sábado, 30 de janeiro de 2010

Republica 5 e Rivers animam a noite no Barbaquá

da redaçao
As bandas Republica 5 e Rivers se apresentam logo mais a partir das 22 hs no Barbaquá em Campo Grande,os ingressos serao vendidos a 10 (reais).

República 5 é formada por Carlos Eduardo(voz),Murilo(guitarra),Thiago(guitarra),Alexandre(baixo) e Rafael Glaychman(bateria).

Tocando influenciado por :Pearl Jam,Lsjack,Maroon 5 e Bon Jovi,eles animam a galera com um som pop rock.

Rivers é integrada por Rod Rivers(vocal e guitarra solo),Ernani Jr.(bateria),Gi Rivers(guitarra e vocal) e Leonardo Reis(baixo vocal).

A banda toca uma variedade de musicas que vao dos classicos do AC DC,Black Sabbath e composiçoes proprias, a banda nao deixa ninguem parado.

O Barbaquá fica na rua Rio Grande do Sul, 382, entre a avenida Afonso Pena e a rua 15 de Novembro, no centro.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Corumbá lança CD do Carnaval 2010 ocorre nesta sexta-feira

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, lança nesta sexta-feira (29), o CD com os sambas enredo das escolas de samba locais para o Carnaval 2010. Na ocasião, também serão entregues os instrumentos adquiridos pelo Município às oito agremiações da cidade. O evento está marcado para as 19h30, no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez.

Escola Circo Pantanal exibe espetáculo "Primeiros Passos"

Nos dias 4, 5, 6 e 7 de fevereiro, às 18h30, o Circo Escola Pantanal
apresenta o espetáculo "Primeiros Passos", na cidade de Campo Grande. A entrada é franca, os ingressos podem ser retirados no Centro Cultural José Octávio Guizzo a partir da próxima semana. O espetáculo é patrocinado pelo FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais) e recebe o apoio da Fundação Municipal de Cultura (FUNDAC), Prefeitura Municipal de Campo Grande, Fundação Manoel de Barros (FMB), Uniderp FM, Fundação de Estado de Cultural de MS (FCMS) e Centro Cultural José Octávio Guizzo.

A montagem marca a estréia de jovens circenses, vindos de quatro escolas municipais da Capital. O espetáculo é resultado da conclusão do primeiro módulo do curso de técnicas de circo e recebe a orientação da profissional de educação física Alessandra Bringel Gomes Ioshida e do profissional circense Ulisses Nogueira.

Em quarenta minutos de apresentações os alunos pretendem mostrar os
primeiros passos que aprenderam no circo. "É um espetáculo dinâmico, onde o público se movimenta pelas instalações da escola", diz o dirigente do Circo Escola Pantanal, Ulisses Nogueira. Ele destaca que está em busca de novos parceiros que para a realização do segundo módulo. O objetivo é oferecer aulas gratuitas para alunos da rede municipal de ensino, formando-os para o mercado de trabalho com noções de cidadania e arte.

Serviço:

O Circo Escola Pantanal está localizado a rua Engenheiro Roberto Mange, 829, bairro Amambaí. Mais informações com Ulisses Nogueira pelo telefone (67) 8132-6448 ou 9664-1029.
O Centro Cultural José Octávio Guizzo está localizado a rua 26 de agosto, 453, Centro. Fone (67) 3317-1792.

I Festival MS de Arrancadas Amadoras de 2010 será domingo

Acontecerá no domingo, dia 31 de janeiro, o Primeiro Festival MS de Arrancadas Amadoras de 2010, no Autódromo Internacional de Campo Grande, a partir das 13 horas, com a coordenação da MS Sport Racing, apoio da Fundação Municipal de Esporte – FUNESP e da Federação de Automobilsimo de MS – FAMS.
O evento é a continuidade da campanha para que os jovens não pratiquem rachas nas ruas, evitando, assim, acidentes muitas vezes fatais, como os comumente vistos em nossa capital.
Os apaixonados por velocidade que desejarem participar poderão se credenciar na hora, devendo apresentar documento do carro (CRLV), Carteira Nacional de Habilitação, estar com os equipamentos de segurança em dia (cinto de segurança, freios, extintor de incêndio, etc...), além do uso obrigatório de capacete.
Maiores informações poderão ser obtidas através do telefone (67) 8445-6202.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Mais um verão,com Gisele Sater,neste domingo

A cantora Gisele Sater se apresenta neste domingo (31),na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indigenas as 18 hs ,trazendo um repertório fronteiriço no Som da Concha.


Gisele interpreta Mato Grosso do Sul a um público irrestrito. Ainda adolescente, estreou nos palcos ao lado dos amigos Jerry Espíndola e Alfredo Karam. Com Paulo Simões esteve no Grupo Arrasta Pé e, mais tarde, integrou a banda de Alzira Espíndola. Cantar com todos esses talentos regionais a levou ao próximo desafio profissional: o show “Mais um Verão”, que batizou a carreiro solo, em 1992.

Alternando suavidade e força na voz, a cantora é calorosamente recebida por suas interpretações de polcas e chamamés, mas se permite ir além das fronteiras e coloca em seu repertório de shows canções de autores consagrados do nosso país, como Milton Nascimento, Tavinho Moura, Guinga, João Bosco, entre outros.

Em suas canções ,o que marca seu trabalho é o regionalismo que se encontra representado sempre em suas interpretaçoes.

Este show é do projeto de cultura do governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura, em parceria com a Fundação Manoel de Barros, a TV Pantanal e a rádio Uniderp FM.

Viagem no tempo ao som de beatles maniacos sexta na concha acustica familia espindola






foto:Aurelio Vinicius



Se apresentam na proxima sexta feira dia 29 de janeiro na capital ,na
concha ¨Familia Espindola¨o grupo Beatles Maniacos,que nos
transportará a partir das 20 hs para os anos 60 ,trazendo boa musica e
lazer ao povo campo grandense.

O show intitulado “Beatles na Praça” surgiu como resposta a inúmeros
pedidos de pessoas, em sua maioria fãs de Beatles, formada por ;

Miguelito Tatton (bateria/ voz),Eloy Paulucci ( guitarra/ voz),João
Mendes (baixo/ gaita/ voz),Sérgio “Cabelo” (guitarra/ violão/
voz),leva a seu publico que sempre

cantam junto canções que marcaram época em suas vidas, num ambiente
aberto, com toda a família... Crianças, adultos e idosos juntos,
alguns relembrando, viajando no tempo. Outros, conhecendo ou
reconhecendo naquele momento músicas que fazem parte do dia a dia das
pessoas até hoje.

O aspecto visual é considerado nas apresentações formais, com os
integrantes caracterizados com vestimentas e instrumentos que remetem
à década de 60.

Nos shows são apresentadas as canções mais conhecidas dos
Beatles,como;Twist and Shout, Hey Jude, I wanna hold your hand,help e
She loves you.


A Banda foi idealizada em 2002 pelo baterista Miguelito grande fa da
banda de Liverpool e tem o objetivo de resgatar a essencia,letras e
melodias para nosso cotidiano atual,a banda se apresenta em locais
variados, como bares, festas, casamentos, formaturas, praças públicas,
encontro de motos, escolas, shoppings e eventos corporativos.

O evento é gratuito e aberto a todos, apoiado pela FUNDAC e
Prefeitura Municipal de Campo Grande.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Corumbá define os últimos preparativos para o Carnaval 2010

Reunião realizada na terça-feira (26) definiu os últimos detalhes do Carnaval de Corumbá 2010, considerado um dos melhores de todo o Centro-Oeste brasileiro. O diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, Carlos Porto, o superintendente de Turismo, José de Carvalho Júnior, a superintendente de Cultura, Heloísa Helena Urt, o subsecretário de Serviços Urbanos, Sérgio Baruki, e representantes da Agetrat, do setor tributário, da Vigilância Sanitária e do Meio-Ambiente discutiram sobre o perímetro do circuito da festa, as barracas e a distribuição do trânsito na área central durante a Folia de Momo.

“Participaram da reunião de trabalho todos os setores da administração envolvidos no Carnaval, festa que abre o calendário de eventos da cidade. Discutimos questões de distribuição, fiscalização e de possíveis receitas”, explicou Porto. Nos próximos dias, a Prefeitura de Corumbá inicia as inscrições dos vendedores e ambulantes interessados em trabalhar dentro do circuito. Na semana passada, 188 pessoas participaram de um curso de capacitação oferecido gratuitamente pelo Município. Em breve, a prefeitura também inicia a comercialização dos camarotes.

Oficialmente, o Carnaval 2010 começou no último dia 17, com o Pôr do Som com Samba, que realizado sempre aos domingos, a partir das 18 horas, na Ferradura do Porto Geral. Neste sábado (30), ocorre a escolha da Corte de Momo na Praça Generoso Ponce, às 20 horas. No domingo, a Travessa da Folia anima um dos pontos históricos da cidade. A banda Séculu’s se apresenta a partir das 10 horas na Travessa Mercúrio, na orla portuária.

Na próxima segunda-feira, 1º de fevereiro, será aberta a Exposição de Fotografias dos Carnavais dos Velhos Tempos. O lançamento será às 20 horas no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. No domingo seguinte (7), além da Travessa da Folia no período matutino, acontece, à noite, o ensaio técnico das escolas de samba na Avenida General Rondon.

Dando continuidade à Folia, o bloco Sandálias de Frei Mariano desfila na quarta-feira (10). A coroação da Corte de Momo é a principal atração da quinta-feira. O Rei, a Rainha e as Princesas serão coroados na entrada da Passarela do Samba, no cruzamento das ruas Frei Mariano e 13 de Junho. O bloco Chupeta desfila logo em seguida. Na mesma noite, no Corumbaense Futebol Clube, será realizada mais uma edição do tradicional Desfile de Fantasias. Fechando a programação, um show baile na Generoso Ponce com a banda Super MBW.

O Carnaval dos Velhos Tempos e o Baile Infantil começam na sexta-feira (12) e seguem até terça-feira (16), sempre às 17 horas, no Jardim da Independência. O bloco Cibalena e outros independentes desfilam na sexta-feira e, a partir das 21 horas, ocorre show com as bandas Filhos de Olodum e SP Show. Às 19 horas do sábado, começa o desfile dos blocos oficiais, seguido de baile popular. Às 20 horas do domingo, desfilam as escolas do grupo de acesso. Na segunda-feira, apresentam-se as agremiações do grupo especial. Em seguida, show com o grupo Revelação.

A terça-feira é reservada ao Carnaval Cultural, com o desfile do Corso, Bloco de Frevo, Bloco dos Marinheiros, Ala das Pastoras, Bloco dos Palhaços, Bloco dos Comparsas Bolivianos e dos cordões Cravo Vermelho, Paraíso dos Foliões, Flor de Corumbá e Cinelândia. O sambista Arlindo Cruz anima o público logo em seguida. A apuração dos campeões será na quarta-feira (17), a partir das 15 horas, e no sábado (20), o bloco Sandálias de Frei Mariano promove o enterro dos ossos.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Papo de Responsa" será apresentado hoje no MIS

Para mostrar como funciona o projeto “Papo de Responsa”, coordenadores e agentes do projeto no Rio de Janeiro estão em Campo Grande para uma apresentação. Os policiais civis Roberto Chaves e Vagner Oliveira e o agente de projetos do Afroreggae Cheneider Pinheiro explicam a proposta hoje (26) às 13h no Museu da Imagem e Som. Participam da reunião, além do comandante-geral da PMMS e da presidente do Conselho Estadual da Juventude, representantes das secretarias de estado de Assistência Social, Saúde e Educação, da Diretoria Geral de Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros, de movimentos da juventude e dos conselhos comunitários de segurança.

