segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Com presença de ministro, Mochi prestigia abertura do FNDE em Ação em MS



ALMS                                 FotoALMS



A solenidade de abertura do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) em Ação foi realizada nesta manhã (21), no auditório da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul ), em Campo Grande. Estavam presentes o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB), e o deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB).

O evento também contou com a presença de prefeitos, deputados federais e senadores da bancada sul-mato-grossense. O projeto FNDE em Ação é uma iniciativa que leva aos estados e municípios brasileiros assistência técnica por meio de palestras e capacitações sobre os programas do FNDE, além de atendimento técnico qualificado com soluções para diversas pendências educacionais. O programa se destina a gestores e técnicos estaduais e municipais de educação.


O ministro da Educação, José Mendonça Filho, ressaltou a importância da visita ao Estado. “Essa é uma das agendas mais intensas que participei fora de Brasília, e acredito que o homem público, para ter ideia do que é o Brasil, precisa realmente percorrer o país, pois cada lugar tem suas próprias culturas e vocações. Reitero aqui minha posição que valorizo o papel dos municípios. É preciso repactuar a federação e valorizar a municipalidade. A bandeira que deve unir o povo brasileiro é a Educação, que é o caminho necessário e único para a transformação da realidade de nosso país”, considerou.



O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) garantiu que o ministro voltava ao Estado. “Tenho certeza que essa não é a última visita de José Mendonça, o ministro da Educação, aqui em Mato Grosso do Sul, ele retornará para lançar todos os projetos que iniciaremos as tratativas hoje. A Educação é o único caminho para transformar esse país em uma nação”, assegurou.

Já o presidente da Assomasul, Pedro Arlei Caravina (PSDB), prefeito de Bataguassu, explicou que a Assomasul era o melhor lugar para este encontro. “Este evento é muito importante, principalmente porque o FNDE é um parceiro dos municípios. Este evento vai fazer a diferença”, constatou.

Maia afirma que DEM terá candidato à Presidência em 2018

                                          Rodrigo Maia: deputado afirmou que seu partido terá um candidato à Presidência da República nas eleições de 2018 (José Cruz/Agência Brasil)


Por Estadão Conteúdo

Presidente da Câmara afirmou também que irá concorrer à reeleição como deputado federal pelo Rio de Janeiro



O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou nesta segunda-feira, 21, que seu partido terá candidato próprio nas eleições de 2018. Em entrevista durante o Fórum Estadão, o parlamentar disse que as divergências dentro do PSDB abrem espaço para que o DEM trilhe caminho próprio.

Maia negou que o DEM tenha convidado o prefeito de São Paulo, João Doria, para ingressar no partido e ser candidato pela sigla ao palácio do Planalto em 2018.

“Não, o Dória é do PSDB. O Dória e o Geraldo (Alckmin, governador de São Paulo) vão se entender no PSDB e o DEM vai ter candidato próprio à presidente”, afirmou Maia.

“Divergências dentro do nosso principal aliado, que é o PSDB, são uma oportunidade que o DEM tem de construir o seu próprio projeto. Este foi nosso sonho e nunca foi possível”, disse o presidente da Câmara aos jornalistas.

Segundo ele, partido “serve para ocupar poder”. “Então ninguém pode querer ter um partido para ser auxiliar dos outros.”

Na entrevista, Maia negou interesse em ser o candidato do DEM para Presidência da República em 2018. Ele disse que é candidato à reeleição de deputado e, mais ainda, anunciou que pretende concorrer novamente à presidência da Câmara. “Sou pré-candidato a presidente da Câmara”, afirmou o parlamentar fluminense.

“O caminho do DEM é organizar, entender toda a crise que o Brasil vive, conversar com a sociedade e construir uma nova mensagem.” O partido defende as reformas estruturais e o corte de gastos, disse ele.

Para Maia, o voto distrital misto aprovado é muito além do que um simples imediatismo. “Será uma grande vitória para a democracia brasileira”, afirmou aos jornalistas.

