sábado, 22 de julho de 2017

'Não quero homem gritando gostosa', diz Valesca Popozuda


FolhaqPress                        Foto;Divulgação

Uma das vozes mais influentes do funk, a cantora Valesca Popozuda, 38, falou sobre machismo a Faa Morena, apresentadora do "Ritmo Brasil", da RedeTV.

"É uma coisa que sempre vai existir. A gente luta contra isso, mas é algo que vem de casa. Não quero homem gritando 'gostosa, maravilhosa' para mim, não. Eu quero as mulheres gritando por liberdade e poder. Queremos ser respeitadas", disse.

Durante a gravação da atração, que vai ao ar neste sábado (22), a cantora também falou sobre sua trajetória no funk que, afirma, a ajudou a "mudar de vida".

"Realizei um sonho muito grande que foi tirar a minha mãe da rua. Quando as pessoas criticam o funk, eu digo que consegui muitas coisas graças a esse movimento que nem sonhava fazer parte".

A artista também falou sobre um trecho de sua autobiografia "Sou Dessas - Pronta Pro Combate" (editora Best Seller), de 2016, em que conta ter machucado um empresário depois de um assédio.

"Estava no camarim me arrumando e ele entrou querendo alguma coisa. Chegou encostando em mim. Uma hora ele disse: 'para de palhaçada, até parece que é santa' e veio querendo colocar o órgão [sexual] dele para fora. Eu estava com um 'babyliss' [modelador eletrônico de cabelo] na mão e encostei nele sem querer. Chorei muito e guardei isso para mim por um tempo".

PROPOSTA DE CRIMINALIZAÇÃO DO FUNK

Recentemente, uma proposta de lei que criminaliza o funk foi enviada ao Senado com mais de 20 mil assinaturas. A ideia, que considera o gênero musical como "crime de saúde pública", é de autoria do empresário paulista Marcelo Alonsa.

No plenário, a sugestão acabou nas mãos do senador Romário (Podemos-RJ), que logo se declarou contra a proibição. Ainda assim, ele propôs realizar uma audiência pública, ainda sem data, sobre o tema com a presença de artistas, entre eles, Valesca, e sociólogos.

"Não se pode calar uma cultura", disse Valesca sobre o projeto de lei à reportagem. "Eu nasci no Rio de janeiro. Cresci ouvindo funk desde que me entendo por gente. Vivi minha adolescência em bailes e isso nunca me tornou uma pessoa pior. [...] Não tratem o funk como algo ruim, não tratem o funk como um ritmo de uma só classe, tratem o funk com respeito", afirmou.

Ana Hickmann esquenta clima com ensaio de lingerie




A modelo Ana Hickmann, nome artístico da apresentadora de tevê e empresária gaúcha Ana Lúcia Hickmann Corrêa, de 36 anos, posou com muita beleza, classe e elegância para um ensaio de lingerie com uma lareira ao fundo.

Com o frio na maior parte do país, as imagens presentes no texto aquecem o coração de qualquer um. Na legenda de uma delas, a grife escreveu: ‘Sexta-feira, dia de sentir-se linda e especial com aquela lingerie poderosa!!!’ Também famosa por suas pernas de 1,20m, recorde que foi registrado no “Guinness Book”, a estonteante loira de Santa Cruz do Sul é uma das apresentadoras do programa “Hoje em Dia” na Record TV.

Bombeiros retomam buscas por corpo de criança com três equipes

                                          Foto;Valdenir Rezende

Verificação acontece no Rio Anhanduí, em Campo Grande

Correio do Estado


As buscas por um corpo de criança na região do Aero Rancho, em Campo Grande, foram retomadas às 5h30 deste sábado pelo Corpo de Bombeiros. Três equipes foram deslocadas para diferentes partes do Rio Anhanduí.

O delegado Paulo Sérgio Lauretto e investigadores da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Depca) também estão na região e foram para uma área onde há uma cachoeira.

Mergulhadores dos Bombeiros foram chamados para conseguirem averiguar áreas mais profundas do rio. Conforme divulgado pela corporação, há lugares que tem até 2,5 metros de profundidade.

Essa parte da investigação foi iniciada depois que equipe da Depca prendeu um homem suspeito de matar uma criança. Durante depoimento, essa pessoa assumiu o crime e disse que teria jogado o corpo entre as Avenidas Campestre e Thirson de Almeida, entrada para o Aero Rancho.

Lauretto, que conduz a investigação, não quis dar detalhes e confirmar o nome do suspeito preso. As buscas começaram na sexta-feira à tarde.

A Polícia Civil confirmou que não é descartada a possibilidade da criança que é procurada ser Kauan Andrade dos Santos, de 9 anos. O menino desapareceu no dia 25 de junho na região do Coophavilla. Ele mora no Jardim Colorado.

A família de Kauan também iniciou hoje, por volta das 6h, buscas com amigos e parentes em outras regiões da cidade. Parentes tem esperança que o garoto esteja vivo.

Delação de Marcos Valério atinge FHC, Lula e Aécio Neves


FolhaPress                          Foto Reprodução



O acordo de delação firmado entre o publicitário Marcos Valério e a Polícia Federal, que detalha um esquema conhecido como mensalão tucano, também atinge os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP), além dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Segundo a reportagem apurou, a colaboração com a PF incorpora 60 anexos (relatos de supostas irregularidades) que haviam sido rejeitados pela Procuradoria-Geral da República e pelo Ministério Público de Minas Gerais. O novo acordo ainda ampliaria a lista de implicados.

A delação, assinada neste mês, foi enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal) e depende de homologação. Não está claro quais episódios serão considerados pela PF.

Valério escreveu a delação à mão na prisão e teve os anexos posteriormente digitados. Condenado a mais de 37 anos de prisão pelo mensalão petista, Valério também é réu acusado de operar desvios por meio de suas agências de publicidade, a SMP&B e a DNA Propaganda, para financiar a fracassada campanha de reeleição do então governador mineiro, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

Uma planilha assinada por Valério aponta que a campanha recebeu cerca de R$ 10 milhões (o equivalente a aproximadamente R$ 33 milhões hoje) em desvios de estatais como Cemig, Copasa, Furnas, Petrobras e Banco do Brasil.

O documento, com data de 1999, foi entregue à PF. O relatório aponta ainda que quase R$ 48 milhões (cerca de R$ 159 milhões atuais) foram obtidos via empréstimos, especialmente com o Banco Rural. As dívidas, segundo os anexos, seriam quitadas por construtoras, como a ARG e a Andrade Gutierrez.

Segundo o publicitário, o esquema de empréstimos fraudulentos do Banco Rural e um repasse de R$ 1 milhão da Usiminas via caixa dois beneficiaram as campanhas de FHC (1998), Aécio (2002) e Serra (2002). A siderúrgica foi usada também na eleição de Lula, em 2002, conta Valério.

Um anexo afirma que Serra atuou, após perder a eleição presidencial de 2002, para resolver pendências do Banco Rural e, em troca, teve R$ 1 milhão de dívidas de campanha pago pelo banco por meio da SMP&B.

PROPINA

Valério relata, nos 60 anexos, pagamento de propina em troca da obtenção de contratos para suas agências.
Durante o governo FHC, diz, a DNA repassou a Aécio 2% do faturamento do seu contrato com o BB, que havia sido arranjado pelo senador com o aval do ex-presidente.

O publicitário afirma que, no governo Lula, pagava R$ 50 mil por mês ao ex-ministro José Dirceu (PT) pela publicidade dos Correios. A troca de favores teria se repetido na Câmara dos Deputados, no Ministério dos Esportes e na Assembleia de Minas.

Valério afirmou ainda que Aécio se encontrou, em Belo Horizonte, com a diretoria do Banco Rural e com os então deputados Eduardo Paes (PMDB-RJ) e Carlos Sampaio (PSDB-SP), da CPI dos Correios, de 2005, para blindar Azeredo.

Em outra CPI, a do Banestado, de 2003, o Banco Rural, segundo Valério, repassou R$ 500 mil a parlamentares por meio do deputado federal José Mentor (PT-SP).

MENSALÃO

Os 60 anexos iniciais de Valério narram que o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, foi nomeado pelo ex-presidente para ser o contato com a SMP&B em meio à crise do mensalão, em 2005, e acertou um pagamento de R$ 5 milhões via Andrade Gutierrez para a defesa de alguns réus.

Valério diz que, junto com o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, articulou um encontro entre o banqueiro Daniel Dantas e o ex-ministro Antonio Palocci para resolver problemas do Grupo Opportunity com o governo Lula.