A partir da explanação, os envolvidos começam a estudar as melhores formas e ações para implantar o “Papo de Responsa” ou projeto similar em Campo Grande.

Som da Concha celebra lançamento do álbum de Gisele Sater

O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e em parceria com a Fundação Manoel de Barros, TV Pantanal e rádio 103,7 Uniderp FM apresenta neste domingo (31) o repertório fronteiriço de Gisele Sater no Som da Concha.

O espetáculo marca o lançamento do álbum da cantora, financiado com R$ 22.700,00 em recursos do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul. O show de lançamento acontece às 18 horas, na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indignas.

Gisele Sater interpreta Mato Grosso do Sul a um público irrestrito. Ainda adolescente estreou nos palcos ao lado dos amigos Jerry Espíndola e Alfredo Karam. Com Paulo Simões esteve no Grupo Arrasta Pé e, mais tarde, integrou a banda de Alzira Espíndola. Cantar com todos esses talentos regionais a levou ao próximo desafio profissional: o show “Mais um Verão”, que batizou a carreiro solo, em 1992.

Alternando suavidade e força na voz, a cantora é calorosamente recebida por suas interpretações de polcas e chamamés, mas se permite ir além das fronteiras e coloca em seu repertório de shows canções de autores consagrados do nosso país, como Milton Nascimento, Tavinho Moura, Guinga, João Bosco, entre outros.

Entre as canções que marcam seu trabalho, o regionalismo se encontra representado na belíssima guarânia “Sonhos Guaranis” de Almir Sater e Paulo Simões, assim como na toada “Irmãos da Lua”, música de Renato Teixeira que é sucesso na voz de Gisele, nos shows que faz com seu irmão, Almir. E como não poderia faltar o ritmo fronteiriço, Gisele apresenta o chamamé “Apura te José” da compositora argentina Teresa Parodi.

Outros ritmos também enriquecem o espetáculo da cantora, como a balada inédita “Brincadeiras à Parte” de seu irmão Rodrigo Sater - parceria com Paulo Simões. Jerry Espindola e Ciro Pinheiro assinam “Colisão” tema ternário que mistura a polca paraguaia com o rock.

Som da Concha

O Som da Concha é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que prevê apresentação de shows em domingos alternados. A Concha Acústica Helena Meirelles, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, fica na Rua Antônio Maria Coelho, 6000, no Parque das Nações Indígenas. Outras informações pelo telefone 3314-2031

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio” pronto
e uma de suas estratégias para a divulgação do trabalho é a
“pirataria”. Através deste site, os internautas podem baixar as
músicas do compact disc.

A informação foi divulgado pelo cantor na comunidade do orkut
“Fã-Clube Elânio”. O artista ainda ressalta que o álbum está
disponível para ser baixado em outros sites.

“Me pirateiem”, diz Elânio numa de suas mensagens, alegando que essa
estratégia é barata e assim o trabalho pode ser conferido por um
grande número de pessoas.

Elânio tem mais de dez anos de carreira e leva sua marca cultural por
onde passa. Para ele, a música é uma forma de se expressar ao mundo
com poesia e sonoridade.

Com apoio do FIC (Fundo de Investimentos Culturais), o músico lançará
o CD até fevereiro deste ano.

Vocalista do System Of A Down lança disco solo em março


Foto.divulgação-terra
Serj Tankian, vocalista da banda System Of A Down vai lançar seu novo projeto solo no dia 16 de março. O disco é um registro ao vivo feito no Auckland Town Hall, na Austrália, há cerca de um ano.

Batizado de Elect The Dead Symphony, o trabalho que chega às lojas em formato CD e DVD foi gravado com a Orquestra Filarmônica de Auckland.

Centrho realiza 10ªedição de Espaço da Conversação na quinta

A décima edição do Espaço de Conversação do Centrho (Centro de Referência em Direitos Humanos e Combate à Homofobia) acontece na quinta-feira (28), das 15h às 17h, no auditório da Casa da Cidadania, com o tema "Visibilidade das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul". O encontro será o primeiro deste ano.

As reuniões mensais já trabalharam diversos temas como a discriminação contra a diversidade sexual, o tratamento dispensado ao público GLBT (gays, lébicas, bissexuais e travestis) no atendimento em delegacias em ocorrências atendidas pela Polícia Militar e nos presídios; o atendimento psicossocial ofertado a classe e a restrição de doação de sangue de homossexuais.

O espaço de conversação acontece todos os meses e aborda temas escolhidos pelo público. As discussões, abertas à comunidade, são realizadas uma vez por mês. Os temas são escolhidos sempre pelo público.

Os interessados em participar devem confirmar presença pelo telefone 3324-0763. A Casa da Cidadania fica localizada na Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, 713, centro de Campo Grande.

Já na sexta-feira (29), é a vez da Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul realizar na Praça Ary Coelho, das 8h às 17h, o Dia da Visibilidade das Travestis e Transexuais. O evento é uma parceria com a Fundação de Cultura do Estado.

O encontro é realizado nacionalmente desde 2004, com o objetivo de fortalecer a luta contra a discriminação do público GLBT, além de promover ações educacionais, culturais e de saúde pública. Na Capital a programação que acontece durante todo o dia irá contar também com stand de informações, espaço para apresentações culturais e ações de conscientização com a entrega de panfletos

Centrho - O Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate à Homofobia tem como atribuição o atendimento psicossocial e jurídico de gays, lésbicas, travestis e bissexuais que tiveram seus direitos violados e são vítimas de discriminação.

O órgão funciona na Casa da Cidadania e é vinculado à Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), oferece atendimento gratuito de psicólogo e assistente social ao público GLBT.

Crime da ditadura é tema de filme estreante na Capital

Antenado no debate de um dos assuntos com maior repercussão no Brasil na atualidade, a aprovação do Programa Nacional de Direitos Humanos, a sala do CineCultura apesenta nesta terça-feira, às 21h, a estreia do longa nacional "Perdão Mister Fiel", de Jorge Oliveira, dentro da programação do 7º Festival de Cinema de Campo Grande (FestCine Pantanal). O filme trata de um dos mais emblemáticos crimes da ditadura militar no país, o assassinato do operário comunista Manoel Fiel Filho. Os crimes da época da ditadura voltam à discussão nacional, com as medidas propostas pelo Programa de Direitos Humanos, como a abertura dos arquivos do regime militar (1964-1985).

O diretor do filme e a produtora, Ana Maria Rocha, já confirmaram presença para esta exibição, e participam de bate-papo após a sessão. Jorge Oliveira também é jornalista e já dirigiu a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e sindicato da classe. Fez de "Perdão Mister Fiel" um documentário apurado em cima de pesquisas e entrevistas e depois, com elenco, encenou as cenas de vida e morte de Fiel - fato este, ocorrido nas dependências do DOI-CODI, três meses depois do assassinato do jornalista Vladimir Herzog. O próprio Olivera também foi preso e torturado pela ditadura militar, e coloca neste documentário, impressões auto-biográficas.

Este é o quinto longa nacional a ser exibido pelo FestCine. Ele está na disputa do Troféu Glauce Rocha na Mostra Competitiva de Longas-Metragens, categorias Júri Popular e Júri Oficial, que oferecem premiação de R$ 10 mil, cada. Ainda concorrem ao Troféu Glauce Rocha do 7º FestCine Pantanal, os longas "É proibido fumar", de Anna Muylaert; "Hotel Atlântico", de Suzana Amaral; "No Meu Lugar", de Eduardo Valente; "Os Inquilinos", de Sérgio Bianchi e "Ouro Negro", de Isa Albuquerque. O resultado da premiação será divulgado no sábado, dia 30.

Mostra Competitiva de Curtas
Totalizando 14 produções, divididas em três programas, a Mostra de Curtas-Metragens estreia sua última seleção também nesta terça, às 17h. Estão no Programa 3: "Bom dia, Meu Nome Sheila ou Como Trabalhar em Telemarketing e Ganhar um Vale-Coxinha", Âgelo Defanti (RJ); "No Noel", Sabrina Tozatti (SP); "Em Terra de Cego", João Boltshauser (RJ); "Vela Ao Crucificado", de Frederico Machado (MA) e "Blackout", Daniel Rezende (RJ).

A Mostra Competitiva de Curtas-Metragens vai distribuir o Troféu Glauce Rocha para o vencedor na categoria Júri Oficial e Júri Popular. A premiação em dinheiro é de R$ 5 mil, cada, e também terá resultado divulgado no sábado


Serviço -

O 7º FestCine Pantanal prossegue até o dia 30 de janeiro. O CineCultura está localizado na Avenida Afonso Pena, 5.420, no Pátio Avenida, em Campo Grande (MS). Telefone: 67-3027-5858.

FCMS divulga selecionados para o Festival América do Sul

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da FCMS (Fundação de Cultura ), divulga o resultado da seleção dos inscritos no Edital do 7ºFAS (Festival América do Sul), que acontece de 28 de abril a 2 de maio, em Corumbá.

Neste ano houve 14 inscritos para as seleções de dança, teatro e circo, além das 22 inscrições para a seleção de música. Destas, foram selecionados os grupo de dança Funk-se e Dançurbana; Mercado Cênico e Handÿ - Grupo de Pesquisa e Experimento, para as peças teatrais; e o Circo do Mato para o espetáculo circense. Na área de música foram selecionadas as cantoras Karina Marques e Marina Dalla; o duo Cancionâncias (foto); o show instrumental de Anderson Rocha e a banda douradense André Pantera e Banda.

Para o Presidente da FCMS, Américo Calheiros, o 7º Festival América do Sul começa a desenhar de maneira mais concreta a programação 2010 a partir dos talentos locais. Todos os selecionados são artistas de renome com atuação contínua no cenário das artes sul-mato-grossenses, que preencheram todos os requisitos exigidos pelo edital, como documentação, fotos para divulgação, currículo do grupo ou artista e uma sinopse do show. Os inscritos foram avaliados por uma comissão julgadora, composta pelo ator e diretor teatral Anderson Lima; pela jornalista Moema Vilela; e pela bailarina, professora e coreógrafa Márcia Raquel Rolon, que julgaram os méritos dos inscritos para a seleção das artes cênicas.

Já a comissão julgadora na área de música foi formada pela coordenadora do Núcleo de Música da FCMS, Ângela Finger; pelo músico e produtor Gustavo “Guga” Renato Borba, e pelos jornalistas Oscar Rocha (Correio do Estado) e Clayton Sales (Uniderp FM). Todos os jurados procuraram atender fidedignamente os requisitos do edital.

Festival de Inverno de Bonito

Ainda encontram-se abertas as seleções para artes cênicas (dança, teatro e circo) e música para o Festival de Inverno de Bonito-2010. A data limite para participar do Edital é 29 de janeiro. Mais informações e edital completo para participação estão disponíveis no site da FCMS (www.fundacaodecultura.ms.gov.br).

domingo, 24 de janeiro de 2010

Banda alemã Scorpions anuncia fim de carreira e última turnê

da Associated Press, em Berlim

A banda alemã de rock Scorpions encerra sua carreira de mais de quatro décadas.

O grupo, conhecido por seu hit dos anos de 1990 "Wind of Change", entre outras, disse em seu site neste domingo que "nós concordamos que chegamos ao fim da estrada".

Ela disse que encerraria sua carreira com um álbum final --"Sting in the Tail", a ser lançado em março-- e uma turnê que vai começar na Alemanha em maio e vai atravessar o mundo "por mais uns anos".

A banda ressalta, no entanto, que "ainda possui a mesma paixão pela música que sempre teve" e que considera seu álbum final um dos "melhores já gravados".