“Sou a favor de um fundo temporário até que Senado aprove doação empresarial”, disse o parlamentar ao falar do financiamento das campanhas. Ao mencionar recursos públicos para o financiamento, Maia disse que o Brasil tem um déficit fiscal brutal e por isso, em qualquer despesa que se crie, é necessário saber de onde virão os recursos. “Não tem mais orçamento.”, enfatizou.

Impeachment

Rodrigo Maia também disse que a autorização de um pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer, agora, não parece ser a coisa mais razoável.

O deputado afirmou que a Casa já decidiu sobre o assunto, ao rejeitar a denúncia por corrupção passiva contra Temer – a qual, se tivesse sido aceita, poderia ter levado ao afastamento do presidente do cargo.

“A Câmara já julgou os fatos que estão colocados na maioria dos pedidos de impeachment (de Temer) na denúncia. Se a gente for ficar agora remoendo o mesmo assunto, acho que só vai gerar instabilidade no País. A Câmara já decidiu sobre esse assunto. Foi uma decisão democrática. Alguns acham bom outros acham ruim, mas que foi democrática, foi”, afirmou, lembrando que a votação se deu por meio de voto nominal e aberto. “Cumpriu todo o regimento”, ressaltou.

A declaração foi uma resposta à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na semana passada, a entidade entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com mandado de segurança, com pedido de liminar, para tentar obrigar Maia a analisar o pedido de impeachment de Temer feito pelo órgão.

O pedido foi protocolado em 25 de maio deste ano, com base na delação de membros do grupo J&F, mas até agora não teve nenhum despacho por parte do presidente da Câmara.

A delação dos executivos e donos do grupo J&F atingiram Temer fortemente culminaram com a apresentação, pela Procuradoria-Geral da República, de denúncia por corrupção passiva contra o presidente da República.

“Fazer o mesmo processo com as mesmas informações que temos em um processo de impedimento é a gente querer parar o Brasil. Não me parece a coisa mais razoável”, declarou Maia.

                                         No estado o presidente do DEM é o Dep.Mandetta(foto)

Presidente do Paraguai se encontra com representantes da indústria de MS


Com o objetivo de estreitar o diálogo econômico e comercial entre Brasil e Paraguai, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reúne-se, na tarde desta segunda-feira (21), na sede da CNI (Confederação Nacional das Indústrias), em Brasília (DF), com o presidente Horacio Cartes.

Na ocasião, Longen representará o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e conduzirá o encontro bilateral entre os dois países, que também contará com a presença de empresários brasileiros.

A delegação paraguaia será composta, ainda, pelo ministro da Indústria e Comércio, Gustavo Leite, e outros representantes dos setores industrial e comercial do país vizinho. A programação conta com apresentações para os empresários, debates e espaço para perguntas, e terá início às 15 horas (horário de Brasília), quando o presidente da Fiems fará a abertura do evento.

Em seguida, terá um discurso do presidente do Paraguai e, a partir das 15h30, o ministro Gustavo Leite fará uma apresentação sobre as potencialidades e cenário econômico do Paraguai. Depois, fala o presidente da Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), embaixador Roberto Jaguaribe, enquanto o senador Romero Jucá, líder do Governo no Senado, encerrará os pronunciamentos.

O evento prossegue, então, com um debate e será aberto espaço para que os empresários presentes façam perguntas e apresentem sugestões para fomentar oportunidades de negócios e a parceria entre os dois países.

Durante o evento, o presidente Sérgio Longen falará sobre o Projeto Indústria Sem Fronteiras, lançado em março deste ano para alavancar a industrialização na região de fronteira entre o Brasil e o Paraguai, e também sobre o Programa Fomentar Fronteira, criado pelo Governo do Estado para fomentar a implantação de empreendimentos econômicos na região fronteiriça.