Em troca, a Brasil Telecom, controlada pelo grupo, contratou serviços superfaturados do publicitário Duda Mendonça por R$ 12 milhões.

OUTRO LADO

A defesa do ex-governador de Minas Eduardo Azeredo (PSDB-MG) afirma que não irá fazer comentários sem ter acesso à delação.

Alberto Toron, advogado do senador Aécio Neves (PSDB-MG), diz que as acusações de Marcos Valério são falsas. Ele argumenta que o contrato da DNA Propaganda, de Valério, com o Banco do Brasil foi firmado em 1994, antes do governo Fernando Henrique Cardoso.

"O próprio Ministério Público, em outras oportunidades, reconheceu e descartou as inverdades dos discursos proferidos pelo senhor Marcos Valério", diz.

A assessoria do ex-presidente FHC afirma que ele desconhece a delação e qualquer pagamento de caixa dois.
A assessoria do Instituto Lula afirma que, desde 2012, Valério faz acusações sem provas contra o PT e o ex-presidente. Diz ainda que todas as investigações foram arquivadas pelo MP e que Paulo Okamotto não irá comentar suposições de delações.

O advogado de José Dirceu, Roberto Podval, diz que dar credibilidade a Valério é "desacreditar o próprio instituto da delação".

O deputado José Mentor (PT-SP) afirmou não ter conhecimento da delação e que "não tratou de qualquer assunto da CPI do Banestado com Valério".

A assessoria do Banco Opportunity afirma que Daniel Dantas não se encontrou com o ex-ministro Antonio Palocci. "Delúbio Soares pediu ao Opportunity que o ajudasse a pagar dívidas do PT, o que foi rejeitado."

Segundo a assessoria, Duda Mendonça fez a publicidade da Brasil Telecom GSM, empresa de celular.
A defesa de Duda Mendonça preferiu não se manifestar. A defesa de Delúbio afirma que não teve acesso à delação e que o ex-tesoureiro do PT nunca cometeu ato ilegal.

A assessoria da Andrade Gutierrez afirma que a empresa não vai comentar a delação. A reportagem não conseguiu contato com o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB), o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) e o ex-ministro Antonio Palocci.

Concurso 1.540 da Lotofácil tem dois acertadores das 15 dezenas


FolhaPress



Dois apostadores acertaram as 15 dezenas do concurso 1.540 da Lotofácil. A estimativa de prêmio para o próximo sorteio é de R$ 1,7 milhão, segundo a Caixa Econômica Federal.

Os números sorteados nesta sexta-feira (21), em Atibaia (SP), foram: 01, 02, 03, 07, 09, 10, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 19, 22 e 23. Veja o rateio:

15 acertos - 2 apostas ganhadoras, R$ 913.505,11
14 acertos - 457 apostas ganhadoras, R$ 1.757,28
13 acertos - 15649 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos - 185820 apostas ganhadoras, R$ 8,00
11 acertos - 961747 apostas ganhadoras, R$ 4,00

LOTOMANIA

O concurso 1.781 da Lotomania realizado nesta sexta-feira (21) em São Paulo acumulou.

A Caixa Econômica Federal prevê um prêmio de R$ 4,5 milhões para o próximo o concurso. Os números sorteados foram: 10, 17, 18, 20, 28, 30, 34, 36, 38, 46, 55, 56, 62, 67, 70, 72, 76, 89, 93 e 95.

Confira o rateio:
20 acertos - Não houve acertador!
19 acertos - 13 apostas ganhadoras, R$ 21.821,71
18 acertos - 121 apostas ganhadoras, R$ 1.465,30
17 acertos - 1197 apostas ganhadoras, R$ 148,12
16 acertos - 7484 apostas ganhadoras, R$ 23,69
15 acertos - 33218 apostas ganhadoras, R$ 5,33
0 acertos - 1 aposta ganhadora, R$ 141.841,17

QUINA

O concurso 4.435 da Quina acumulou. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prêmio para o próximo concurso deve ser de R$ 3.200.000,00.

Os números sorteados nesta sexta-feira (21), em Atibaia (SP), foram: 08, 10, 40, 49 e 76. Confira o rateio:

Quina - 5 números acertados - Não houve acertador
Quadra - 4 números acertados - 78 apostas ganhadoras, R$ 5.982,37
Terno - 3 números acertados - 5607 apostas ganhadoras, R$ 125,14
Duque - 2 números acertados - 148638 apostas ganhadoras, R$ 2,59

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Ex-vereador e esposa prometeram pagar faculdade para a filha do caseiro



Correio do Estado              Foto:Facebook

Casal ajudava família do assassino


O ex-vereador Cristóvão Silveira, de 65 anos, e a esposa Fátima de Jesus Diniz Silveira, de 56 anos, prometeram pagar a faculdade da adolescente de 12 anos, filha do caseiro Rivelino Mangelo, 45 anos, acusado de matar o casal com golpes de faca e facão. Além de comprar remédios para a esposa do caseiro, vítimas também se comprometeram a comprar próteses para que a mulher voltasse a andar.

A mulher de 40 anos é cadeirante, tendo em vista que não consegue mais andar porque amputou os pés em decorrência de picadas de formigas. Ela e Rivelino estão juntos há 13 anos e têm uma filha de 12. O homem tem outros 9 filhos com mulheres diferentes, dentre eles, Alberto Rivelino Nunes Mangelo, 21 anos, e Rogério Nunes Mangelo, 19 anos, também acusados de envolvimento na morte do ex-vereador e sua esposa.

Conforme a cadeirante, ela chegou a se separar de Rivelino, mas no começo deste ano foi procurada por ele, que pediu para reatar o relacionamento e informou que havia conseguido emprego como caseiro no Sítio Bem Te Vi.

A mulher conta que nunca teve problema com o ex-vereador e sua esposa. Pelo contrário, o casal ajudava a comprar remédios e disse que compraria próteses para que a cadeirante voltasse a andar. Além disso, também prometia pagar a faculdade da filha do caseiro e sempre comprava roupas de grife para a adolescente.

De acordo com a companheira, Rivelino havia discutido com Silveira porque o ex-vereador não queria que Rogério, filho do caseiro, continuasse trabalhando no local. Rogério trabalhou no sítio em junho e depois foi dispensado porque o ex-vereador recebeu informação de que o rapaz seria violento.

Desde então, Rivelino passou a ter comportamento estranho, nervoso, agressivo, discutia por qualquer coisa e não deixava que ninguém que aproximasse de seu aparelho celular.

CASO

Duplo assassinato aconteceu no Sítio Bem Te Vi, de propriedade das vítimas, localizado no km 24 da MS-080, na região do Distrito de Aguão, em Campo Grande. Ação dos criminosos teve início por volta das 16h de terça-feira e terminou às 18h. Polícia descobriu cerca de duas horas depois.

No sítio existem quatro imóveis, sendo um ocupado pelas vítimas, um onde mora o caseiro com a esposa cadeirante a filha de 12 anos, um onde são armazenados ferramentas e sacos de ração e, por fim, outro desocupada. Crime aconteceu no imóvel utilizado como depósito.

Fátima estava com a calça abaixada na altura dos pés, vestia apenas calcinha e uma blusa. Ela teve o corpo queimado, em seu pescoço havia um corte profundo e a suspeita é de que tenha sido estuprada pelos marginais.

No cômodo ao lado, foi encontrado o corpo do ex-vereador. Ele estava com vários cortes provocados por facão e teve o rosto desfigurado. Silveira foi escalpelado – teve o couro cabeludo arrancado - e os dedos da mão decepados, provavelmente, ao tentar se defender dos golpes.

Assassinos estupraram mulher sem saber "se ela estava viva ou morta"



Portal Correio do Estado       Foto:Divulgação
Vítima foi golpeada com um facão no pescoço, violentada e teve parte do corpo queimado



Fátima de Jesus Silveira, 56 anos, esposa do ex-vereador Cristóvão Oliveira, 65, pode ter sido estuprada depois de morta. Laudo de exames que deve indicar se vítima foi violentanda ainda não ficou pronto, no entanto, em depoimento à polícia, Rogério Nunes Mangelo, 19 anos, um dos suspeitos de participação no crime, afirmou que ela foi estuprada por Diogo André dos Santos, 19, após ter sido golpeada com um facão, não sabendo dizer “se ela estava viva ou morta” no momento do crime sexual.

Cristóvão e Fátima foram brutalmente assassinados na tarde de terça-feira (18), no sítio de propriedade das vítimas, localizado na região do Distrito de Aguão, em Campo Grande.

Do crime, participaram o caseiro do sítio, Rivelino Mangelo, 45 anos, e os filhos Rogério e Alberto Nunes Mangelo, 20, que tiveram a prisão preventiva decretada, Diogo, morto em confrono com a polícia em Corumbá, e outra pessoa identificada como Gabriel, que segue foragido.