O guitarrista Rudolf Schenker fundou a banda em Hannover, em 1965. O cantor Klaus Meine se juntou a ela alguns anos depois. Ambos agora estão com 61 anos.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Sepultura vai abrir shows do Metallica em São Paulo





Thiago Kaczuroski/Terra



O Sepultura fará a abertura dos shows do Metallica em São Paulo, nos
dias 30 e 31 de janeiro. A informação foi divulgada através da conta
da banda no Twitter. A banda brasileira está em turnê divulgando o
mais recente álbum, A-Lex, lançado no ano passado.

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio” pronto
e uma de suas estratégias para a divulgação do trabalho é a
“pirataria”. Através deste site, os internautas podem baixar as
músicas do compact disc.

A informação foi divulgado pelo cantor na comunidade do orkut
“Fã-Clube Elânio”. O artista ainda ressalta que o álbum está
disponível para ser baixado em outros sites.

“Me pirateiem”, diz Elânio numa de suas mensagens, alegando que essa
estratégia é barata e assim o trabalho pode ser conferido por um
grande número de pessoas.

Elânio tem mais de dez anos de carreira e leva sua marca cultural por
onde passa. Para ele, a música é uma forma de se expressar ao mundo
com poesia e sonoridade.

Com apoio do FIC (Fundo de Investimentos Culturais), o músico lançará
o CD até fevereiro deste ano.

BEATLES MANÍACOS,dia 29

No próximo dia 29 de janeiro, das 20 às 22h, na Concha Acústica
Família Espíndola, na Praça do Rádio Clube vai acontecer um show
especial exclusivo com os BEATLES MANÍACOS, interpretando os maiores
clássicos do quarteto de Liverpool.
Será uma ótima oportunidade para levar toda a familia para ouvir
música de qualidade, DE GRAÇA, num espaço aberto, com toda
infra-estrutura de som, iluminação, segurança e conforto oferecidos
pela Prefeitura Municipal de CG e pela Fundação Municipal de Cultura.
Avisem os amigos, familiares, colegas de trabalho, de faculdade, da
escola e compareçam! Nem todos têm acesso à divulgação do evento e
Campo Grande tem muitos fãs de Beatles que esperam por uma
oportunidade como essa.
Será muito importante mostrar que a música de qualidade tem muitos
adeptos por aqui.
Esperamos vocês!!!

MTV exibe especial do Metallica ao vivo





Foto: Divulgação
Terra





A MTV exibe a partir de quinta-feira (28) o especial Metallica:
Orgulho, Paixão e Glória - Três Noites na Cidade do México, que virou
DVD lançado em 2009.

O show, gravado no estádio Foro Sol, no México, mostra o show da turnê
World Magnetic, que chega ao Brasil na próxima semana com três shows:
dia 28 em Porto Alegre e nos dias 30 e 31 em São Paulo.

Será exibida cerca de 1h do show, que tem sucessos como Creeping
Death, Unforgiven, Seek & Destroy e One.

O programa será exibido na quinta-feira (28) às 15h; na sexta-feira
(29) às 19h e sábado (30) às 14h30.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

'Cinderela Tradição' apresenta enredo em pré-carnaval

A apresentação do samba enredo da Escola de Samba “Cinderela Tradição
do José Abraão” acontece em clima de pré-carnaval . A animação
acontece na Praça do Conjunto José Abraão, a partir das 19h30 e também
contará com o grupo “Mistura de Raça” e as mulatas do Tawanda.

Com o enredo “Pintando o Sete – Brincando de ser Criança”, a Cinderela
Tradição do José Abraão mostra o lado lúdico da brincadeira e prova
que podemos todos voltar a ser crianças.

As alas embarcam na viagem infantil, seja na bateria – formada por
soldadinhos de chumbo e pela bailarina como a Rainha – ou na
apresentação do Mestre Sala e da Porta Bandeira (como o príncipe e a
Cinderela). Os carros mostram a evolução dos brinquedos, mas também
prova que a alegria de brincar não muda com o tempo.

Ao todo cinco pré-carnavais, promovidos em parceria pela Fundação de
Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e a Lienca (Liga das Entidades
Carnavalescas de Campo Grande) esquentam o carnaval deste ano na
Capital. Ontem a festa ficou por conta da Escola de Samba “Os
Catedráticos do Samba”, com o pré-carnaval na Avenida Júlio de
Castilhos.

Confira abaixo a programação das demais festas de rua:

28/01 - Igrejinha - Rua 14 de Julho, 3570 (após Feira Central).

29/01 - Unidos do Cruzeiro – Associação dos Moradores do Conjunto
Estrela do Sul (Rua Dr. Jivago).

5/02 - Vila Carvalho (Rua Joaquim Manoel de Carvalho – Vila Carvalho).

Músicos de banda de rock britânica morrem afogados em SE

EFE
Os músicos britânicos Leon Villalba e Timothy Kennely, integrantes da banda de rock After Death, morreram afogados nesta quinta em uma praia de Aracaju (SE), informaram fontes oficiais.

O corpo de Villalba, guitarrista de 21 anos, já foi encontrado, enquanto seguem as buscas pelo de Kennely, de 18 anos, baixista do grupo.

O Corpo de Bombeiros da capital sergipana informou que um dos jovens tinha entrado no mar na praia de Atalaia. Ele começou a se afogar, e o outro entrou na água para ajudá-lo, mas ambos acabaram morrendo. Segundo os Bombeiros, no momento do incidente não havia condições adversas que indicassem risco para banho na praia.

A banda se apresentaria em diversos estados do país até o próximo dia 21 de fevereiro.

Concurso de Fantasias 2010 está com as inscrições abertas

Retomando uma atividade que há dois anos não acontecia em Campo Grande, a Fundação Municipal de Cultura (Fundac) irá promover em 2010 o tradicional concurso de fantasias. O evento será no dia 6 de fevereiro (sábado), a partir das 20 horas, no Armazém Cultural.

Os interessados podem comparecer a Fundac até o dia 30 de janeiro, nos horários das 8:00 horas às 11 horas e das 14:00 horas às 17h30min para efetuarem a inscrição. É necessário preencher, na ocasião, um formulário com informações sobre a fantasia e a categoria em que irá concorrer.

Serão duas categorias: Luxo (feminina e masculina) e Originalidade Mista (feminina e masculina). Para concorrer na categoria Luxo, é necessário que a fantasia seja inédita e elaborada a partir de materiais nobres. Além disso, é preciso que sejam adereçadas com elementos brilhantes e de efeito visual deslumbrante.

Para a confecção podem ser usados cetim, seda, crepe, veludo, organza e brocados e, entre os elementos de efeito visual estão plumas, marabus, pérolas, paetês, pedrarias e cordões de seda. Podem ser utilizados espelhos, desde que
bem elaborados.

Já na categoria Originalidade, podem ser inscritas fantasias criadas artesanalmente, e devem ser inéditas, com emprego de materiais recicláveis, alternativos ou sucatas e baseadas no imaginário popular. Entre os tecidos utilizados para a confecção estão juta, mourim, chita ou TNT, materiais recicláveis como plástico, papel, garrafas pet, vidro e sucata, fitas de cetim, de tecido e metalizadas, além de tintas metálicas, fosforescentes, glitter e purpurina. É proibido o uso de plumas de qualquer espécie.

Para o diretor-presidente da Fundac Athayde Nery, "retomar o concurso de fantasias em Campo Grande é um resgate histórico e de extrema importância para nosso carnaval". "Nosso objetivo é incentivar que venham fantasias de outras cidades e até de outros estados, participar deste evento", frisa Athayde Nery.

O tempo máximo de apresentação de cada fantasia é de cinco minutos e para as duas categorias o tema é livre. Na avaliação, serão considerados a originalidade, a consonância com o título, criatividade na elaboração, desempenho cênico do concorrente, emprego dos materiais e acabamento.

Haverá premiação em dinheiro para os cinco melhores colocados em cada categoria. Os jurados locais só serão conhecidos
durante o evento e não terão acesso às fantasias antes da apresentação.

Serviço - A Fundac fica na Rua Brasil, 464, Vila Marman. O Armazém Cultural fica na avenida Calógeras s/n, na Esplanada da Ferrovia. Mais informações pelo (67) 3314-3227.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Skol Sensation volta em 2010 e promete "oceano branco"


Skol Sensation volta em 2010 e promete "oceano branco"


Divulgação









O Skol Sensation, festa que teve sua estreia em São Paulo no ano passado, acontecerá novamente neste ano. Marcada para o dia 17 de abril, o evento tem como tema em 2010 o apelido "Oceano of White" (oceano branco, em inglês), e acontecerá no Parque do Anhembi, na zona norte da capital. Outro detalhe interessante da festa é a obrigatoriedade das pessoas vestirem branco, uma ideia que partiu de seu criador para homenagear seu irmão, morto em um acidente de carro.

Com ingressos que variam entre R$ 170 (pista) e R$ 1,100 (Camarote Diamond), a proposta do Skol Sensation 2010 é similar com a festa do ano anterior: muitos efeitos visuais, intervenções e música eletrônica. Para a trilha sonora da festa foram escalados Felix da Housecat, Chuckie e Tocadisco.

De acordo com o comunicado enviado pela assessoria do evento, o Skol Sensation terá seis horas e meia de duração e ocupará uma área de 72 mil m², 20% a mais do que no ano passado. Os ingressos começam a ser vendidos no dia 28 de janeiro.

Serviço - Skol Sensation

Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1209 - Anhembi Faixa etária: 18 anos Data: 17 de abril de 2010 (sábado) Abertura dos portões: 20h Início do evento: 23h Encerramento: 5h30 do dia 18 de abril

Ingressos Pela internet: No site www.skolsensation.com.br, a partir do dia 28 de janeiro. Ingressos para o Camarote Diamond estarão a venda exclusivamente na Villa Daslu a partir do dia 04 de fevereiro de 2010.

Telefones:
São Paulo capital (11) 2846-6000
Outras localidades 0300-789-6846

Os ingressos vendidos pela Internet e pelo call center serão acrescidos de taxa de conveniência de 5%, mais taxa de entrega em domicilio de R$ 13,00 (serviço disponível para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro) ou de 'Will Call' de R$ 8,00.

Pontos de Venda
Villa Daslu - no segundo andar
Pontos de Venda Ticketmaster (consulte o website para lista completa)

Formas de pagamento
Para vendas através do Call Center ou Internet ¿ exclusivamente em cartão de crédito, em até duas parcelas.Nos pontos de venda e bilheteria ¿ em dinheiro, cartões de débito e cartões de crédito em até duas parcelas.

Preços
Pista: R$ 170,00
Acesso as áreas comuns do evento e pista.
Camarote Premium: R$ 340,00
Acesso ao Camarote Premium, áreas comuns do evento e pista. Open bar de cerveja, água e refrigerante, além de acesso ao Comfort Club Premium com espaço gourmet e caixas exclusivos (alimentação paga a parte).
Camarote Diamond R$ 1.100,00
Acesso ao Camarote Diamond, áreas comuns do evento e pista ao Comfort Club Diamond com espaço gourmet. Open bar completo (água, refrigerante, cerveja e drinks diversos), petiscos e finger food. Início da noite com um casual dinner no Terraço Daslu e transporte em limobus ou limusine (a ser agendado no ato da compra) desde a Villa Daslu ao Anhembi e com retorno à Villa Daslu.

* Meia entrada (para estudante e pessoas acima de 60 anos) é valida para todos os tipos de ingressos, em um total de 30% da capacidade total conforme legislação em vigor.

* Taxa de entrega para outras cidades do Brasil, consultar Ticketmaster. Nos pontos de venda não será cobrada a taxa de conveniência.

* Branco obrigatório. Ambas as peças. Acessórios e sapatos coloridos são permitidos. Não será devolvido o ingresso ou o valor em dinheiro para aqueles que não estiverem vestidos de branco.

