas alterações. A confirmação da data e horário de cada entrevista será divulgada oportunamente por edital específico. Os candidatos deverão apresentar Laudo Médico (original ou cópia autenticada) expedido no prazo de até 12 meses anteriores à referida avaliação, atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença (CID), a provável causa da deficiência, contendo a assinatura e o carimbo do número do Conselho Regional de Medicina (CRM) do médico responsável por sua emissão. Também precisa apresentar os exames necessários para comprovação da deficiência declarada.

Será eliminado da lista de candidatos com deficiência aquele que não comparecer à avaliação ou cuja deficiência assinalada no Formulário de Inscrição não for constatada na forma da Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência da Organização das Nações Unidas (Decreto Legislativo 186/2008 e Decreto 6.949/2009) e demais normas legais. Recursos deverão ser interpostos no prazo de dois dias úteis após a divulgação do resultado, a partir do primeiro dia útil subsequente à data do referido evento, diretamente no site da Fundação Carlos Chagas.

Doria responde Ciro: ‘devia se preocupar com sua saúde mental’

                                         Foto:Reprodução Facebook

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o prefeito ainda alfinetou o ex-governador, relembrando caso polêmico da última campanha presidencial do cearense



O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), respondeu às críticas que tem sofrido por parte do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), pré-candidato à Presidência da República. Em entrevistas recentes, Ciro chamou Doria de “farsante” e insinuou que as empresas do grupo do prefeito utilizaram dinheiro público vindo das gestões tucanas nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o caso ganhou um novo episódio nesta segunda-feira. O prefeito esteve no Theatro Municipal para o lançamento do programa Nossa Creche e criticou o pedetista, dizendo que ele deve “se preocupar é com o estado dele, primeiro o pessoal, de saúde mental, depois o Ceará, que é o estado que ele representa”.

O prefeito também rebateu afirmação de Ciro em entrevista concedida à Folha de S. Paulo de que Doria, quando presidiu a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) no governo Sarney, lançou uma campanha publicitária para atrair turistas ao Brasil que tinha muitas imagens de “bundas de mulher na praia, estimulando claramente o turismo sexual”.

Doria evocou um acontecimento polêmico de 2002, a última vez que Ciro disputou a presidência da República. Na época, ele disse que a sua esposa, a atriz Patrícia Pillar, tinha o importante papel de “dormir” com ele. “Ele tratou a esposa como tratou, não é exatamente uma pessoa que tem perfil e autoridade pra falar sobre isso. [questões das mulheres].”

O prefeito comentou, também, as insinuações de que teria tido ajuda pública na construção da sua fortuna. “Se tivesse tido algum problema, não seria depois de nove meses de intensa campanha que isso teria surgido. Então não procede”, afirmou Doria.

Coleção com 15 mil gravações dos Rolling Stones é doada a Universidade

Antena1


A Universidade de Freiburg, na Alemanha, recebeu a doação de uma coleção com 15 mil gravações dos Rolling Stones.

Além das gravações, a instituição ganhou diversos objetos, livros, artigos de imprensa e cartas relacionadas ao quarteto britânico.

Realizada pela família do advogado Reinhold Karpp, morto em 2012, a doação era composta por itens colecionados durante cinco décadas, segundo informação do Centro de Cultura Popular e Música (ZPKM), adjunto à Universidade de Freiburg.

O público poderá ter acesso ao material, que será arquivado e classificado em Freiburg.

Os objetos foram herdados pela família de Karpp após sua morte. O advogado os mantinha em sua casa, no oeste da Alemanha.

De acordo com o ZPKM, a Universidade de Freiburg será a primeira do mundo com um arquivo dos Rolling Stones. O objetivo é renovar a tradição desse arquivo, valorizando a cultura popular internacional


WhatsApp testa ferramenta que permite apagar mensagens enviadas


Antena 1 News                   Foto:News


O WhatsApp estuda a possibilidade de permitir que usuários cancelem o envio de uma mensagem, evitando que uma publicação errônea ou constrangedora chegue ao destinatário.