Fátima foi encontrada seminua e com partes do corpo queimado. Ela foi morta com um golpe de facão no pescoço e, para confirmar se houve estupro, perícia criminal recolheu material genético dos principais suspeitos de participação no assassinato.

Rogério afirmou para a polícia que vítima foi estuprada por Diogo e disse ainda que seu pai colocou fogo no corpo para tentar apagar os vestígios da relação sexual, mas não soube confirmar se o pai também cometeu o estupro.

Rivelino nega e afirma que quando viu a vítima caída, já morta, se aproximou do corpo, abaixou as calças da mulher e passou a mão em suas partes íntimas, mas que não houve conjunção carnal porque ele não conseguiu ter ereção, devido a dores e sangramento provocados por um ferimento no pé. Em seguida, ele jogou um copo de gasolina no corpo e ateou fogo.

Diogo e Rogério levaram televisão, revólver da vítima e a caminhonete. A televisão foi deixada na casa de Alberto, onde suspeitos também colocaram fogo nas roupas que estavam sujas de sangue. Alberto informou à polícia que não participou do crime, apenas guardou o objeto e que tinha conhecimento que era produto de roubo.

Rivelino foi preso na Santa Casa, onde estava por conta do ferimento no pé.


LATROCÍNIO

Duplo assassinato aconteceu no Sítio Bem Te Vi, de propriedade das vítimas, localizado no km 24 da MS-080, na região do Distrito de Aguão, em Campo Grande. Ação dos criminosos teve início por volta das 16h de terça-feira e terminou às 18h. Polícia descobriu cerca de duas horas depois.

Segundo depoimento dos suspeitos à polícia, intenção era roubar a casa do casal. Crime foi planejado depois que Rogério foi dispensado dos serviços que prestava no sítio.

Rogério afirma que Silveira o dispensou após receber denúncia de que ele seria violento. No acerto, ex-vereador teria ficado devendo R$ 125 e, ao comentar com o pai, ambos decidiram roubar a casa e começaram a planejar o crime por meio de mensagens no WhatsApp.

Diogo ficou sabendo do plano e se dispôs a participar, desde que ficasse com a caminhonete do casal, a qual levaria para a Bolívia, onde tinha contatos. Como não sabia dirigir, ele pediu ajuda ao rapaz identificado como Gabriel para levar o veículo.

Já Rivelino diz que sua intenção era matar Silveira, que o teria ameaçado de morte, além de tratá-lo mal. Ele afirmou ainda que o filho deixou o serviço por não aguentar as grosserias do patrão, e que o Rogério e Diogo participaram, pois queriam roubar a casa e o veículo.

No dia do crime, quando casal chegou no sítio, Fátima entrou na residência e Silveira foi até o galpão, onde estavam Rivelino e Diogo, e foi surpreendido com um golpe de facão desferido por Diogo. Eles entraram em luta e Rivelino deu um golpe de faca na região do abdômen.

Depois de caído, Silveira foi golpeado por diversas vezes na cabeça. Ele foi escalpelado – teve o couro cabeludo arrancado - e os dedos da mão decepados, provavelmente, ao tentar se defender dos golpes, e teve o rosto desfigurado.

Ao ouvir o barulho, Fátima foi ao local para tentar defender o marido. Rogério diz que ela estava armada com um machado, enquanto Rivelino afirma que era um pedaço de pau, e teria tentado golpear os suspeitos, momento em que foi atingida por um golpe de facão no pescoço.

J&F está perto de vender a Vigor por R$ 6 bi, dizem fontes

                                          Aquisição: a família Batista tem se empenhado em vender ativos para pagar multas acertadas na delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley (Vigor/Divulgação)

A aquisição está em negociação com a empresa mexicana Lala Foods e, segundo informações, o contrato deve ser assinado em uma semana


Por Felipe Marques e Cristiane Lucchesi, da Bloomberg

Informação é de uma pessoa familiarizada com a transação que pediu anonimato porque as discussões são privadas.

Lala está em negociações exclusivas para adquirir a Vigor, disse a pessoa, acrescentando que o acordo pode ser assinado em cerca de uma semana. Lala e Vigor não quiseram comentar e J&F não respondeu a pedidos de comentário.

A família Batista tem se empenhado em vender ativos para pagar multas acertadas na delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley em maio deste ano.

A família já acertou a venda da Alpargatas por R$ 3,5 bilhões e negocia a venda da Eldorado Brasil Celulose para a chilena Arauco, que fez uma oferta de cerca de R$ 14 bilhões, disse uma pessoa familiarizada com a transação no mês passado.

A J&F pretende levantar pelo menos R$ 8 bilhões com a venda dos ativos, segundo um relatório da S&P.

Gasolina pode ficar até R$ 0,41 mais cara na bomba

                                         Foto:Divulgação

Governo aumentou o PIS/Cofins sobre os combustíveis para melhorar a arrecadação

Por Eduardo Rodrigues e Idiana Tomazelli, de Estadão Conteúdo

Brasília

Com a decisão do governo de aumentar o PIS/Cofins sobre os combustíveis para melhorar a arrecadação, o litro da gasolina vai ficar até R$ 0,41 mais caro nas bombas a partir desta sexta-feira, 21, caso haja repasse integral ao consumidor. A medida despertou a ira de entidades empresariais como a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI), que já reclamavam da elevada carga tributária no País. Já a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) reclamou do egoísmo do governo federal ao elevar um tributo que não é compartilhado com os municípios.

Para a gasolina, a alíquota mais que dobrou. Só de PIS/Cofins, o desembolso será de R$ 0,7925 por litro após a alta. O decreto com o aumento do tributo será publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU) e tem vigência imediata. Está caro? Veja com a Mongeral Aegon 7 hábitos que você precisa mudar para economizar gasolina Patrocinado

No caso do diesel, a alíquota subirá de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 o litro nas refinarias, que podem repassar o valor integral ao consumidor.

O etanol não escapou dos reajustes, embora representantes do setor tenham intensificado reclamações sobre a falta de competitividade do combustível diante do baixo preço da gasolina. Para o produtor, a alíquota subiu um centavo, para R$ 0,1309 por litro. Na distribuição, o impacto será mais forte, pois o PIS/Cofins estava zerado e passará a R$ 0,1964 por litro.

A área econômica espera obter R$ 10,4 bilhões ainda este ano com os aumentos. Na nota divulgada ontem à tarde, o governo argumentou que a medida é “absolutamente necessária” para a preservação do ajuste fiscal e a manutenção da trajetória de recuperação econômica.

A equipe econômica optou pelo aumento do PIS/Cofins porque a entrada de recursos nas contas públicas é imediato, em vez de demorar 90 dias como no caso da Cide. Outra vantagem é que o tributo reajustado não é dividido com Estados e municípios. A opção desagradou os prefeitos. “A crise afeta todos os entes federados e as soluções deveriam contemplar esse cenário”, disse a FNP.

Entidades que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff e deram respaldo ao governo Michel Temer divulgaram nota “indignadas” com a alta de tributos. A Fiesp, que em 2015 colocou um pato inflável na Avenida Paulista contra o aumento de impostos, ameaça retomar a estratégia. “Mantemos nossas bandeiras e convicções, independentemente de governos”, disse a Fiesp, presidida por Paulo Skaf, filiado ao PMDB.

Sem muitas saídas, a ala política do governo já procurava desde ontem minimizar o estrago pregando que o aumento não terá grande impacto no bolso do consumidor. Além disso, o efeito na inflação seria amenizado porque a gasolina tem sofrido seguidas reduções de preços. Esta é a segunda vez no ano que o governo aumenta impostos para tentar cumprir a meta de déficit primário de R$ 139 bilhões. Em março, foi anunciado o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras para cooperativas de crédito.

O governo também tenta reonerar a folha de pagamento para 50 setores. A ideia era voltar a recolher a contribuição previdenciária sobre salários pagos, e não sobre o faturamento. A medida entraria em vigor este mês – e reforçaria em R$ 2,2 bilhões a arrecadação de tributos -, mas relatório aprovado no Congresso adiou a cobrança para 2018.

Por que o próximo iPhone pode ser o mais caro da história

O novo iPhone deve ser o mais caro da história. Mas essa é uma equação mais complexa do que a sede de dinheiro da Apple

Por Victor Caputo

Em meio aos muitos boatos sobre a nova geração de iPhones, um assusta: o novo iPhone pode ser o mais caro da história.