* Máquinas fotográficas e filmadoras de uso profissional, malabares, guarda-chuvas, armas, materiais cortantes, perfurantes ou pontiagudos, copos, latas, garrafas, alimentos, bebidas e substâncias tóxicas estão proibidos e serão retidos nos pontos de acesso ao evento.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

BEATLES MANÍACOS,dia 29

No próximo dia 29 de janeiro, das 20 às 22h, na Concha Acústica
Família Espíndola, na Praça do Rádio Clube vai acontecer um show
especial exclusivo com os BEATLES MANÍACOS, interpretando os maiores
clássicos do quarteto de Liverpool.
Será uma ótima oportunidade para levar toda a familia para ouvir
música de qualidade, DE GRAÇA, num espaço aberto, com toda
infra-estrutura de som, iluminação, segurança e conforto oferecidos
pela Prefeitura Municipal de CG e pela Fundação Municipal de Cultura.
Avisem os amigos, familiares, colegas de trabalho, de faculdade, da
escola e compareçam! Nem todos têm acesso à divulgação do evento e
Campo Grande tem muitos fãs de Beatles que esperam por uma
oportunidade como essa.
Será muito importante mostrar que a música de qualidade tem muitos
adeptos por aqui.
Esperamos vocês!!!

Festival de Cinema de Campo Grande inaugura Mostra Paralela

O 7º Festival de Cinema de Campo Grande – FestCine Pantanal estreia nesta terça-feira, dia 19, a programação de sua Mostra Paralela. O festival, que começou na última sexta (dia 16) e segue até o dia 30 de janeiro, está exibindo filmes na sala do CineCultura e agora passa a contar com dois pontos extras de exibição em Campo Grande e nas seguintes cidades do interior: Dourados, Corumbá e Bonito. Todas as sessões nas mostras paralelas têm entrada franca. A realização é do CineCultura em parceria com o Pontão de Cultura Guaicuru, em Campo Grande.

Na Mostra Paralela, a programação compreende as exibições do filme: “O Homem que Engarrafava Nuvens”, de Lírio Ferreira, vencedor da Mostra Competitiva de Longas-Metragens (categorias Júri Oficial e Júri Popular) no FestCine Pantanal do ano passado, mais parte da Mostra de Curtas-Metragens deste ano.

“O Homem que Engarrafava Nuvens” estreou em circuito oficial na última sexta-feira, e está sendo exibido aqui no Estado, simultaneamente às salas de cinema de todo o país. Traz a vida e obra de Humberto Teixeira, compositor, advogado, deputado federal e criador das leis de direitos autorais. “É uma obra-prima, vencedor de vários prêmios em outros festivais, além do nosso. Estamos tendo o privilégio de exibir este filme ao mesmo tempo em que ele estreia no circuito comercial das principais cidades brasileiras”, comenta Karla Viégas, coordenadora do festival.

Já a Mostra de Curtas-Metragens está separada em dois programas e conta com 7 das 14 produções que disputam, neste ano, o Troféu Glauce Rocha. São elas: “A princesa e o violonista” (RS), de Augusto Ramos Bozzetti; “Povo Marcado” (SP), de Luciana Lopez e Werinton Kermes; “Bom dia, meu nome é Sheila ou como trabalhar em telemarketing e ganhar um vale-coxinha” (RJ), de Ângelo Defanti; “Ernesto no país do futebol” (SP), de André Coelho Mendes; “Um conto de solidão” (MS), de Essi Rafael Leal; “Para pedir perdão” (DF), de Iberê Carvalho e por fim, “Os filmes que eu não fiz” (MG), de Gilberto Scarpa.

Campo Grande

Nesta terça-feira, a programação da Mostra Paralela será lançada em Campo Grande, na Casa Brasil do Instituto Delta de Educação (Rua Irã, 102, Jardim das Acácias. (Telefone: 3365-4083), com a exibição de “O homem que engarrafava nuvens”, às 9h e às 15h.

No mesmo local, na quarta e quinta-feira (dias 20 e 21-01) haverá Mostra de Curtas-Metragens, com uma sessão diária, às 9h e às 15h, respectivamente.

Outro ponto de exibição, a Escola de Futebol Real (Rua Anselmo Selingard, 1261, Dom Antônio Barbosa. Telefone: 3386-1171) recebe a sessão de “O Homem que Engarrafava Nuvens” na quinta-feira, dia 21, às 19h30min. Na sexta e sábado (dias 22 e 23 de janeiro), Mostra de Curtas-Metragens, às 19h30min em ambos os dias.

Bonito

Pela primeira vez com ponto de exibição do Festival de Cinema, as sessões acontecerão na Associação Amigos do Brazil Bonito (Rua 24 de Fevereiro, 1515, Centro. Telefone: 67-3255-1968) também nesta terça-feira (dia 19-01), com “O homem que engarrafava nuvens”, às 19h30min. Na quarta e quinta-feira, Mostra de Curtas-Metragens, às 19h30min.

Dourados

O Ponto de Cultura Todas as Idades – UFGD (Rua João Rosa Góes, 1761. Telefone: 67-3411-3612) recebe as sessões em Dourados, no dia 27 de janeiro, uma quarta-feira, às 19h30min, com exibição do filme de Lírio Ferreira. Nos dias 28 e 29 de janeiro (quinta e sexta), acontecem as sessões da Mostra Competitiva de Curtas.

Corumbá

Na Cidade Branca, as exibições acontecem no Ponto de Cultura do Moinho Cultural Sul-Americano (Rua Domingos Sahib, 300, Beira Rio. Telefone: 67-3232-9981). O lançamento da programação acontece no dia 28, uma quinta-feira, às 19h30min, com sessão de “O homem que engarrafava nuvens” e continua nos dias 29 e 30, sexta e sábado, com a Mostra de Curtas-Metragens.

Serviço – Toda a programação do 7º FestCine Pantanal pode ser acessada através do site: www.cinecultura.com.br.

União de estilos marca primeiro Som da Concha de 2010

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) leva, no domingo,
para o palco do primeiro Som da Concha deste ano uma união de estilos
que apresenta a diversidade musical de Mato Grosso do Sul: o samba e a
MPB de Juci Ibañez e o rock contemporâneo do Skin Nativa.



Os shows acontecem dia 24 de janeiro, a partir das 17h30 na Concha
Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas. A entrada é
franca. A iniciativa tem a parceria da Universidade para o
Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal
(Uniderp/Anhanguera), Fundação Manoel de Barros e TV Brasil Pantanal.



Cantora com 30 anos de carreira, Juci Ibañez traz uma mescla de ritmos
cheia de swing. Célebre por seu timbre que lembra as grandes cantoras
da música negra americana, Juci é a mais importante sambista de Mato
Grosso do Sul, tendo sido a primeira e única mulher a "puxar" enredo
de escola de samba (vencedora/2002) no Estado do MS.



Juci Ibañez iniciou sua trajetória musical aos 11 anos de idade na
cidade de São Paulo, onde viveu e fez escola. Já participou de
diversos Festivais de Música Brasileira, sendo considerada várias
vezes melhor intérprete e julgada por profissionais como Maestro Diogo
de Pacheco e Toninho Horta.



Além de se apresentar em palcos por todo o Brasil, a cantora já
representou o país na Europa e na América Latina. "Muito Prazer...",
seu primeiro álbum, lançado em 2002, traz, além de músicas inéditas,
releituras de clássicos da MPB como Arrastão (Edu Lobo/Vinicius de
Moraes) e A Banca do Distinto (Billy Blanco) e, ousando ainda mais, um
hino gospel que conta com um coral evangélico na música Amazing Grace.
Atualmente, está preparando seu segundo trabalho, totalmente autoral.



“Minhas influências são partes de uma época muito criativa da nossa
música, o tropicalismo, bossa-nova, samba, rock nacional, e nessa
mescla de ritmos e muito swingue regados a regionalidade desenvolvi
meu trabalho”, define Juci.



Skin Nativa



Há seis anos solos de guitarra e pegadas da bateria uniram cinco
rapazes que formaram a Skin Nativa, que hoje navega em mares de rock
contemporâneo. No início o grupo foi batizado de Metteora e depois de
alguns anos Skin Glleds. Com a saída de um dos integrantes adotou-se o
novo nome, que ilustra sua atual fase.



Com um estilo despojado, a banda já passou por quatro formações e
desde o início de 2006 conta com Rafael no vocal; Leandro Darthimann
na guitarra solo; Gabriel Gonçalves na guitarra base e backing vocals;
Luigy Lobo no baixo e backing vocals e Heverton de Alencar na bateria.



A Skin Nativa apresentou-se em algumas edições dos projetos da
Prefeitura Municipal de Campo Grande, Só Rock no Horto e Arte na
Praça. O antigo Stones Blues Bar, Café Moinho, 21 Bar & Lazer, Tozen e
Chácara Bar, também já foram palco da banda, que já fez a abertura de
shows de CMP 22, Detonautas Rock Club, Jota Quest e Reação em Cadeia.



Som da Concha



O Som da Concha é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso
do Sul, que prevê apresentação de shows em domingos alternados que dão
origem a um programa de televisão gravado e transmitido ao vivo,
exibido pela TV Pantanal no canal 14 da Net.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

FCMS lança livro de Rodrigo Teixeira sobre a música de raiz de MS

Chico Júnior

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul realiza no próximo dia 19, às 19h30, no Museu de Arte Contemporânea (Marco), o lançamento do livro Os Pioneiros – A Origem da Música de MS, escrito pelo músico e jornalista Rodrigo Teixeira.
Editado através de patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul, “Os Pioneiros – A Origem da Música de MS” enfoca o trabalho e persistência da primeira leva de compositores do Sul de Mato Grosso. O livro trata de artistas que, a partir da década de 50, deram os primeiros passos para criar a música sul-mato-grosssense.

Rodrigo Teixeira entrevistou os protagonistas desta história, reuniu dezenas de fotografias e organizou uma discografia com mais de 100 discos. “O Pioneiros é um mergulho na gênese da história da música de Mato Grosso do Sul”, analisa.

Donos de uma obra extensa e que necessita de um estudo mais detalhado de análise musical, Délio e Delinha, Zacarias Mourão, Amambay e Amambaí, Zé Corrêa, Beth e Betinha, Jandira e Benites, Maciel Corrêa, Adail e Tesouro Ado e Adail, Tostão e Guarany, Aurélio Miranda e Victor Hugo de La Sierra foram alguns dos artistas que ajudaram a transformar o Mato Grosso do Sul em um celeiro de talentos musicais com trabalhos de primeira qualidade e com um forte cunho fronteiriço.

Estes artistas são os primeiros compositores que registram e cantam a ‘matogrossice’, um jeito de ser brasileiro único e ainda não incensado como o tradicionalismo gaúcho, a cultura carnavalesca nordestina-carioca e a exuberância amazônica.

Trabalho de Campo

Rodrigo Teixeira acompanha e atua na cena artística de Campo Grande desde meados dos anos 80. Músico com três discos lançados (Sambone-1998/Polck-2004/ Mandioca Loca-2008), formou-se em Jornalismo em 1993, trabalhando em veículos de imprensa do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Em 2004, voltou a residir em Campo Grande e se tornou assessor de imprensa da Fundação de Cultura (FCMS). Dirigiu por dois anos o programa diário televisivo Toda Prosa, na TV Campo Grande (SBT). No final de 2005, integrou a equipe fundadora do portal colaborativo Overmundo, pioneiro web 2.0 no país e ganhador na categoria. Em agosto de 2007 assumiu a editoria de cultura do jornal campo-grandense O Estado de MS. Desenvolve, desde 2006, o blog Matula Cultural e a Matula TV para divulgar a arte sul-mato-grossense na rede mundial.