Inicialmente, a empresa pensava em dar até 29 minutos para que o usuário deletasse a mensagem, mas agora esse período pode passar para apenas dois minutos, como informou o perfil WABetaInfo, que analisa versões do aplicativo que ainda não foram lançadas.

A ideia de revogar a mensagem é diferente do recurso de apagar que existe atualmente. Hoje, quando se quer deletar um envio, a outra pessoa continua recebendo o material – ele some apenas da sua tela, não da do destinatário. Com a nova ferramenta, a mensagem sumirá de ambos os aparelhos. A pessoa ainda será informada de que uma mensagem sua chegou, mas não terá acesso ao conteúdo.

Dessa forma, fica fácil evitar situações constrangedoras por causa de mensagens mandadas indevidamente. Após os dois minutos, no entanto, o envio não pode mais ser cancelado.

Cultivares de soja são lançadas pela Embrapa no TecnoShow Comigo


Agrolink



A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e seus parceiros irão lançar duas cultivares de soja - BRS 1074IPRO e BRS 8170IPRO - no TecnoShow Comigo, evento que será realizado de 3 a 7 de abril, em Rio Verde (GO). A BRS 1074IPRO, desenvolvida pela Embrapa Soja com apoio técnico e financeiro da Fundação Meridional de Apoio à Pesquisa, tem boa estabilidade de produção e é altamente produtiva. Por ser uma cultivar com a tecnologia Intacta RR2 PROTM, apresenta tolerância ao herbicida glifosato e resistência às principais lagartas da soja.

Em ensaios realizados nas safras 2013/14 e 2014/15, em 10 ambientes nos Estados de Mato Grosso do Sul e Goiás (região edafoclimática 301 - REC 301) apresentou rendimento 8,7% maior que a média dos padrões com que foi comparada. “Os resultados da safra 2015/16 confirmaram sua ótima performance na REC 301 e permitiu sua extensão de indicação para a REC 302 (Sul de GO, Norte de SP e Vale do Rio Grande em MG)”, explica o pesquisador Carlos Lasaro Pereira de Melo, da Embrapa Soja.

A cultivar é do tipo de crescimento indeterminado e possui resistência à deiscência de vagens e ao acamamento. Além disso, apresenta ciclo que varia de 94 a 123 dias, com ciclo médio total de 111 dias (grupo de maturidade 7.4), o que permite o plantio antecipado possibilitando a sua inserção no sistema de sucessão e/ou rotação com outras culturas.

De acordo com o pesquisador, a cultivar permite semeadura a partir de 25 de setembro; entretanto as melhores performances da BRS 1074IPRO foram obtidas em semeaduras entre 5 de outubro e 15 de novembro. “Por isso, recomenda-se uma população de plantas entre 320 mil a 360 mil plantas/ha, conforme a época de semeadura, fertilidade de solo e altitude da região de cultivo”, explica.

A BRS 1074IPRO possui ótima sanidade nas folhas e raízes, sendo resistente às principais doenças da soja, destaques para a moderada resistência ao nematoide Meloidogyne javanica e resistência de campo à Podridão Radicular de Fitóftora.

BRS 8170IPRO - Também será lançada a cultivar BRS 8170IPRO que foi desenvolvida pela Embrapa Soja com o apoio técnico e financeiro do Centro Tecnológico para Pesquisas Agropecuárias (CTPA). Em ensaios realizados em 2012/13, 2013/14 e 2014/15, em 19 ambientes da região Central do Brasil, a BRS 8170 IPRO apresentou rendimento médio 7,7% maior que a média das variedades mais plantadas na região. “Especificamente nos Estados de Goiás e Mato Grosso (região edafoclimática 401), ela ficou 11,4% acima dos padrões”, explicou o pesquisador Roberto Zito.

A cultivar é do tipo de crescimento indeterminado e apresenta ciclo médio total de 123 dias (grupo de maturidade 8.1), e é adequada aos sistemas de produção que permitem apenas uma safra. Também é um diferencial a resistência às principais doenças da soja.