A expectativa é que neste ano a Apple traga três novos modelos do iPhone . Dois seriam já esperados, o iPhone 7s e o iPhone 7S, sem mudanças de design em relação ao modelo lançado no ano passado e com novidades tecnológicas mais tímidas.

A principal novidade seria um iPhone topo de linha com design renovado. Os rumores apontam para um display OLED ocupando quase que toda a porção frontal do aparelho, um sensor de reconhecimento facial e tecnologia para carregadores sem fio. Ah, espere também um preço mais alto.

Lançar um novo iPhone significa ter demando por milhões de peças disponíveis para montar os smartphones. “A Apple não pode inserir nenhuma tecnologia ou peça que não possa ser fabricada mais de 200 milhões de vezes por ano”, lembra a Macworld em um texto—200 milhões é a média de iPhones vendidos anualmente.

Revitalização da Rua 14 de Julho, em Campo Grande, será a primeira a ser licitada


                                           Foto:Divulgação


A primeira licitação para as obras do Projeto Reviva Centro prevê investimento inicial de R$ 70 milhões na Rua 14 de Julho, entre a Avenida Fernando Corrêa da Costa e a Avenida Mato Grosso.

Depois de insistir por oito anos, a prefeitura lançará em agosto o primeiro edital de concorrência para usar os US$ 56 milhões (equivalentes a R$ 175 milhões), emprestados do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), na revitalização da área central da Capital.

O valor desta primeira etapa corresponde a 40% do total de recursos disponibilizados pelo projeto, os quais serão liberados conforme o andamento das obras. Ontem, o prefeito Marcos Trad esteve em Brasília e apresentou as últimas atualizações das planilhas necessárias para abertura da licitação.

De acordo com a diretora-executiva de Planejamento e Gestão Estratégica do município, Catiana Sabadin Zamarrenho, as alterações apresentadas são relativas ao projeto de embutimento da rede elétrica.

Entres os diferenciais das licitações necessárias para o Reviva Centro está a possibilidade de participação de empresas internacionais, portanto o processo não seguirá a Lei 8.666/90 (Lei das Licitações).

Rádio Cultura AM migra para FM



A próxima segunda-feira será histórica para as emissoras de rádio de Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso que operam em amplitude modulada, a AM.

É neste dia que o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, virá à Capital assinar autorização para que 22 delas migrem para a frequência modulada, e se juntem às FMs.

Eventos em Campo Grande neste fim de semana


                                          Foto:Divulgação

A Casa do Luis

A Casa do Luis está atendendo de segunda a sábado,das 15h as 23h.
Comida confortável, também em opções vegan e s/gluter,Porções, Pasteis, coxinhas
 wraps, Sanduiches e pizzas.
Rua: Gonçalves Dias 383- Bairro Monte Libano


Shows

Zé Pretin Bluesman - O Cantor sobe ao palco do Sesc para apresentar seu repertório com uma mistura de blues e músicas caipiras que aprendeu ainda menino. A entrada é gratuita.

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 20h
Local: Sesc Morada dos Baís - Avenida Noroeste, 5140, Centro.

Samantha Caracante - Atriz, bailarina e cantora apresenta o espetáculo "Mil Palavras - EnCanto 100 Amarras", acompanhada do trio formado por  Ivan Cruz comandando violão 7 cordas, guitarra, flauta e bandolim, o músico Romualdo Costa no saxofone e sanfona, e Ceará na percussão e bateria. A entrada é gratuita.

Dia: Sexta-Feira (21) e Sábado (22)
Horário: 20h
Local: Teatro Prosa no Sesc Horto.



Boiler Drama - A noite começa com a comemoração do aniversário e procede com Dj Peaga. A entrada custará R$ 5,00.

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 20h
Local: Drama Bar - Avenida Estados, 21, Jardim dos Estados.

Sauna - Na primeira edição a festa promete muita diversão e já começa dando brindes aos primeiros duzentos convidados. A entrada custará R$ 10,00 (a noite toda).

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 23h30
Local: Bar Fly (porão) - Rua Pajuçara, 201, Chácara Cachoeira.

Slumber Party - O Sis Lounge apresenta mais um edição da festa do pijama. A entrada custará R$ 10,00 (com Pijamas), R$ 15,00 (sem pijamas até 01h) e R$ 20,00 (após 01h).

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 00h
Local: Sis Lounge - Rua Dr. Zerbini, 53, Chácara Cachoeira.

Doutorada III - As atléticas tradicionais da federal se juntaram novamente pra realizar mais uma edição da festa Doutorada. Os ingressos estão no lote extra por R$ 60,00.

Dia: Sábado (22)
Horário: 22h
Local: Tartesal de Elite Acrisul - Rua Américo Carlos da Costa, 320, Vila Piratininga.

Na sua cara - A In off promove mais uma festa para o público pirar, a primeira de Na sua cara chega com tudo e traz uma hora de surpresa para os convidados. Os ingressos estão no primeiro lote por R$ 15,00 (antecipado) e na portaria irá custar R$ 20,00.

Dia: Sábado (22)
Horário: 23h
Local: Bar Fly - Rua Pajuçara, 201, Chácara Cachoeira.

Festas Julinas

Arraiá ArtFísica - A casa oferece a quinta edição da festança, com comidas e bebidas típicas. A entrada custará R$ 10,00.

Dia: Sábado (22)
Horário: 19h
Local:Estância das Flores - Avenida Cônsul Assaf Trad, 3484, Cel. Antonino.

Arraiá Quadrangular - A igreja Evangelho Quadrangular oferece a primeira edição da festança, com comidas e bebidas típicas. A entrada é gratuita.

Dia: Sábado (22)
Horário: 18h
Local: Igreja do Evangelho Quadrangular - Rua do Aquário, 457, Vila Nhanhá.

Arraiá Al Capone - O bar oferece pela primeira vez a festa, com direito a comidas e bebidas típicas regadas ao som do rock. A entrada é gratuita.

Dia: Sábado 922)
Horário: 18h
Local: Al Capone - Rua Jurema, 301, Amambaí.

Arraiá Rabiscada - O Rabisco Bar abre as portas e também comemora a festança julina, com comidas e bebidas típicas. A entrada é gratuita.

Dia: Sábado (22)
Horário: 16h
Local: Rabisco Bar - Rua Doutor Bezerra de Menezes, 933, Vila Planalto.



Fusion Caridade – Em sua segunda edição, o projeto oferece um evento voltado a arrecadações de alimentos e em troca retribui com muita diversão ao público. A entrada custará R$ 5,00 ou 1kg de alimento não perícivel.

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 19h
Local: Rota Acústica – Rua Desembargador Neto Leão do Carmo, sn, Jardim Veraneio.

Crew – O Genuíno Arte e Destilaria vira palco de estréia para Crew, influenciada por grandes casas noturnas de black music, surge com a necessidade de tornar a noite de Campo Grande ainda mais efervescente, eclética e interessante. A entrada é gratuita.

Dia: Sábado (22)
Horário: 18h
Local: Genuíno Arte e Destilaria – Rua Aporé, 97, Amambaí.

Som de Mina - Uma noite com todos os ritmos musicais, todos os gingados sensuais, o nosso interesse acima de tudo é trazer a voz das mulheres pros nossos roles. A entrada custará R$ 3,00.

Dia: Sábado (22)
Horário: 21h
Local: Holândes Voador – Avenida Calógeras, Centro.

Domingueira Recycle – Um rolê alternativo preparado com os principais Dj,s da cidade, muito Funk, hip hop e música eletrônica. A entrada custará R$ 10,00 (até ás 21h) e R$ 15,00 (após ás 21).

Dia: Domingo (23)
Horário: 19h
Local: Recycle Club – Avenida Calógeras, 3302, Centro.

Rolezão – No domingo o bar fly prepara um rolê daqueles com muito funk, pop e hip hop. A entrada custará R$ 5,00.

Dia: Domingo (23)
Horário:16h
Local: Bar Fly – Rua Pajuçara, 201, Chácara Cachoeira.

Sopão de Rimas - O Sopão de Rimas vem pra unir o hip-hop campograndense e o coletivo cultural mais festeiro da cidade pra tentar amenizar o frio da galera distribuindo sopão e doando casacos e cobertores pra quem tá em situação de rua. A entrada é gratuita.

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 19h
Local: Holândes Voador – Avenida Calógeras, Centro.

Teatro

Cada um com seus probrema - Famosa comédia "Cada um com seus pobrema" do ator e humorista Marcelo Médici, chega a capital e promete atrair todos os públicos. Os ingressos custão R$120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia) setor A, R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia) setor B e R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) setor C.