Serviço

O lançamento do livro Os Pioneiros – A Origem da Música de Mato Grosso do Sul acontece no dia 19, às 19h30, no Marco, que fica na Rua Antonio Maria Coelho, 6000 - Parque das Nações Indígenas. Outras informações ou contato para a imprensa podem ser obtidos pelo e-mail teixeira.rodtex@gmail.com.

Grupos de dança de Campo Grande selecionam bailarinos

As companhias de dança Unidança UFMS e Rosana Cintra Ballet School estão selecionando bailarinos para integrar suas equipes na temporada deste ano.

Como as duas companhias de dança tem uma programação intensa de ensaios neste mês, com eventos programados de amanhã até dia 27, a seleção tem de ser feita logo.

Os bailarinos devem ter conhecimentos de balé cláassico, jazz, dança moderna ou contemporânea.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (67) 3026-6719 e 9282-5394, pelo site http://www.rosanacintra.com.br e também através do e-mail rosanacintra1@hotmail.com.

Fundação de Cultura participa do 7º Festcine Pantanal

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Fundação de Cultura (FCMS), participa com apoio cultural do 7º Festicine Pantanal, que acontece em Campo Grande, no período de 15 a 30 de janeiro. A abertura do 7º Festicine aconteceu na última sexta-feira (15) e contou com a presença de inúmeras autoridades de nosso Estado, que prestigiaram o evento e a homenageada da noite, Suzana Amaral.
O presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros, que esteve presente na solenidade de abertura do 7º Festicine, destacou a importância do evento para o aquecimento da cena cultural sul-mato-grossense com especial enfoque à sétima arte. “Nos últimos têm anos a Fundação de Cultura tem realizado importantes ações no sentido de divulgação do cinema, principalmente o cinema nacional, junto à camada da população que tem pouco ou nenhum acesso à linguagem cinematográfica”, enfatiza.

Desde 2007 o Governo do Estado, por meio de sua Fundação de Cultura, implantou no Estado cinco pontos de exibição audiovisual: O CineMarco, no Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco); duas salas de exibição em parques municipais (Jacques da Luz e Airton Senna); e os projetos Cine Terenos e o “Cine Brasil – Curtas e longos no Centro”, além da parceria com o Conselho Regional de Psicologia 14ª Região MS/MT (CRP-14), que realiza no Centro Cultural José Octávio Guizzo o “Projeto Cineclube CRP-14”.

Rotacine

O projeto visa democratizar o acesso às produções cinematográficas por meio de exibições públicas e gratuitas em cidades que não têm salas de cinema. O acervo do projeto é composto principalmente por obras que têm como temática a identidade cultural sul-mato-grossense, fomentando também o conhecimento e reconhecimento dos signos culturais locais.


Nos últimos três anos, aproximadamente 60 mil pessoas assistiram as exibições cinematográficas feitas em municípios 39 do Estado. O projeto a FCMS levou o cinema para Amambaí; Aquidauana; Bataiporã; Bela Vista; Bodoquena; Bonito; Brasilândia; Caarapó; Campo Grande; Cassilândia; Corguinho; Corumbá; Coxim; Dois Irmãos do Buriti; Dourados; Fátima do Sul; Figueirão; Itaporã; Itaquiraí; Japorã; Jardim; Ladário; Mundo Novo; Naviraí; Nioaque; Nova Alvorada do Sul; Nova Andradina; Paranaíba; Paranhos; Ponta Porã; Porto Murtinho; Rio Brilhante; Santa Rita do Pardo; São Gabriel do Oeste; Sete Quedas; Sidrolândia; Tacuru; Terenos e Três Lagoas.

Fuá

O Governo do Estado e a FCMS promovem e incentivam a criação de vídeos e produtos radiofônicos produzidos por universitários e ex-universitários através do Festival Universitário Áudio Visual (Fuá), que já em sua terceira edição toma projeção nacional, com participação de universitários de outros estados no Festival.

Abertas inscrições para oficinas sobre pontos de cultura

A Fundação Municipal de Cultura (Fundac) está com inscrições abertas para as oficinas que serão realizadas nos dias 20 e 28 próximos com vistas ao esclarecimento do edital que define as regras para abertura de pontos de cultura. Podem participar instituições da sociedade civil, sem fins lucrativos, legalmente constituídos, que desenvolvam ações de caráter cultural há pelo menos dois anos no município. Os vencedores, 15 no total, integrarão a edição municipal do Programa Rede de Pontos de Cultura - Mais Cultura do Ministério da Cultura.

Podem participar instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais; instituições que atuem na produção artístico-cultural há pelo menos dois anos, contribuindo para a inclusão social, a construção da cidadania, seja através da geração de emprego e renda, seja por meio de ações de fortalecimento das identidades culturais.

Os Pontos de Cultura são elos entre a sociedade e o município que possibilitam o desenvolvimento de ações culturais sustentadas pelos princípios da autonomia, protagonismo e empoderamento social, integrando uma gestão compartilhada e transformadora da instituição selecionada com a Rede de Pontos de Cultura.

O Ponto de Cultura deverá funcionar como um instrumento de pulsão e articulação de ações e projetos já existentes nas comunidades do município, desenvolvendo ações continuadas em pelo menos uma das áreas de culturas populares, grupos étnico-culturais, patrimônio material, audiovisual e radiodifusão, culturas digitais, gestão e formação cultural, pensamento e memória, expressões artísticas, e/ou ações transversais.

Para melhor conhecimento dos Pontos de Cultura sugere-se a leitura das informações disponíveis no endereço eletrônico: www.cultura.gov.br/culturaviva.

Mais informações e o edital podem ser obtidos no site www.pmcg.ms.gov.br/ DioGrande- Diário Oficial de Campo Grande no. 2.941, página 9 a 16, de 30 de dezembro de 2009. As oficinas serão ministradas no Armazém Cultural, no horário das 9:00 horas ao meio-dia. Os interessados em participar podem se inscrever por meio do telefone 3314-3231, no horário comercial.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Bourbon Rock & Blues Bar!!!!

Bourbon Rock & Blues Bar!!!!

Agenda semanal:

15.01. 2010 (hoje 22:00 horas)
Moscas de Bar (o melhor de Creedence, Raul Seixas, The Doors)
e
Beatlemaníacos - The Beatles do começo ao fim!!!!

Ingressos limitados: homem - R$ 15,00 e mulher - R$ 10,00



16.01 2010 (amanhã 22:00 horas)

Aldeia Black (Aldeia Black é uma banda que toca um som voltado para o
Soul Music, com influências de Stevie Wonder, James Brown)

e
Cassino Boogie (Rock´n Roll , Soul Music, Blues e Funk Music,
marcadamente com influência dos anos 60, 70, 80 e 90)

Ingressos limitados: homem - R$ 15,00 e mulher - R$ 10,00


Compareçam e prestigiem o mais novo Bar de Rock and Roll e Blues de
Campo Grande!!!

Maiores informações:
8417-3335

Filho dos Livres e Midnight Purple tocam hoje no Fly

hoje, a partir das 22h, o duo Filho dos Livres e a banda Midnight
Purple se apresentam no BarFly, em Campo Grande. Os ingressos pré
estão sendo vendidos a R$ 10, mas na hora o preço pode estar
diferenciado.

Com fortes influências dos Beatles, Led Zeppelin, Deep Purple e Pink
Floyd, Midnight Purple tem o repertório formado por músicas próprias,
todas em inglês, e um estilo rock´n roll raiz anos 60 e 70.

Entre suas principais características está a habilidade de usar a
internet para divulgar o trabalho e democratizar o acesso à música.

Já o duo Filho dos Livres, que neste ano conta com Sandro Moreno
(Midnight Purple) na bateria, faz um rock´n roll poético, com letras
em português e influências que vão de Tetê Espíndola a Kiss, passando
por Almir Sater, Beto Guedes, Carlos Colman, Chico Buarque, entre
outros.

O BarFly fica em frente à Uniderp, na avenida Ceará.

músico Zé Pretim e a banda Bêbados Habilidosos se apresentam hoje

O músico Zé Pretim e a banda Bêbados Habilidosos se apresentam hoje
no Barbaquá, em Campo Grande, a partir das 22h.

Zé Pretim ficou reconhecido nacionalmente quando participou a um tempo
do Programa do Jô. De lá para cá ele já se apresentou em várias
cidades, mais o maior sucesso de sua carreira, sem dúvida, foi a
gravação do primeiro disco.

Com composições próprias e arranjos muito bem trabalhados, o disco
surpreende e agrada diversos públicos. Além do CD, Zé Pretim tem dois
clipes oficiais no Youtube.

Já a banda Bêbados Habilidosos apresentará músicas dos seus três CDs e
composições inéditas que estarão presentes no próximo disco, que será
lançado ainda este ano. A banda, com um grande público em Campo
Grande, compôs a maior parte da trilha sonora do filme “Nossa Vida Não
Cabe Num Opala”, de Reinaldo Pinheiro. A trilha do longa venceu vários
festivais de filmes brasileiros.

O Barbaquá fica na rua Rio Grande do Sul, 382, entre a avenida Afonso
Pena e a rua 15 de Novembro. Os ingressos serão vendidos a R$ 10.

Márcio de Camillo se apresenta em Ubatuba no sábado

Neste sábado, dia 16 de janeiro, as 21hs, o Coletivo ArtAud Nas Nuvens de Criação, Formação e Produção Cultural, dará início aos trabalhos 2010 na Sala ArtAud Nas Nuvens, trazendo para Ubatuba o show com o cantor, compositor e instrumentista Márcio de Camillo.

Criado no Mato Grosso do Sul, Márcio viveu uma temporada nos EUA e, desde 1988 está em São Paulo. Desde o início de sua carreira desenvolve parcerias com vários nomes importantes da música brasileira, como Renato Teixeira e Zé Geraldo.

Seu CD de estréia, “Olho D'Água”, aconteceu em 1996, apresentando uma fusão nova de ritmos tipicamente brasileiros e os ritmos de fronteira.

Em 2001 lançou o CD “Telepaticamente”, produzido por Mário Manga, com som moderno e ao mesmo tempo lírico, mesclando aparatos tecnológicos como samplers e guitarras com bandolins e quarteto de cordas.

Ainda em 2001, Márcio foi incluído no projeto Rumos Musicais realizado pelo Instituto Itaú Cultural, como um dos representantes de Mato Grosso do Sul.

Em 2003 foi um dos 25 artistas sul-americanos selecionados para participar do Artists in Development - workshop promovido pela Unesco, realizado em Salvador/BA.

Desse encontro, o convite estendeu-se à Womex - The Word Music Expo - em Sevilha, Espanha, como representante do Brasil.

O terceiro CD (acompanhado do seu primeiro DVD), o “Ao Vivo”, veio em 2005, num formato totalmente acústico.

Em maio de 2007, lançou o quarto disco de sua carreira, “Me deixar levar”, com canções de sua autoria e parcerias com outros compositores sul-mato-grossenses.



É ver e ouvir para conferir o talento de Márcio de Camillo em sua única apresentação em Ubatuba.

Festival de Cinema começa esta noite em Campo Grande

Nesta sexta-feira (dia 15-01), a partir das 20h, será aberta na Capital de Mato Grosso do Sul, a 7ª Edição do Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal, na sala do CineCultura. Estão confirmadas para a solenidade as presenças de Suzana Amaral - cineasta homenageada neste ano pelo FestCine,Tomás Rezende, assistente de direção e o ator Licurgo Spinola,do filme “No Meu Lugar”, que estará na Mostra Competitiva de Longas-Metragens - o último papel de Licurgo na tevê foi o vilão Felix, da temporada 2008 da “Malhação” (Rede Globo). Autoridades também vão prestigiar o evento, dentre elas, o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho e o presidente da Fundação de Cultura de Campo Grande (Fundac), Athayde Nery.