De acordo com Zito, a melhor época de semeadura é a partir de 15 de outubro e durante o mês de novembro. Recomenda-se a densidade populacional de 240 mil a 320 mil plantas.ha-1, de acordo com a região de cultivo, a época de semeadura, a fertilidade do solo e altitude do local. “Não se deve aumentar muito a população de plantas, pois é nessa recomendação que se pode obter o máximo de produtividade da cultivar. Além disso evita-se elevar demasiadamente o custo de produção, com gasto excessivo e desnecessário de sementes”, recomenda Zito.

Percursora do punk no mundo, Death (EUA) faz apresentação única em São Paulo no Sesc Pompeia


Rockdeverdade               Foto:Divulgação



A banda Death sobe ao palco da Comedoria do Sesc Pompeia em apresentação única em São Paulo, no dia 27 de abril, quinta-feira, às 21h30. Formado originalmente pelos irmãos Bobby, Dannis e David Hackney, o grupo surgiu na década de 1970 tocando funk em meio à predominância de sonoridades lançadas pela Motown – como o soul e o R&B. Depois de conhecerem nomes como Alice Cooper e The Who, transitaram para o punk, estilo em que se consagraram como uma das bandas mais importantes do movimento cultural. No dia 28, eles também se apresentam no Abril Pro Rock, no Recife, junto ao Suicidal Tendencies.

Em seu tempo de existência (1971-1976), o trio de Detroit gravou os singles “Politician In My Eyes” e “Keep On Knocking“, além de diversos álbuns que só começaram a ser disponibilizados em 2009, ano de retorno do grupo aos palcos – agora com Bobbie Duncan substituindo David, falecido em 2000.

“…For The Whole World To See” e “Spiritual • Mental • Physical“, lançados em 2009 e 2011, respectivamente, trazem gravações a partir de 1974 até o fim das atividades do grupo. Recentemente, lançaram “Death III” (2014) e “N.E.W.“(2015), que marcam o retorno oficial do trio aos palcos.

A Death é geralmente relacionada ao gênero protopunk, categoria musical em que se enquadram bandas de garagem surgidas entre 1960 e meados de 1970; e que deram notoriedade e força ao movimento punk. Ramones, The Runaways, The Velvet Underground, David Bowie, Patti Smith, Television, Lou Reed e Roxy Music são outros exemplos de nomes importantes que fazem parte da cena protopunk.

Em 2012, o documentário “A Band Called Death” foi lançado no Los Angeles Film Festival. Dirigido pelos cineastas estadunidenses Mark Christopher Covino e Jeff Howlett, o longa conta a história do surgimento da banda e explora a importância de sua existência para o universo musical.

Serviço:
Death (EUA)
Dia 27 de abril, quinta-feira – 21h30

Comedoria

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h30.

Ingressos: R$12 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$20 (credenciado*/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$40 (inteira).

Venda online a partir de 18 de abril, terça-feira, às 17h30.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 19 de abril, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos.

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Morre Ahmed Kathrada, ícone da luta contra o apartheid na África do Sul


                                          Foto:AFP


Icone da luta contra o apartheid na África do Sul, Ahmed Kathrada morreu nesta terça-feira (28) aos 87 anos em Johannesburgo.

O ativista morreu após complicações em uma cirurgia, anunciou a fundação que leva seu nome. Ele estava internado e sofria com uma pneumonia.


Kathrada dedicou sua vida a lutar contra o regime de segregação racial no país e ficou preso por 20 anos ao lado de Nelson Mandela. Depois de soltos, Kathrada foi conselheiro de Mandela quando este estava na presidência do país entre 1994 e 1999.

Conhecido como "Tio Kathy", ele foi uma figura importante no final dos anos 1980 durante as negociações entre o Congresso Nacional Africano e o regime branco que comandava o país, contribuindo para a queda do regime do apartheid no início dos anos 1990.

Em abril do último ano, Kathrada criticou Jacob Zuma, atual presidente da África do Sul, após acusações de que ele havia utilizado dinheiro público para reformar sua casa.


Zuma afirmou nesta terça que Kathrada será homenageado com um funeral organizado pelo Estado.
Vencedor do Prêmio Nobel da Paz, o arcebispo sul-africano Desmond Tutu disse que o ativista ajudou a restaurar a confiança do mundo na África do Sul após um longo período de dominação da minoria branca.