Dia: Sábado e Domingo (22 e 23)
Horário: 21h (sábado) e 19h (domingo)
Local: Teatro Glauce Rocha – Rua Pedro de Carvalho, sn, Cidade Universitária.

Só.Corro - É uma homenagem às mulheres que lutam todos os dias. A peça é uma possibilidade de se comunicar com uma plateia de diferentes camadas sociais. O espetáculo tem surpreendido diversos movimentos feministas, pela sua capacidade de comunicação sobre questões femininas. Os ingressos custarão R$10,00.

Dia: Sábado (22)
Horário: 17h
Local: Teatral Grupo de Risco - Rua José Antônio,2170, Centro.

Artes

Marco – O Museu abre para segunda temporada de exposições com “Primitivos”, uma coletiva de Agnes Rodrigues. A entrada é gratuita. A exposição irá até 17 de setembro de 2017.

Dia: Sábado e Domingo (22 e 23)

Horário: 14h

Local: Museu de Arte Contemporânea - Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000,Parque das Nações Indígenas.

Casas Noturnas

Jack Music Pub – A banda Naip estreia na casa e promete um show de tirar o fôlego de todo o público. A entrada custará R$ 20,00.

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 22h
Local: Jack Music Pub – Rua 15 de Novembro, 2098, Jardim dos Estados.

Sai de Baixo Pub – A casa traz a festa Rolezeira na edição a melhor do baile. A entrada custará R$ 10,00 (confirmando presença) e R$ 15,00 (sem confirmação).

Dia: Sexta-feira (21)
Horário: 23h30
Local: Sai de Baixo Pub – Rua Euclides da Cunha, 719, Jardim dos Estados.


Ladob

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Bombeiros encontram carro com mãe e filha mortas afogadas


  Correio do Estado                                                        Foto:whatApp-reprodução
Elas morreram depois que veículo caiu em rio na MS-145

Equipe do Corpo de Bombeiros localizou no final da manhã de hoje o carro que estava submerso no Rio Vacaria. Dentro dele, havia os corpos de Maria Auxiliadora Vilhal Demazi e sua filha Maria Rita Vilhal Demazi, de 12 anos. Elas morreram afogadas depois que carro em que estavam caiu no rio com aproximadamente três metros de profundidade. Acidente aconteceu ontem à tarde na MS-145, no Distrito de Ipezal, na cidade de Ivinhema.

De acordo com o site Ivinotícias, Roberto Carlos Demazi, de 59 anos, relatou que conduzia veículo Palio, acompanhado da esposa e da filha, quando tentou desviar de outro carro na rodovia. Condutor perdeu controle da direção, carro colidiu contra mureta de proteção da ponte e caiu no rio.

Roberto contou que conseguiu sair do veículo pela janela traseira. Já Maria Auxiliadora e Maria Rita não tiveram a mesma sorte. Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas não conseguiu encontrar as vítimas ontem.

As buscas foram retomadas hoje, quando socorristas encontraram o carro com os corpos.

Sérgio Sá Leitão será o novo ministro da Cultura



Agência Brasil                      Foto:Divulgação


O atual diretor da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Sérgio Sá Leitão, é o novo ministro da Cultura. O convite para que ele ocupe o cargo foi feito hoje (20) pelo presidente Michel Temer, de acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República.

Além da passagem pela direção da Ancine, para onde teve a indicação aprovada em abril pelo Senado, Leitão ocupou a chefia de gabinete do Ministério da Cultura durante a gestão do ex-ministro Gilberto Gil e foi secretário municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Em nota, a Presidência informa que Leitão tem reconhecida experiência na área cultural.

Sérgio Sá Leitão assume o comando da Cultura no lugar no ministro interino João Batista de Andrade. Então secretário executivo da Cultura, Andrade assumiu interinamente o cargo de ministro em maio, após o deputado Roberto Freire (PPS-PE) anunciar a saída do cargo.

Morre Marco Aurélio Garcia


Estadão                               Foto:Divulgação/Estadão



Morreu nessa quinta-feira, 20,  o ex-assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais e ex-presidente do PT, Marco Aurélio Garcia.

Um dos principais formuladores da política externa durante a gestão Dilma Rousseff , ele foi vítima de um ataque cardíaco fulminante. Garcia era professor aposentado do Departamento de História das Universidade de Campinas (UNICAMP).

Vocalista do Linkin Park, Chester Bennington, é encontrado morto


     ZH                                     Foto: TMZ / Reprodução

Segundo o site TMZ, corpo do cantor apresenta sinais de suicídio


Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, foi encontrado morto com sinais de suicídio. De acordo com o site TMZ, o corpo do cantor de 41 anos foi localizado na manhã desta quinta-feira, na cidade de Palos Verdes Estates, no condado de Los Angeles, na Califórnia. Bennington deixa seis filhos de dois casamentos.

O artista lutou por anos contra as drogas e o álcool. No passado, ele declarou que já havia considerado o suicídio por ter sido abusado na infância por um homem mais velho.

Bennington era muito próximo do cantor Chris Cornell, ex-integrante dos grupos Soundgarden e Audioslave, que cometeu suicídio em maio e completaria 53 anos nesta quinta (20). Na época da morte, o vocalista escreveu uma carta aberta para o amigo.

Cerca de duas horas antes da confirmação da morte de Chester Bennington, o Linkin Park divulgou o clipe de Talking To Myself, faixa integrante do último álbum da banda, One More Light, lançado em maio deste ano.


Clássicos nacionais definirão briga entre Corinthians e Grêmio no 1º turno

FolhaPress                          Foto: Foto: Marcos Ribolli



A disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro esquentou mais uma vez após os resultados da 15ª rodada. Depois do empate do Corinthians com o Avaí e o triunfo do Grêmio sobre o Vitória, a diferença entre os líderes, que já foi de dez, caiu para seis pontos.

Na reta final do primeiro turno, a disputa será marcada por uma série de clássicos nacionais. O Corinthians enfrentará Fluminense (fora), Flamengo (casa) e Atlético-MG (fora) em sequência. Por fim, receberá o Sport em casa.

O Grêmio, por sua vez, terá pela frente São Paulo (fora), Santos (casa) e Atlético-MG (casa). Na penúltima rodada, o time de Renato Gaúcho medirá forças como Atlético-GO fora de casa.

É justamente essa sequência que vai definir o primeiro turno e, quem sabe, desenhar o restante do Brasileiro. Nas últimas rodadas, o Corinthians viu a diferença quase cair pela metade. Após bater o rival na confronto direto em Porto Alegre, a vantagem chegou a quatro pontos. Nos jogos seguintes, a diferença aumentou e chegou a dez pontos ao fim da 13ª rodada.

Além dos empates com Atlético-PR em casa e Avaí fora, o Corinthians viu o maior adversário no Brasileirão vencer dois duelos seguidos, diante de Ponte Preta, em Porto Alegre, e Vitória, em Salvador. A zona de classificação para a Libertadores ainda traz o Santos, terceiro colocado com 27 pontos, Flamengo (25 pontos). Palmeiras (23) e Botafogo (22) - o alvinegro carioca pode assumir a quarta posição nesta quinta, caso vença o Atlético-PR em Curitiba.

Confira os duelos restantes de Corinthians e Grêmio no 1º turno:

- Jogos do Corinthians
Fluminense (Maracanã)
Flamengo (Arena Corinthians)
Atlético-MG (Independência)
Sport (Arena Corinthians)
- Jogos do Grêmio
São Paulo (Morumbi)
Santos (Arena do Grêmio)
Atlético-GO (Olímpico)
Atlético-MG (Arena do Grêmio)

Fachin manda arquivar denúncia contra Zeca do PT na Lava Jato



Jornal Correio do Estado        Foto:Divulgaçpão





Denúncia contra o deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, foi arquivada ontem pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator dos processos da Operação Lava Jato, Luiz Edson Fachin.

Para quitar despesas da campanha eleitoral de 2004, o petista e na época governador de Mato Grosso do Sul teria feito repasses de caixa dois. A acusação consta na delação premiada da publicitária Mônica Moura — esposa do marqueteiro João Santana.

À Polícia Federal, Mônica relatou que a campanha do então candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Vander Loubet (PT) “teve um caixa 2 bem grande”.

O casal foi contratado para fazer o marketing do PT em diversas disputas eleitorais, inclusive esta, do qual o ex-governador é acusado de efetuar o pagamento irregular.

No contrato de quase R$ 4 milhões, a maior parte foi paga por fora pelo Zeca do PT e o ex-senador Delcídio do Amaral.

“Foi feito um contratinho mínimo com o PT local”, disse a publicitária. Ainda conforme ela, Delcídio pagava o caixa 2 pessoalmente, pois “nunca deixou ninguém pagar por ele”.