Depois da solenidade de abertura, será realizada a entrega do Troféu Glauce Rocha para Suzana Amaral pelas mãos da professora Maria da Glória Sá Rosa. Também haverá exibição de "A Hora da Estrela", primeiro filme de Suzana, lançado em 1986 - uma obra-prima nacional, exibida em mais de 50 países. A obra teve como base o livro homônimo de Clarice Lispector e com ele, a cineasta trouxe para o Brasil o primeiro prêmio do país no Festival de Cinema de Berlim (Melhor Atriz, para Marcélia Cartaxo). A cópia original do filme foi recentemente restaurada e exibida no 42º Festival de Cinema de Brasília.

Programação do Fim de Semana (16 e 17 de janeiro)

Suzana Amaral ainda inaugura a programação de palestras, no dia 16 (sábado), às 10h30min, com o tema: "Presença da Literatura no Cinema Brasileiro", mediada pela jornalista Margarida Marques.
No sábado à tarde, a partir das 15h, entra em cartaz o longa romeno "Casamento Silencioso", de Horatiu Malaele, com mais uma sessão às 19h.

A Mostra Competitiva de Curtas-Metragens também tem início no sábado, a partir das 17h, com a exibição do Programa 1- bloco com 4 curtas: "Povo Marcado", de Luciana Lopez e Werinton Kermes (SP); "Ernesto no País do Futebol", de André Coelho Mendes (SP); "A Princesa e o Violinista", de Augusto Ramos Bozzetti (RS) e "Os Filmes Que Não Fiz", de Gilberto Scarpa (MG).

Às 21h, a Mostra Competitiva de Longas-Metragens será aberta com a estréia de “É proibido fumar”, de Anna Muylaert, com a presença das atrizes do filme: Dani Nefussi (Melhor Atriz Coadjuvante no 42º Festival de Brasília) e Paula Pretta para debate após a projeção. O filme foi o grande vencedor do 42º Festival de Brasília: levou ainda os prêmios Melhor Filme, Melhor Atriz (Glória Pires), Melhor Ator (Paulo Miklos), Melhor Roteiro (Anna Muylaert), Melhor Montagem (Paulo Sacramento), Melhor Trilha Sonora (Márcio Nigro) e Melhor Direção de Arte (Mara Abreu).

A última produção de Suzana Amaral, "Hotel Atlântico", também participa da Mostra Competitiva de Longas-Metragens e estréia no domingo, às 21h,com debate após a sessão e presença da diretora.

Sobre o 7º FestCine Pantanal - A Mostra Competitiva de Longas-Metragens é a principal categoria do FestCine Pantanal com premiação de R$ 10 mil para Júri Popular, mais R$ 10 mil para Júri Oficial e entrega do Troféu Glauce Rocha. Disputam o troféu nesta edição, os longas nacionais: "É Proibido Fumar", de Anna Muylaert, "Hotel Atlântico", de Suzana Amaral, "No Meu Lugar", de Eduardo Valente, "Os Inquilinos", de Sérgio Bianchi; "Perdão Mister Fiel", de Jorge Oliveira e "Ouro Negro", de Isa Albuquerque.

Outra categoria presente no festival é a Mostra Competitiva de Curtas-Metragens, que terá premiação de R$ 5 mil para Júri Popular e também R$ 5 mil para Júri Oficial, e está dividida em três programas de exibição. Ainda constam no evento, a Mostra Curta o Centro Oeste, com exibições de produções realizadas apenas nesta região brasileira e, por fim, a Mostra de Longas-Metragens Estrangeiros, com as seguintes exibições: o romeno "Casamento Silencioso", de Horatiu Malaele; o mexicano "Arranca-me a vida", de Roberto Sneide; o argentino "Um namorado para minha esposa", de Juan Taratuto; o sueco "Deixa ela entrar", de Tomas Alfredson; "A procura de Erick", de Ken Loach, uma produção conjunta da Bélgica/Espanha/França/Itália/Reino Unido e o francês "Algo que você precisa saber", de Cécile Telerman.



Mostra paralela

O festival é realizado pelo CineCultura, única sala de cinema de arte de Mato Grosso do Sul. A tenda do lado externo do CineCultura, novidade no ano passado, também será montada nesta edição. Assim, haverá sessões dentro do cinema, e fora, na tenda, com a exibição dos curtas através do telão que será montado no local.

No interior do Estado, pontos de exibição foram montados pela segunda vez nas cidades de Dourados (Ponto de Cultura Todas as Idades - UFGD) e Corumbá (Moinho Cultural) e faz sua estreia em Bonito (na Associação Amigos do Brazil Bonito), além de mais dois pontos em Campo Grande, na Casa Brasil do Instituto Delta de Educação e na Escola de Futebol Real, no bairro Dom Antônio. As sessões das mostras paralelas terão exibição do filme "O homem que engarrafava nuvens", de Lírio Ferreira, vencedor pelo Júri Oficial e Popular, da Mostra Competitiva de Longas-Metragens na 6ª edição do festival.



Serviço – Toda a programação do 7º FestCine Pantanal pode ser acessada através do site: www.cinecultura.com.br. Entrada franca para exibições da Mostra Competitiva de Curtas-Metragens; Mostra Curta Centro-Oeste; palestras e debates. Haverá cobrança de ingressos (R$ 10 e R$ 5 - meia) para Mostra Competitiva de Longas-Metragens e exibições de Longas Estrangeiros. O CineCultura está localizado na Avenida Afonso Pena, 5.420, no Pátio Avenida, em Campo Grande (MS). Telefone: 67-3027-5858.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Diário do Maldito" vem a Campo Grande neste fim de semana

A peça teatral "Diário do Maldito" vem a Campo Grande e traz a vida e a obra de Plínio Marcos - um dos maiores expoentes da dramaturgia nacional, que ficou conhecido como “autor maldito” por abordar a temática da marginalidade do mundo. A realização da peça é do grupo brasiliense Teatro do Concreto, que se apresenta nos dias 15 e 16 de Janeiro (sexta e sábado), às 21h e no dia 17 (domingo), às 20h, no Teatro Glauce Rocha. A classificação do espetáculo é 18 anos e a entrada é gratuita.


Além das apresentações, no dia 14 de janeiro, o grupo faz a leitura dramática de “25 homens” conto do livro Inútil canto e inútil pranto pelos anjos caídos, também do dramaturgo. A leitura é indicada para maiores de 14 anos. E no dia 17, às 10h, realiza o lançamento da revista especializa em teatro estrelinhaseConcreto e um bate-papo com os grupos da região.

Para realização da peça, o grupo recebe o apoio do grupo teatral de Campo Grande Flor e Espinho, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, por meio do Teatro Glauce Rocha. E patrocínio da Funarte, através do prêmio Myrian Muniz e do Ministério da Cultura e do Governo Federal.


o grupo Teatro do Concreto desenvolveu a peça Diário maldito que é o resultado de pesquisas sobre o dramaturgo Plínio Marcos. A partir de entrevistas com pessoas próximas ao autor e um amplo levantamento de material bibliográfico e estudos sobre tarô e arquétipos, foi possível criar uma dramaturgia própria para o espetáculo que incluem citações de textos do dramaturgo.


Na peça o público é recebido num bar onde conhece diversas histórias e personagens que descrevem a trajetória divertida e comovente de um Poeta que sempre dedicou sua obra à denúncia social, mas, que agora, pensa em parar de criar. Inconformados com a situação, seus personagens invadem a cena para cobrá-lo.


A direção do espetáculo é de Francis Wilker e Ivone Oliveira. O elenco conta com os atores Maria Carolina Machado, Alonso Bento, Gleide Firmino, Jhony Gomantos, Micheli Santini e Nei Cirqueira. A sonoplastia é ao vivo e feita por Daniel Pitanga. O grupo estreou em 2006, desde então realizou diversas apresentações por Brasília e por todo Brasil.


No ano de 2009, em comemoração aos 10 anos da morte de Plínio Marcos, o grupo Teatro do Concreto apresentou o espetáculo, representando o centro-oeste, na IV Mostra Latino-americana de Teatro de Grupo, realizada em São Paulo pela Cooperativa Paulista de Teatro. Também no mesmo ano, foram convidados a integrar o projeto do SESC de Santos, A Arte dos Malditos.


O crítico Sérgio Maggio, do Correio Braziliense ressalta a qualidade do espetáculo “Essa força indescritível é capaz de comover espectadores de distintas crenças e uni-los em torno do drama de personagens invisíveis à sociedade.”


A peça também recebeu crítica das revistas ARTEZ da Espanha e Muestra do Peru. No Fantástico o grupo Teatro do Concreto participou do quadro “Me leva Brasil”. E ganhou prêmios no Festival Nacional de Teatro de Macapá – 2008 e no Prêmio SESC do Teatro Candango – 2007.



Leitura dramática e lançamento da revista

O grupo Teatro do Concreto faz no dia 14 de janeiro, às 20h, no Teatro Glauce Rocha, a leitura dramática do conto “25 homens” do livro Inútil canto e inútil pranto pelos anjos caídos, também do dramaturgo Plínio Marcos. A classificação indicada é 14 anos. A leitura narra os últimos momentos da vida de 25 homens enclausurados numa cela de presídio e que morrem queimados durante uma rebelião. A obra é inspirada em fato verídico ocorrido em Osasco, SP.


O texto foi publicado em 1977 e chama a atenção para questões importantes, ainda vigentes na sociedade atual, como distribuição de renda, violência, justiça, dignidade humana, fome e saúde.


No último dia em Campo Grande, o grupo lança a revista estrelinhaseConcreto, que nasceu do desejo de sistematizar e compartilhar conhecimento na área teatral e também contribuir para o registro do teatro contemporâneo que vem sendo produzido no Distrito Federal, principalmente a prática de coletivos criadores, forma de produção com a qual o grupo de identifica.


Essa primeira edição é dedicada ao registro dos processos criativos de três espetáculos criados por grupos do Distrito Federal: Bagulhar (Grupo de Teatro Celeiro das Antas), Diário do Maldito (Teatro do Concreto) e Páginas Amarelas (Companhia B). Em busca de diversidade de “olhares”, a revista contém artigos do jornalista Sérgio Maggio e da diretora e pesquisadora de teatro Bárbara Tavares.



Teatro do Concreto

O grupo brasiliense Teatro do Concreto, criado em 2003, se dedica à pesquisa de linguagem e tem como foco a investigação de novas possibilidades de composição da cena teatral, trabalhando sempre na perspectiva do processo colaborativo de criação.


É a primeira apresentação em Campo Grande, o diretor Francis Wilker ressalta a importância do dialogo entre os grupos teatrais do centro-oeste e explica a idéia de propor uma circulação do Teatro do concerto pelo centro-oeste. “É pra fortalecer o teatro de grupo em nossa região, criar redes de colaboração, enfim, às vezes temos mais diálogos com grupos de SP e MG, do que os demais, que estão mais próximos.”


Convite

O grupo Teatro de Concreto se apresenta com o espetáculo Diário Maldito: vida e obra de Plínio Marcos, no Teatro Glauce Rocha, nos dias 15 e 16 de Janeiro (sexta e sábado), ás 21h e no dia 17 (domingo), às 20h. A classificação é 18 anos.

Além das apresentações, o grupo faz a leitura dramática do conto “25 homens”, do livro Inútil canto e inútil pranto pelos anjos caídos, no dia 14 de janeiro, às 20h, também no Teatro Glauce Rocha. A indicação é 14 anos.

No dia 17 de janeiro, às 10h, Teatro do concreto faz um bate-papo com os grupos teatrais da região. E lança da revista estrelinhaseConcreto.