Nota do PSDB sobre Temer e Aécio abre nova crise no partido


                                             Aecio Neves e Michel Temer em maio de 2016 (Ueslei Marcelino/Reuters)

Comunicado assinado por Mario Covas Neto, do diretório paulistano da sigla, diz que encontros do senador com o presidente causam 'desconforto e embaraços'



Uma nota na qual o diretório do PSDB paulistano critica o encontro entre o senador Aécio Neves (MG) e o presidente Michel Temer, que aconteceu na sexta-feira, abriu uma nova crise no partido. A nota emitida neste domingo pelo vereador Mario Covas Neto, presidente do diretório municipal da sigla, afirmou que a presença de Aécio em reuniões com Temer causava “desconforto e embaraços”. “Prove sua inocência, senador, e aí sim retorne ao partido”, escreveu. No texto, o vereador afirmou que o único que pode falar em nome da sigla é o presidente em exercício, o senador Tasso Jereissati (CE).


O movimento do vereador não encontrou respaldo entre outras lideranças tucanas. Procurado pelo jornal O Estado de S.Paulo, Pedro Tobias, presidente estadual da sigla, defendeu que Aécio tem o direto de participar de encontros com Temer como senador e cidadão. “Acho lamentável”, disse Tobias, sobre a nota do diretório municipal. “Aécio foi sem representar o partido, já que está afastado. Ainda não foi condenado, é senador da República”, argumentou.

José Aníbal, presidente do Instituto Teotônio Vilela, considerou a nota “uma coisa totalmente fora de propósito”. “Quem fala em nome do PSDB somos todos nós, qualquer coisa diferente disso é censura. O Aécio é senador por Minas e se reuniu com o presidente para tratar da Cemig”, afirmou. Ainda sobre a nota, Aníbal reiterou: “o PSDB não pode conviver com esse tipo de censura”.

Em nota, Aécio Neves disse ter tratado de interesses da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) no último encontro com Temer, na sexta. “O PSDB tem responsabilidade para com a estabilidade política e a recuperação econômica do país, o que torna natural que lideranças do partido tenham conversas com o presidente e membros do governo”, diz o texto.

A nota de Aécio afirma que as questões internas do PSDB são travadas internamente, “sem qualquer participação do governo ou do presidente”.

Mário Covas Neto também passou a ser alvo de ataques do diretório do PSDB de Minas. “É muita infelicidade o vereador entrar em um assunto que ele desconhece e que é de importância para os mineiros”, disse o presidente do diretório, deputado federal Domingos Sávio.

Sávio também divulgou nota em que sugere que o vereador seja uma figura pouco expressiva dentro do partido. “Ele, que já foi alvo de acusações extremamente graves, que espero sejam injustas, devia ter aprendido que cabe a quem acusa ônus da prova”, escreveu o deputado, sem citar o caso em questão.

(Com Estadão Conteúdo)

Pastor é denunciado por estupro e jovem tenta suicídio no jogo da Baleia Azul

Portal Correio do Estado
 Caso acontece desde o ano passado

Pastor de igreja evangélica é suspeito de assediar e estuprar jovem de 20 anos desde dezembro do ano passado, após a vítima começar a frequentar os cultos, em Campo Grande. Irmã da jovem denunciou o caso à polícia devido ela tentar suicídio.

Segundo informações do boletim de ocorrência, irmã da vítima, de 23 anos, informou que a jovem tentou se matar várias vezes e estava participando do jogo da Baleia Azul – jogo onde jovens de várias idades participam de desafios e, no final, cometem suicídio. De acordo com a testemunha, a jovem mudou o comportamento desde o ano passado, quando começou a frequentar os cultos de uma igreja.

Conforme relatos da vítima, desde dezembro do ano passado começou a ter amizade com pastor da igreja onde frequentava, porém, ele começou a ter comportamento estranho e insistiu que eles estivessem relacionamento íntimo, mas a jovem negou. Segundo a vítima, uma certa noite pegou carona com o pastor após o culto e, dentro do veículo, homem passou a mão várias vezes pelo corpo dela.

Ainda de acordo com boletim de ocorrência, o suspeito passou a perseguir a vítima e chegou a ameaça-lá. Conforme a jovem, existem fotos e mensagens comprovando que o autor a assediou e que até o mês passado o suspeito rondava a casa dela.

Caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) no Bairro Piratininga e será investigado. O pastor ainda não foi localizado.

Prefeitura de Campo Grande libera novas permissões para taxistas e mototaxistas




A Prefeitura de Campo Grande abriu licitação de novas permissões para taxistas e mototaxistas atuarem no município. As informações foram divulgadas no Diário Oficial do Estado de hoje.

Conforme a publicação, os interessados no serviço de táxi deverão entregar os documentos de habilitação e propostas técnicas, a partir de hoje, na Diretoria Geral e na Diretoria Geral de Compras e Licitação no prédio do Paço Municipal, das 8h às 11h e das 13h às 17h30min, ou às 9h do dia 5 de outubro no prédio do Fundo de Apoio à Comunidade (FAC).

A mesma regra é válida para os interessados no serviço de mototáxi que, também podem entregar documentos, a partir de hoje, no Paço Municipal. Mas se quiserem deixar a documentação no prédio da FAC o prazo é outro: até as 9h do dia 16 de outubro

Ivinhema empate com Sete e mantém chance no Estadual Sub-17


GazetaMS                         Caique (1) cobrou falta com perfeição e empatou jogo contra o Sete (Foto: Franz Mendes)

Cena bate Naviraí e garante vaga antecipada. Operário, Ceart e Costa Rica também vencem



Dois jogos pelo Grupo C do Campeonato Estadual Sub-17 aconteceram na tarde deste sábado (19) no Estádio da Leda, em Dourados. O Cena, de Nova Andradina, venceu Naviraí e ficou perto da classificação para a próxima fase. Na partida de fundo, o Sete de Dourados ficou no 1 a 1 com o Ivinhema e os dois vão para a última rodada na disputa pela segunda vaga. Neste jogo, destaque para o goleiro Caique, do Azulão, autor do gol de empate.

No primeiro jogo, o Cena mostrou superioridade desde o início sobre Naviraí e garantiu o placar da vitória ainda no primeiro tempo. Danilo Siqueira marcou o primeiro gol aos 20 minutos e Vitão, aos 32, o segundo. Depois do intervalo, o domínio do time de Nova Andradina seguiu, mas as várias chances criadas foram desperdiçadas e o placar foi mesmo 2 a 0.

No jogo de fundo, o Sete entrou em campo também dependendo da vitória para conseguir a vaga antecipada e, apesar do jogo equilibrado, abriu vantagem aos 32 minutos. Após chute de fora da área, Caique não conseguiu segurar e Saulo, mais rápido que os zagueiros, aproveitou o rebote para abrir o placar. Na volta do intervalo, o jogo seguiu igual e foi a vez do Ivinhema marcar. Aos 33 minutos, o Azulão teve chance com uma falta próximo à área. O goleiro Caique atravessou o campo para cobrança e, com batida perfeita, pegou o goleiro do Sete, Júnior, no contra-pé e marcou o gol de empate, fechando o placar em 1 a 1.

Com os resultados, Sete e Cena somam quatro pontos, com vantagem para o time douradense no saldo de gols. O Ivinhema tem dois pontos e também luta pela segunda vaga, enquanto Naviraí, sem pontuar, está eliminado. Na próxima rodada jogam Sete e Cena e ainda Naviraí e Ivinhema, os dois jogos no Estádio Virotão, no dia 26, sábado.

Outros jogos

O Grupo A teve neste sábado a partida entre Novo e Operário no Olho do Furacão e o Galo venceu por 1 a 0, gol de Higor ainda no primeiro tempo. Neste domingo jogam Náutico e União/ABC e ainda Seduc e Comercial, os dois jogos no Estádio Noroeste. Em São Gabriel D’Oeste, o Nova Geração perdeu para o Costa Rica por 2 a 1 pelo Grupo B, que terá ainda Camapuã e Serc neste domingo. Pelo Grupo D, o Ceart venceu o Maracaju por 3 a 1 e garantiu o primeiro lugar, deixando o adversário na segunda posição.