Já Zeca do PT tinha um intermediário para  os pagamentos. À Justiça Eleitoral, Vander Loubet informou que o trabalho dos marqueteiros custou R$ 250 mil.

Estreia D.P.A.: Detetives do Prédio Azul



Um pequeno prédio azul, na cidade do Rio de Janeiro, é o principal cenário desta aventura infanto-juvenil nacional protagonizada por Pippo (Pedro Henriques Motta), Sol (Leticia Braga) e Bento (Anderson Lima), que se infiltram numa festa da síndica do local (Tamara Taxman), uma bruxa de verdade.

Uma série de crimes acontece durante o evento, e o prédio amanhece com várias rachaduras, e deverá ser implodido. Para evitar perderem seus apartamentos e se separarem, as três crianças investigam o que aconteceu na festa. Para resolver o problema, contarão com a ajuda dos detetives originais (Caio Manhente, Letícia Pedro e Cauê Campos).

Com um ar um tanto nostálgico, que lembra os livros da série Vaga-Lume, – mas também repleto de modernidade –, “D.P.A. – Detetives do Prédio Azul” também traz no elenco Mariana Ximenes, Aílton Graça e Maria Clara Gueiros.

(Por Alysson Oliveira e Neusa Barbosa, do Cineweb)

Estreia Monsieur & Madame Adelman

 Victor (interpretado pelo roteirista e diretor do filme Nicolas Bedos) é um aspirante a escritor que fica indignado de inveja quando, nos anos 70, Patrick Modiano ganha um prestigioso prêmio literário: “Os livros dele são ruins e convencionais. Livros escritos pelo vovô!”, pragueja em direção à televisão. Curiosamente, essas mesmas palavras podem ser empregadas em relação a esta comédia francesa.
O longa acompanha o relacionamento de 45 anos entre o personagem e sua mulher (Doria Tillier) de forma enfadonha e anacrônica. É um filme que parece empoeirado em seu retrato sem colorido ou sagacidade de um casal comum e, na verdade, um tanto histérico.
Sem uma história de amor notável – ou algo que cinematograficamente o justifique –, o longa guarda uma reviravolta tola para o final, que supostamente recolocaria tudo em perspectiva.

Estreia Tal Mãe, Tal Filha



- Juliette Binoche é uma grande atriz dramática, mas raramente acerta na comédia – e uma das provas disso é “Tal Mãe, Tal Filha”, de Noémie Saglio. No filme, ela interpreta Mado, mulher de quase 50 anos e pouco ajuizada, ao contrário de sua filha, Avril (Camille Cottin), de 30 anos, e dona de uma vida bem mais regrada.

Quando Avril engravida, no entanto, Mado fica indignada – não se imagina uma avó! Porém, ela mesma acaba tendo uma recaída com o ex-marido (Lambert Wilson), e também engravida, o que gera uma competição emocional entre as duas mulheres.

Com personagens que beiram a histeria e/ou a idiotice, a comédia é incapaz de extrair uma gota de humanidade ou humor genuíno das situações. Tudo é exagerado, caricato e enfadonho. Talvez um eventual futuro remake americano seja mais competente, se acertar o tom.

Estreia "Transformers – O Último Cavaleiro"


- A boa notícia no novo “Transformers” é que, pelo preço de um filme, vê-se meia dúzia. A má notícia é que nenhum deles é exatamente bom – mas isso também não é novidade em se tratando da franquia. Dirigido por Michael Bay, o longa retrata uma guerra entre robôs gigantes de outro planeta que querem dominar a Terra.

Os humanos – Mark Wahlberg e Anthony Hopkins, entre outros – são coadjuvantes que servem para ser arremessados e/ou pisados pelas criaturas. O filme começa na Inglaterra medieval e cria um pretexto para ligar a lenda do Rei Arthur às criaturas alienígenas.

A bem da verdade, a sub-trama arthuriana é até divertida e criativa – mais inventiva do que o filme inteiro de Guy Ritchie, o recente “Rei Arthur – A Lenda da Espada”. Mas está tão soterrada de ferro-velho galáctico que se transforma num robô que, quando vem à tona, é tarde demais.

Estreia De Canção em Canção"

- Vencedor de um Urso de Ouro em Berlim (“Além da Linha Vermelha”, 1999) e de uma Palma de Ouro em Cannes (“A Árvore da Vida”, 2011), o norte-americano Terrence Malick tornou-se um diretor cult, de quem sempre se espera o próximo filme.

Seu nono longa é “De Canção em Canção”, em que ele explora a cena roqueira em Austin, Texas, a partir do envolvimento amoroso de alguns personagens. São eles a jovem compositora Faye (Rooney Mara), o poderoso produtor Cook (Michael Fassbender) e um músico promissor, BV (Ryan Gosling). Os três formam um triângulo amoroso, no qual futuramente duas outras mulheres fora da cena musical terão um papel: Amanda (Cate Blanchett), que se aproxima de BV, e Rhonda (Natalie Portman), que se envolve com Cook.

Atrações à parte estão nas participações de músicos de várias gerações, como Patti Smith, Iggy Pop, Red Hot Chili Peppers, Lykke Li, Black Lips e John Lydon.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Moro confisca R$ 606 mil de Lula



                                 (Miguel SCHINCARIOL/AFP)

Dinheiro estava em quatro contas bancárias do ex-presidente

Por Ernesto Neves/veja

Por ordem do juiz Sergio Moro, o Banco Central acaba de bloquear R$ 606.727 pertencentes ao ex-presidente Lula.

O dinheiro estava depositado em quatro contas bancárias do ex-presidente: R$ 397.636 no Banco do Brasil, R$ 123.831 na Caixa Econômica Federal, R$ 63.702 no Bradesco e R$ 21.557 no Itaú.

O confisco inclui ainda três imóveis, localizados em São Bernardo do Campo, um terreno e dois automóveis.

Na sentença em que condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão pelo tríplex, Moro havia exigido o pagamento de R$ 16 milhões. O valor é referente a uma conta que seria usada pela empreiteira OAS para abastecer o PT e será devolvido à Petrobras.

“Como já decretado o sequestro e o confisco do apartamento, o valor correspondente deve ser descontado dos dezesseis milhões, restando R$ 13.747.528”, disse Moro no documento em que pede o sequestro.

“Cabe, portanto, a constrição de bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  até o montante de R$ 13.747.528″, escreveu o magistrado.

O pedido de sequestro foi feito pelo Ministério Público Federal. Esse requerimento do MPF incluiu também dona Marisa. A ex-primeira-dama faleceu no dia 3 de fevereiro, e teve sua pena extinta.

Polícia Federal confirma acordo de delação com o empresário Marcos Valério


G1                                      Foto;Divulgação
A delação é referente ao processo conhecido como "mensalão tucano"

O presário Marcos Valério Fernandes assinou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal no processo conhecido como "mensalão tucano". A colaboração foi assinada no dia 6 de julho deste ano.

A informação foi confirmada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (19). Como parte da conclusão da colaboração, o juiz da Vara de Execuções Penais de Contagem autorizou a transferência de Marcos Valério, que estava preso na Penitenciária Nelson Hungria, para a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais.

Valério foi condenado a 37 anos e 5 meses de prisão no julgamento do mensalão do PT e é réu em ação penal do mensalão tucano.

Segundo a PF, o processo foi encaminhado para o Supremo Tribunal Federal (STF). Já o Supremo não confirma a existência de tal processo.

De acordo com o despacho do juiz Wagner de Oliveira Cavalieri, "tal sentenciado é presumidamente possuidor de inúmeras informações de interessa da Justiça e da sociedade brasileira, motivo pelo qual inegável o interesse público em suas declarações sobre fatos ilícitos diversos que envolvem a república".

Em junho de 2016, a defesa de Valério entregou ao Ministério Público uma oferta de delação premiada sobre o mensalão tucano. Em 24 de março de 2017, a promotoria informou que não havia interesse por parte do órgão na delação do réu e recusou o procedimento.

O advogado de Marcos Valério, Jean Robert Kobayashi Júnior, disse que não vai se manifestar sobre o acordo de delação premiada porque a defesa trata o assunto com "muita cautela".

Procon multa três pizzarias por cobrar valor mais caro em pizzas de dois sabores

                                          Foto;Divulgação
Acordo firmado com a Abrasel é que preço cobrado seja média dos sabores
Por BÁRVARA CAVALCANTI

Pizzarias nos bairros Vila Duque de Caxias, Taquarussu e Coophavilla foram multadas por cobrar o valor da pizza mais cara, em pedidos de pizzas de dois sabores. Após fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS), os três estabelecimentos foram multados por não cumprir acordo firmado em maio com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel-MS). Entre as entidades ficou decidido que o preço justo da pizza é a média variável de cada sabor escolhido.