As entradas do espetáculo, da leitura dramática e do lançamento da revista são gratuitas.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Noite da Seresta Especial traz a Campo Grande Renato e seus Blue Caps

Para animar a primeira noite da seresta de 2010, Renato e seus Blue
Caps estarão em Campo Grande na próxima sexta-feira (15.01) na Concha
Acústica Família Espíndola, que fica na Praça do Rádio Clube Cidade. O
show será aberto pelos seresteiros sul-mato-grossenses como Vadico,
Meire Machado, Shena, Wanda Brito, Olga e Edna Maria. As apresentações
começam as 19h30 e a entrada é gratuita.

O conjunto Renato e seus Blue Caps surgiu no final dos anos 50, com os
três irmãos da família Barros: Renato, Paulo Cezar e Edson (Ed
Wilson). Na época, haviam adotado o nome de "Bacaninhas do Rock da
Piedade". Logo se juntaram aos irmãos Barros os amigos Euclides
(guitarrista) Gélson (baterista) e o saxofonista Roberto Simonal.

Já com o nome de Renato e Seus Blue Caps, o grupo gravou em 1960 o
primeiro disco de 78 rotações, pela gravadora Ciclone. Em 1962, Erasmo
Carlos passa a fazer parte do conjunto, com a saída de Wilson para
carreira solo. O grupo acompanhou Roberto Carlos nas gravações de
"Splish Splash" e "Parei na contra-mão". Nessa época o grupo se tornou
bastante conhecido em todo o País, especialmente por conta de
constantes aparições em programas de TV e apresentações em rádios.

Uma das primeiras músicas incluídas nas paradas de sucesso que
proporcionou uma projeção ainda maior do grupo foi "Menina Linda", uma
versão da música "I should known better", dos Beatles.

A partir daí, a banda se especializou em versões das músicas dos
Beatles e de outros artistas internacionais, mas desenvolveu também um
estilo próprio de interpretação e composição. Ao longo dos anos, o
grupo passou por diversas modificações. Outra música que se tornou
clássico do grupo foi "Mr. Tambourine Man". O último CD lançado foi em
2001, pela Warner e continha cinco faixas inéditas.

Durante os 42 anos de carreira ininterruptos, Renato e Seus Blue Caps
jamais deixou de excursionar pelo País e realizando shows e
apresentações. O conjunto está prestes a entrar para o Guiness Book,
como o mais antigo do planeta em atividade.

Fundação de Cultura abre Temporada Teatral de Férias 2010

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, com a parceria e a iniciativa do Grupo Teatral Unicórnio, abre inscrições para a Temporada Teatral de Férias 2010, que acontece de 19 a 30 de janeiro no Centro Cultural José Octávio Guizzo.

A Temporada de Férias é uma apresentação do universo teatral para o iniciante na arte de representar (seja criança, adolescente ou adulto) e também um grande exercício para quem já é ator, já que as oficinas oferecem uma alternativa para a ampliação dos conhecimentos teatrais.

As oficinas utilizam exercícios de interpretação e dinâmicas de desinibição individual e grupal, exercícios de expressão vocal e corporal, com improvisos e montagens de pequenos espetáculos.

O objetivo é trabalhar a integração do aluno consigo mesmo e com o mundo a sua volta através de jogos e exercícios, estimulando o interesse, a investigação e o senso analítico, a criatividade e o desenvolvimento do seu potencial expressivo.

A oficina para crianças (5 a 12 anos) acontece de terça a sábado, das 15h às 18h e será ministrada pela atriz Amélia Rocha. Já a oficina direcionada para adolescentes e adultos (a partir de 13 anos) acontece também de terça a sábado, das 18h30 às 21h30 e será ministrada pelo diretor teatral Jair de Oliveira.

Amélia Rocha é atriz e iniciou sua carreira a partir do nascimento do Grupo Teatral Unicórnio em 1986. Atualmente, além de exercer a arte de representar, é aderecista, figurinista e ministrante de cursos e oficinas teatrais para crianças. Participa das peças A Vassoura da Bruxa, Os Quatro Amigos, A Onça Pintada Põe as Patas na Estrada e o Sapo Encantado e Outras Histórias.

Jair de Oliveira é profissional de teatro há mais de 20 anos. Iniciou sua carreira em Campo Grande em 1977, indo depois para São Paulo, onde participou de diversos cursos, oficinas e espetáculos teatrais. Voltando à sua cidade natal, fundou o Grupo Teatral Unicórnio, onde atualmente é ator, diretor e autor. Atualmente é Presidente da Fesmat (Federação Sul-Mato-Grossense de Teatro).

Serviço

O investimento para a Temporada Teatral de Férias 2010 é de R$ 100,00. As inscrições podem ser realizadas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na Rua 26 de agosto, 453, de terça a sábado, das 14h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3317-1792 (Centro Cultural), 8402-2980 (Jair de Oliveira) ou 8421-1032 (Amélia Rocha); pelo e-mail jairteatral@hotmail.com ou pelo site www.flogao.com.br/teatralunicornio

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Vocalista da Fresno apresenta projeto solo na Capital

O vocalista da banda de renome nacional Fresno, Lucas Silveira, chega a Capital de Mato Grosso do Sul para apresentar seu mais novo projeto independente, o Beeshop. O projeto segue adiante com o melhor do pop e destaca canções cantadas em inglês destacando sempre o romantismo. Além do estilo musical pop, o público campo-grandense adepto ao estilo acústico, poderá aflorar-se com a presença do cantor durante o seu show. O Beeshop acontece no próximo dia 14 de janeiro, a partir das 19 horas no República Music Bar.

Considerada uma das maiores bandas da atualidade, a Fresno surgiu em 1999 e desde lá, vem agregando o público juvenil em massa. Em 2009, Lucas Silveira foi vencedor da categoria de Melhor Vocalista do ano pelo prêmio Vídeo Music Brasil da emissora juvenil MTV. A cantora Adhara será a responsável pela abertura oficial do evento.

Os ingressos custam R$ 15 (1° Lote) e R$ 17 (2° lote). O preço da área vip custa R$ 25. Os convites estão a venda nas lojas Planet Music e na Deck. Mais informações através do telefone: (67)9268-1762 (Gledson).

Cabaré terá DJ e Pop Rock com Joe Capilé no sábado

O cantor Joe Capilé se apresenta neste sábado (16) junto com a cantora Marina Dalla no Cabaré dela Musique que fica localizado na avenida Mato Grosso próximo a rua Bahia. Para mais informações liguem 3313-6732.

Joe Capilé, cantor e compositor nascido em Belo Horizonte MG, com 10 anos já tocava e tinha aulas de violão com seu pai, multi-instrumentista desde que nasceu e compositor desde que cresceu. Usou suas raízes para fortalecer suas músicas. Nascido em 27 de Abril de 1977 traz em seu show um repertório com arranjos diferenciados, com muito swing e a brasilidade. O Show regado a efeitos, pedais Loop, Cantos, baixo, bateria, teclado, percussões e guitarras, resultam uma sonoridade que surpreende e agrada a todos.
Usando uma técnica singular que desenvolveu ao longo desses anos, ele contagia a platéia fazendo a base rítmica em cima do palco, gravando todos os instrumentos na hora do show, com a interatividade da platéia, numa nova fase que seu show contagia a todos.
Ganhou um violão do pai com 10 anos, estudou música erudita e aula de canto, de 20 anos pra cá aprimorou muito a sua habilidade, grooves que passam pelo Drum n Bass, Maracatu, Pop-Rock, Música Latina etc.
As canções de sua autoria Maria Bonita, Princesinha, Hoje É Tempo De Esperar, estão sendo executadas nas Rádios, musicas que mostram bem a diversidade de seus arranjos. Cada qual com sua história, cada arranjo com seu sotaque, cada palavra no seu lugar, reafirmando sua crença que a música pode mudar o ser humano. Suas influências passam por Gilberto Gil, Chico Buarque, Luiz Gonzaga, Chico Science, Nação Zumbi, Jorge Ben, Bob Marley, Ben Harper, Seal, Depeche Mode, Simply Red e Pat Metheny.
O contato com o público e o jogo de cintura nos palcos vem desde 1.991.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Fundac abre hoje oficinas sobre edital dos pontos de cultura

A Fundação Municipal de Cultura (Fundac) dá início nesta segunda-feira (11.01) às oficinas com vistas ao esclarecimento do edital que define as regras para abertura de pontos de cultura. Para atender melhor os interessados, foram disponibilizadas outras duas datas: dias 20 e 28 de janeiro Podem participar instituições da sociedade civil, sem fins lucrativos, legalmente constituídos, que desenvolvam ações de caráter cultural há pelo menos dois anos no município. Os vencedores, 15 no total, integrarão a edição municipal do Programa Rede de Pontos de Cultura - Mais Cultura do Ministério da Cultura.

Podem participar instituições da sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais; instituições que atuem na produção artístico-cultural há pelo menos dois anos, contribuindo para a inclusão social, a construção da cidadania, seja através da geração de emprego e renda, seja por meio de ações de fortalecimento das identidades culturais.

Os Pontos de Cultura são elos entre a sociedade e o município que possibilitam o desenvolvimento de ações culturais sustentadas pelos princípios da autonomia, protagonismo e empoderamento social, integrando uma gestão compartilhada e transformadora da instituição selecionada com a Rede de Pontos de Cultura.

O Ponto de Cultura deverá funcionar como um instrumento de pulsão e articulação de ações e projetos já existentes nas comunidades do município, desenvolvendo ações continuadas em pelo menos uma das áreas de culturas populares, grupos étnico-culturais, patrimônio material, audiovisual e radiodifusão, culturas digitais, gestão e formação cultural, pensamento e memória, expressões artísticas, e/ou ações transversais.

Para melhor conhecimento dos Pontos de Cultura sugere-se a leitura das informações disponíveis no endereço eletrônico: www.cultura.gov.br/culturaviva.

Mais informações e o edital podem ser obtidos no site www.pmcg.ms.gov.br/ DioGrande- Diário Oficial de Campo Grande no. 2.941, página 9 a 16, de 30 de dezembro de 2009. As oficinas serão ministradas no Armazém Cultural, no horário das 9:00 horas ao meio-dia. Os interessados em participar podem se inscrever por meio do telefone 3314-3231, no horário comercial.

Festival de Cinema de Campo Grande divulga programação

De 15 a 30 de janeiro, acontece na Capital de Mato Grosso do Sul, a 7ª
Edição do Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal. O
festival é realizado pelo CineCultura, única sala de cinema de arte do
Estado, que receberá as exibições dos filmes e mostras competitivas.
"A expectativa é lotar a sala durante o festival. Serão 200 exibições
de filmes em Campo Grande e interior", contabiliza Karla Viégas, uma
das organizadoras do 7º FestCine. A tenda do lado externo do
CineCultura, novidade no ano passado, também será montada nesta
edição. Assim, haverá sessões dentro do cinema, e fora, na tenda, com
a exibição dos curtas através do telão que será montado no local.
Desta vez, a homenageada do FestCine Pantanal é a cineasta Suzana
Amaral, segunda mulher a ser lembrada pelo evento – a primeira foi
Glauce Rocha que recebeu homenagem póstuma em 2008. Suzana está com 83
anos e muita história para contar, com o vigor dos apaixonados pelo
cinema – recentemente, ela esteve nos Estados Unidos para aprimorar
ainda mais seus conhecimentos sobre a sétima arte. A cineasta
conquistou para o Brasil o primeiro prêmio no Festival de Berlim
(Melhor Atriz, para Marcélia Cartaxo), com o seu "A Hora da Estrela",
lançado em 1986 – uma obra-prima nacional, exibida em mais de 50
países, que está na abertura do festival, às 20h, com a presença de
Suzana. O filme teve como base a obra homônima de Clarice Lispector.
Suzana Amaral ainda inaugura a programação de palestras, no dia 16
(sábado), às 10h30min, com o tema: "Presença da Literatura no Cinema
Brasileiro", mediada pela jornalista Margarida Marques. A última
produção da cineasta, "Hotel Atlântico", também participa da Mostra
Competitiva de Longas-Metragens.
"A Produção Independente de Cinema: limites e possibilidades" é tema
da segunda palestra do FestCine neste ano, no sábado, dia 23/01, às
10h30min, com a presença de Assunção Hernandes e mediação de Raquel
Freire Zangrandi, ambas produtoras. Uma mesa redonda será realizada
com o tema "A produção de Cinema do Centro-Oeste", com as presenças
dos cineastas: Edson Audi (MS), Iberê Carvalho (DF), Essi Rapael (MS),
Eduardo Ferreira (MT) e Ângelo Lima (GO), no domingo, dia 24/01, às
10h30min.