A fiscalização foi realizada após denúncias de cobrança da pizza meio a meio pelo preço do sabor mais caro. Conforme divulgado pelo Procon, a fiscalização foi feita no mês passado, com pedidos por ligação telefônica. Na simulação, agentes do Procon pediram os mesmos sabores de pizza informados nas denúncias pelo Disque Denúncia 151. Nos três estabelecimentos multados, o valor cobrado era o mais caro.

O entendimento de que o preço justo da pizza de diferentes sabores é a média variável de cada um, é também orientação da Abrasel. O acordo entre Procon e Associação foi firmado no dia 9 de maio, quando também foi concedido prazo de 30 dias para adequação dos cardápios dos estabelecimentos e demais informações direcionadas aos consumidores. Após este prazo, o Procon deu início às fiscalizações, inclusive às denúncias.

Ao todo, cinco pizzarias foram denunciadas, mas apenas três efetivamente não estavam cumprindo com a norma. O Procon também informa que, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o consumidor deve pagar pelo serviço efetivamente prestado e é proibido exigir qualquer vantagem excessiva.

Google redesenha aplicativo de buscas com feed personalizado

Reuters
O Google anunciou nesta quarta-feira uma reforma de seu mecanismo de buscas em dispositivos móveis, incluindo um feed personalizado de links sobre hobbies, viagens, esportes e outros tópicos, um movimento que coloca a empresa em competição mais direta com redes sociais como o Facebook.
O Google, maior mecanismo de buscas do mundo e uma unidade da Alphabet, disse que as mudanças começariam a ser lançadas nos Estados Unidos nesta quarta-feira e em outros países nas próximas semanas.
A nova oferta se chama "Google Feed", um nome que pode gerar comparações com o "News Feed" do Facebook, uma ferramenta da rede social que mostra atualizações de amigos, familiares e outras fontes.
O Google disse, no entanto, que não estava tentando copiar o Facebook, maior rede social do mundo. Em vez disso, a empresa disse que queria criar um outro lugar para ver uma fonte de resultados de buscas interessantes.
"Este feed é realmente sobre os seus interesses... Não é sobre o que os seus amigos estão interessados", disse o vice-presidente do Google para engenharia, Ben Gomes, em uma coletiva de imprensa com repórteres.
As atualizações mais comuns incluem um link para um site com dicas sobre destinos para as próximas férias, ou link para uma página sobre ciclismo ou outro hobby, disse a empresa.
Não há planos imediatos para incluir publicidade no Google Feed, disse Gomes.
Por David Ingram

Paralamas do Sucesso lança música inédita

Rockdeverdade

O Paralamas do Sucesso lançou a inédita “Sinais do Sim”, que também é a faixa título do seu novo disco.

A sonoridade lembra o pop rock da década de 80 que tornou a banda famosa e traz o som que é tão característico do grupo formado por Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone.

A música, no entanto, não é exatamente inédita. Ao longo da segunda metade de 2016 ela foi tocada para os fãs em alguns shows ao vivo. O lançamento oficial veio juntamente com o lyric video que você pode conferir.

No ano passado, inclusive, a banda lançou um documentário em comemoração aos 30 anos de Selvagem?. O álbum, terceiro dos Paralamas, foi um dos mais importantes da carreira do grupo, cujas sonoridade e temática soam atuais até hoje.

O que sabemos até agora do novo álbum

Sinais do Sim foi gravado em março no Rio de Janeiro, e já está quase tudo pronto para seu lançamento. Foi mixado por Mario Caldato Jr, produtor que trabalhou com os Beastie Boys e Jack Johnson, entre outros.

Dentre as faixas, além da já divulgada, o álbum contará com uma cover da canção “Medo do Medo”, da rapper portuguesa Capicua, que já trabalhou com Emicida. Uma regravação de “Cuando Pase el Temblor”, sucesso da banda argentina Soda Stereo, também está na tracklist.

O novo álbum, gravado pela Universal Music, chegará ao mercado no próximo dia 4 de Agosto.

Madonna busca impedir leilão em Nova York de carta de término de namoro com Tupac Shakur


                                          Foto:Divulgação




Reuters

 A cantora Madonna tentou interromper nesta terça-feira um leilão que irá acontecer de uma carta feita na prisão pelo rapper Tupac Shakur e uma anotação, na qual chamava a cantora Whitney Houston e a atriz Sharon Stone de “horrivelmente medíocres”.

A cantora de “Rebel Heart” apresentou um pedido de ordem de restrição temporária na Suprema Corte de Nova York contra a casa de leilões Gotta Have It Collectibles, em Nova York, para parar a venda, programada para começar na quarta-feira.

Madonna disse em documentos judiciais que não estava ciente até ler em reportagens da mídia que muitos dos itens listados para leilão, incluindo a carta do ex-namorado Shakur, não estavam mais em sua posse.

Os itens foram consignados para leilão por Darlene Lutz, uma mulher que Madonna descreveu em documentos judiciais como uma ex-amiga e consultora de arte, que disse ter “traído minha confiança em uma tentativa revoltante de obter minhas posses sem meu conhecimento ou consentimento”.

Um representante da casa de leilões e Lutz disseram em um comunicado por e-mail que o esforço de Madonna para interromper a venda era "uma ação completamente sem fundamento e sem mérito", e eles desafiariam suas reivindicações no tribunal.

Na carta a Madonna datada em janeiro de 1995 e escrita em uma época em que Shakur estava na prisão por abuso sexual, ele escreveu que terminou o romance porque sentia que namorar uma mulher branca poderia prejudicar sua carreira.

“Sinto que por conta de minha ‘imagem’ estaria desapontando metade das pessoas que me transformaram no que eu pensava ser. Nunca quis te machucar”, escreveu Shakur para Madonna. Shakur tinha somente 25 anos quando foi morto a tiros em Las Vegas em setembro de 1996.

Entre os 20 itens que Madonna busca remover da venda também estão um par de calcinhas, um antigo talão de cheques, uma escova de cabelo e fotos pessoais.

Em outra carta que foi escrita no início da década de 1990, Madonna escreveu sobre sua frustração por não ter uma carreira musical como a de Houston ou uma carreira no cinema como Stone.

“Não porque eu quero ser estas mulheres – porque eu preferia morrer, mas elas são tão horrivelmente medíocres e sempre são usadas como modelos de virtude (ou) algum tipo de medida para me humilhar”, disse ela na carta.

Houston morreu afogada em uma banheira de um hotel em Beverly Hills em 2012.

Sharon Stone respondeu em publicação no Facebook na semana passada que é uma amiga de Madonna, dizendo: “Eu amo e adoro você; não serei contra você por conta de qualquer invasão de suas jornadas pessoais”.

Reportagem de Jill Serjeant

Caseiro e filhos mataram ex-vereador e esposa para roubar camionete





O ex-vereador de Campo Grande, Cristóvão Silveira (PSDB), e a esposa dele Fátima, foram mortos a facadas na noite de terça-feira (18), em Campo Grande. O crime aconteceu em uma chácara da família, na MS-080, saída para Rochedo. Conforme a polícia, e a mulher teve parte do corpo carbonizado.

Segundo o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque), o caseiro da chácara e um filho dele foram presos. A caminhonete do casal foi roubada e recuperada após troca de tiros e capotagem a 7 quilômetros de Corumbá. Os ocupantes fugiram.

A polícia foi avisada sobre o crime e foi para a região. Quando o BPChoque chegava na chácara, se deparou com um homem machucado caminhando. Ele disse aos policiais que os ferimentos eram por conta de um assalto e foi socorrido para a Santa Casa.

Os militares suspeitaram das declarações do homem e no caminho para o hospital fizeram mais perguntas e as respostas foram contraditórias. A Polícia Civil foi à Santa Casa e após receber alta, o homem disse que era caseiro da chácara do ex-vereador e confessou o crime, sendo preso.

O filho do caseiro foi preso pelo BPChoque em Aquidauana com alguns objetos roubados, dentre eles um televisor. A PM procura agora os dois ocupantes da caminhonete roubada das vítimas, que parou em barranco da BR-262 após troca de tiros.

O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Repressão a Rouba a Banco, Assantos e Sequestros (Garras).

De acordo com Câmara Municipal de Campo Grande, Silveira foi vereador por cinco legislaturas, entre 1997 e 2012.

Garras prende dois suspeitos de assassinar ex-vereador e esposa






O delegado Fábio Peró, do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), confirmou a prisão de dois suspeitos de assassinar o ex-vereador de Campo Grande Cristóvão Silveira. Ele foi assassinado a facadas junto com a esposa, Fátima Silveira.

Conforme informações iniciais, o casal teria sido morto pelo caseiro da chácara onde estavam, na MS-080 em Campo Grande, com a ajuda dos filhos do funcionário.

Logo depois do crime eles fugiram em uma camionete, já o caseiro foi preso pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Rouba a Banco, Assaltos e Sequestros). Não há informações sobre a motivação do crime.

Cristóvão Silveira foi vereador por cinco mandatos e deixou a câmara em 2012, quando não se candidatou a reeleição. Ele foi vereador pelo PSDB e é o autor da Lei da Cantina Saudável

Mandetta admite fusão do PSD e PSB com DEM

                       
Intenção é criar força para a disputa eleitoral


Para entrar na disputa eleitoral com força igual à dos partidos grandes, o DEM, do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (MS), articula a fusão com o PSD, do prefeito Marcos Trad, “e com outras siglas que tenham a mesma ideologia que a nossa”.reportagem, de Tavane Ferraresi, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

“Tudo isso para ter mais viabilidade de eleger nos estados governador, senador e, também, ter mais tempo de TV”, explicou Mandetta. Para ser validada, a união dos partidos tem de ocorrer até um ano antes das eleições.

Além da igualdade com legendas como PMDB, PSDB e PT, o DEM também busca a cooptação de parlamentares descontentes. Isso porque, pela legislação atual, deputados e vereadores só podem realizar a troca partidária – sem correr o risco de perder o mandato, se forem para um partido recém-criado ou decorrente da união de legendas.

O entendimento é de que o mandato pertence ao partido que elegeu o candidato. Senadores, prefeitos e governadores, no entanto, não estão sujeitos a esta regra, pois são titulares de cargos majoritários.

“Acontecendo a fusão do DEM e PSD ou do DEM com qualquer outra legenda pequena, esses descontentes terão oportunidade para trocar de partido”, ressaltou.

Ex-vereador e esposa são assassinados a facadas em Campo Grande


Correio do Estado                Foto:facebook
Autores do crime fugiram com a caminhonete das vítimas

O ex-vereador de Campo Grande, Cristóvão Silveira e a esposa Fátima Silveira foram assassinados a facadas. Crime aconteceu por volta das 20h de ontem, na chácara da família, que fica na MS-080, região da saída para Rochedo, a cerca de 30 quilômetros da Capital.

Segundo informações da polícia, os assassinatos teriam sido praticados pelo caseiro da chácara, que contou com ajuda dos filhos. Após cometerem os crimes, os autores fugiram com a caminhonete do ex-vereador.

Caseiro teria sido preso em flagrante por equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras). Informações preliminares também dão conta de investigadores prenderam um segundo envolvido nesta manhã.

terça-feira, 18 de julho de 2017

28º Prêmio da Música celebra a carreira de Ney Matogrosso


Folhapress                          Foto;Divulgação


Com uma cerimônia feita na base da camaradagem, onde nenhum convidado receberá cachê, a 28ª edição do Prêmio da Música Brasileira homenageará Ney Matogrosso, na noite desta quarta (19).

A crise econômica deixou a tradicional premiação sem patrocinador e levou seu criador, José Maurício Machline, a apelar para os contatos e para uma inédita venda de ingressos ao público. O evento começa às 21h, no Theatro Municipal do Rio, e será transmitido pelo Canal Brasil.

A lista de convidados que se apresentarão mostra a importância que a classe artística dá ao prêmio e a seu homenageado deste ano.

Chico Buarque (cantando a sua "As Vitrines") e Ivete Sangalo (com o clássico "Sangue Latino") são os carros-chefe, numa seleção que tem também jovens como Karol Conka ("Homem com H"), Alice Caymmi e Laila Garin ("Bomba H") e BaianaSystem ("Inclassificáveis").

"Ele é uma grande referência pra gente, de tudo. Não só de música, mas como personificação da arte, como alguém que mostra sua verdade no palco", diz Russo Passapusso, vocalista do BaianaSystem.
O grupo é um dos principais concorrentes aos prêmios da noite, disputando três categorias: revelação, projeto visual e melhor grupo de pop/rock/reggae/hip hop/funk.

Outra que estará em dupla função, se apresentando e concorrendo (como melhor cantora na categoria canção popular), é Ivete Sangalo. Ela diz que Ney é "um artista à frente do seu tempo".

"Inovador, corajoso e com um nível de interpretação altíssimo. Sua maneira de cantar sempre foi cheia de personalidade. Do ponto de vista performático, ele sempre será uma das melhores referências", diz a baiana.

O próprio homenageado também terá espaço no palco, interpretando seis canções: "Melodia Sentimental", "Bamboleô", "Novamente", "Rosa de Hiroshima", "Balada do Louco" e "Pro Dia Nascer Feliz".
"O que vale pra mim é o encontro com os amigos e vê-los cantando meu repertório", diz Ney. "Eu já fiz tanto isso. E, sempre que fui, fui feliz, porque eram pessoas que admirava."

35 categorias

Conhecido por sua abrangência -são 35 categorias de premiação, com um total de 79 indicados-, o prêmio tem um júri de 21 pessoas, entre músicos, jornalistas e artistas em geral. Eles analisam obras lançadas em 2016.

"Tivemos novamente um recorde de inscrições, mais de 1.300 artistas inscritos. Significa que, mesmo com a crise, eles produziram. E cerca de 75% dos inscritos têm entre um e três trabalhos lançados, são artistas novos", diz Machline.

Se os novos são maioria entre os inscritos, os medalhões costumam dominar a premiação. A maior vencedora é Maria Bethânia, que já levou 22 troféus e disputa novamente como cantora e por seu álbum "Abraçar e Agradecer".

28º PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA
QUANDO quarta (19), às 21h (de Brasília)
ONDE Theatro Municipal do Rio (praça Floriano, S/nº, Centro)
QUANTO R$ 100 a R$ 300
CLASSIFICAÇÃO livre

Concurso da Polícia Civil reabre inscrições a partir de amanhã



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) publicou hoje a reabertura das inscrições para o concurso da Polícia Civil. Inscrições começam amanhã e vão até o dia 24 de juho, próxima segunda-feira.

Serão 210 vagas divididas em três cargos, sendo 30 vagas para delegados, com salário de R$ 14,9 mil; 100 vagas para escrivão e 80 para insvestigador, com salário de R$ 3,8 mil atualmente. Edital pode ser acessado no Diário Oficial.

Inicialmente a reabertura do concurso seria destinado apenas ao cargo de delegado, para candidatos com idade superior a 45 anos, medida esta que atende à decisão liminar do juiz David de Oliveira Gomes Filho, em ação aberta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Entretanto, para manter a transparência durante todo o processo, o Governo optou por reabrir as inscrições para todos os cargos. “Nós entendemos que o melhor caminho seria reabrir as inscrições para os três cargos, para que possamos garantir total transparência e lisura no processo e dar sequência no cronograma definido, evitando novos mandatos judiciais”, afirmou o secretário Carlos Alberto de Assis.

A publicação traz ainda o direito ao questionamento com relação aos pedidos indeferidos por renda insuficiente, para candidatos que residem fora do Estado. Para isso, a SAD montará uma equipe para recebimento desses requerimentos e dos novos pedidos de isenção previsto nos editais, que funcionará a partir de amanhã das 8h às 17h, e no sábado das 8h às 12h.

Transferido, Marcos Valério temia ser morto na prisão

                                         VALÉRIO: medo de ser assassinado na prisão (Cristiano Mariz/VEJA)

Operador do mensalão ainda tenta negociar delação premiada com a Justiça

Por Silvio Navarro/veja

Antes de conseguir a transferência para a Associação de Proteção e Assistências ao Condenado (Apac) de Sete Lagoas (MG), Marcos Valério de Souza buscou refúgio na Apac de Lagoa da Prata, a 200 quilômetros de Belo Horizonte. A Justiça, entretanto, negou. Há tempos, o operador do mensalão tentava sair da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem. Alegava correr risco de morte.

Valério também ainda mantém esperança de obter um acordo de delação premiada com o Ministério Público para atenuar sua pena de mais de 37 anos de cadeia – chegou a apresentar um cardápio do que poderia revelar, como supostos detalhes inéditos do envolvimento do ex-presidente Lula e de alguns dos principais dirigentes do PT com o assassinato do prefeito Celso Daniel, em 2002.

As Apacs são modelos prisionais nos quais os detentos portam as chaves das celas, não usam uniformes e trabalham.