Interior e Pontos Extras de Exibição na Capital

Pontos extras de exibição, no interior do Estado, são montados pela
pela segunda vez nas cidades de Dourados (Ponto de Cultura Todas as
Idades - UFGD) e Corumbá (Moinho Cultural) e faz sua estreia em Bonito
(na Associação Amigos do Brazil Bonito), além de mais dois pontos em
Campo Grande, na Casa Brasil do Instituto Delta de Educação e no Dom
Antônio. As sessões das mostras paralelas terão exibição do filme "O
homem que engarrafava nuvens", de Lírio Ferreira, vencedor pelo Júri
Oficial e Popular, da Mostra Competitiva de Longas-Metragens na 6ª
edição do festival.


100 Anos de Cinema em Campo Grande

Esta edição do FestCine também vai celebrar o centenário da primeira
exibição de cinema em Campo Grande, com o filme "Alma do Brasil", de
Libero Luxardo, um filme de 1932, roteirizado por Visconde de Taunay,
com Conceição Ferreira no elenco. Esta foi a primeira produção rodada
em Campo Grande e, no enredo, estão retratadas as batalhas nos campos
do então sul de Mato Grosso, por ocasião da Guerra do Paraguai. A
cópia em película é do acervo da Cinemateca Brasileira, especialmente
trazida para a exibição no FestCine.


Mostras Competitivas

Estão na programação, a Mostra Competitiva de Longas-Metragens com
premiação de R$ 10 mil para Júri Popular e mais R$ 10 mil para Júri
Oficial. A Mostra Competitiva de Curtas-Metragens, terá premiação de
R$ 5 mil para Júri Popular e também R$ 5 mil Júri Oficial. Todas as
categorias mencionadas receberão o Troféu Glauce Rocha, entregue pela
organização do festival desde 2008.
- Longas
Disputam nesta edição, os longas nacionais: "É Proibido Fumar", de
Anna Muylaert, que vai contar com a presença de uma das atrizes, Paula
Pretta, no dia da estreia no festival; "Hotel Atlântico", de Suzana
Amaral, cuja primeira exibição terá presença da diretora do filme; "No
Meu Lugar", de Eduardo Valente, com o ator Licurgo Spinola; "Os
Inquilinos", de Sérgio Bianchi - diretor que estará no festival
debatendo sua produção; "Perdão Mister Fiel", de Jorge Oliveira, outra
presença confirmada e a produtora Ana Maria Rocha; e "Ouro Negro", de
Isa Albuquerque, mais uma diretora a estar na mesa de debates do
FestCine deste ano.
- Curtas
As exibições da Mostra Competitiva de Curtas Metragens estão divididas
em três blocos. No Programa 1, estão "Povo Marcado", de Luciana Lopez
e Werinton Kermes (SP); "Ernesto no País do Futebol", de André Coelho
Mendes (SP); "A Princesa e o Violinista", de Augusto Ramos Bozzetti
(RS) e "Os Filmes Que Não Fiz", de Gilberto Scarpa (MG).
No Programa 2, estão: "Um Par a Outro", de Cecília Engels (SP); "Para
Pedir Perdão", de Iberê Carvalho (DF); "Omoidê", Danon Lacerda (RJ);
"Xucuru Orurubá", de Marcilia Cavalcante Barros (BA); "Pequenina", de
Naná Baptista (RS).
Programa 3: "Bom dia, Meu Nome é Sheila ou Como Trabalhar em
Telemarketing e Ganhar um Vale-Coxinha", Ângelo Defanti (RJ); "No
Noel", Sabrina Tozatti (SP); "Em Terra de Cego", João Boltshauser
(RJ); "Vela Ao Crucificado", de Frederico Machado (MA) e "Blackout",
Claudine Franco (RJ).


Mostra Curta o Centro-Oeste

Privilegia exibições de curtas produzidos nos estados desta região
brasileira. De Mato Grosso do Sul, serão exibidos: "Um Conto de
Solidão" (2008), de Essi Rafael e "Os Causos - Uma Poética
Pantaneira"(2007), de Ricardo Pieretti. De Mato Grosso, "Pobre é quem
não tem jipe" (1997), de Amauri Tangará e "Eunóia" (2007), de Eduardo
Ferreira. Tocantins será representado por "A dois passos do paraíso"
(2008), de Alan Russel; Goiás, "É da raiz" (2006/07), de Angelo Lima e
"Jocasta" (2008), de Amarildo Pessoa. Do Distrito Federal constam:
"Para Pedir Perdão" (2009), de Iberê Carvalho e "Senhora" (2010), de
Adriana Vasconcelos.


Exibição de Longas-Metragens Internacionais

Com programação do melhor do cinema de arte, recentemente lançado no
mundo. Haverá sessões do romeno "Casamento Silencioso", de Horatiu
Malaele; o mexicano "Arranca-me a vida", de Roberto Sneide; o
argentino "Um namorado para minha esposa", de Juan Taratuto; o sueco
"Deixa ela entrar", de Tomas Alfredson; "A procura de Erick", de Ken
Loach, uma produção conjunta da Bélgica/Espanha/França/Itália/Reino
Unido e o francês "Algo que você precisa saber", de Cécile Telerman.


Serviço – O CineCultura está localizado na Avenida Afonso Pena, 5.420,
no Pátio Avenida, em Campo Grande (MS). Telefone: 67-3027-5858. Site:
www.cinecultura.com.br.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Peça de teatro para crianças é atração de hoje na feira

O grupo teatral Unicórnio apresentará hoje, a partir das 20h, a peça “A vassoura da Bruxa” na Feira Central e Turística de Campo Grande. A apresentação faz parte do Projeto Teatro na Feira, da Fundac (Fundação Municipal de Cultura).

O projeto é voltado para crianças e acontecerá durante todo os domingos deste mês.

A primeira peça, prevista para hoje, conta as trapalhadas de uma bruxa, que ao ser convidada para uma festa, descobre que sua vassoura voadora não funciona. Segundo o grupo, é uma comédia dirigida às crianças.

A direção é de Jair de Oliveria. Os atores são Amélia Rocha, Cadú de Paula e Tonny de Paula.

sábado, 9 de janeiro de 2010

FestCine Pantanal 2010 começa na próxima semana

A 7ª edição do Festival de Cinema de Campo Grande - FestCine Pantanal, começa dia 15 e via até o dia 30 de janeiro de 2010. O melhor filme de longa-metragem vai levar o prêmio no valor de R$ 10 mil. Podem participar, também, filmes de curta metragem (até 30 minutos) nos formatos 35mm e DVD. Para esta categoria, o prêmio será de R$ 5 mil. O regulamento está disponível no site do cinema (www.cinecultura.com.br).

Servidores – Através de parceria entre o CineCultura e Prefeitura de Campo Grande, que apóia o projeto, servidores públicos municipais pagam somente meia entrada para assistir às sessões cujo ingresso será vendido a R$ 10. Vale lembrar que o estacionamento do Cine Cultura, localizado no Pátio Avenida é de graça. Confira a programação completa de filmes através do site http://www.cinecultura.com.br/.

Inaugurado em maio de 2002, o CineCultura é o único cinema de Mato Grosso do Sul que apresenta programação diferenciada, que vai além do circuito convencional. O objetivo é oferecer diferentes alternativas de entretenimento, além de difundir idéias e conceitos com a exibição de grandes produções e filmes ousados. As sessões são exibidas de segunda a sexta-feira em duas sessões, às 19 horas e 21 horas e aos sábados, domingos e feriados acontecem três sessões: 17 horas, 19 horas e 21 horas.

O público do CineCultura é diversificado, composto por diferentes grupos de pessoas entres jovens, acadêmicos, aposentados, funcionários públicos, artistas, produtores, jornalistas, intelectuais, cinéfilos e interessados em filmes de qualidade. Pessoas que querem informação e formação, sem deixar de lado o entretenimento.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3027 – 5858.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Carnaval da fronteira terá animação de Lia Mayo

Começa nesta sexta e vai até domingo o Bela Folia, pré-carnaval 2010 em Bela Vista, na fronteira do Brasil com o Paraguai, já esta tudo pronto com sonorização da Glendsom.

O evento acontecerá no Calçadão da Avenida Teodoro Sativa nos dias 8 a 10 de janeiro a partir das 22 horas com animação da cantora considerada o “Furacão do Pantanal”, Lia Mayo, cantor Tony Massa e do Grupo Koisabamba com o vocalista Paulinho.

“A Bela Folia” esta sendo organizado por Erickson Marques Lima e Junio Barbosa Lopes com apoio do comercio bela-vistense.

De acordo com Echo “a Bela Folia se destina a buscar o retorno das tradições carnavalescas que existiam na cidade de Bela Vista como uma demonstração do ressurgimento da antiga vitalidade que empolgou os carnavais das gerações passadas na Princesa do Apa”.

Para Junio Barbosa “a Bela Folia é importante para divulgar Bela Vista e atrair turistas, com isso, a cidade ganha em termos econômicos, sociais e culturais”.

O pré-carnaval vai premiar o primeiro e segundo bloco mais animado e o Rei Momo. Uma ótima infra-estrutura de som, palco, iluminação, fechamento, banheiros químicos e segurança profissional estarão à disposição dos “foliões” que estarão na Bela Folia. Na programação consta na sexta dia 08/01/2010 acontece a abertura do evento com apresentação da Banda Tony Massa a partir das 22h e logo após Banda Koisabamba. No sábado dia 09/01/2010 acontecerá à apresentação da Banda Koisabamba a partir das 22h, logo após a cantora Lia Mayo e Finalizando a noite Banda Tony Massa. No domingo 10/01/2010 o fechamento do evento com apresentação da Banda Tony Massa a partir das 22h e logo após Banda Koisabamba. Os abadas e ingressos já estão à venda no site oficial www.belafolia.com.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Cantor de Campo Grande vai participar de "Malhação";

Luan Santana vai levar sua música para dentro da novela "Malhação ID", da TV Globo. O cantor, que despontou recentemente como o primeiro ídolo adolescente da música sertaneja, foi convidado pelo produtor musical da rede, Rogério Vaz, para participar das gravações da série.

Segundo a assessoria de imprensa do cantor, Luan não fará nenhum personagem. "Ele viverá o próprio Luan Santana e chegará na novela como amigo de infância de Bernardo, interpretado pelo ator e cantor Fiuk, protagonista da trama". As cenas devem ir ao ar no final do mês de janeiro.

Luan Santana tem 18 anos de idade e vem de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Em agosto do ano passado, após assinar contrato com a gravadora Som Livre, gravou em sua cidade natal o primeiro DVD da carreira, em um show para 85 mil pessoas (10% da população da capital sul-matogrossense).

Seu primeiro sucesso foi "Falando Sério", que ficou nacionalmente conhecida com a dupla João Bosco & Vinícius. A música de Luan Santana que mais tocou em 2009 foi "Meteoro", depois de estourar no meio sertanejo com "Tô de Cara", gravada em 2008. Essas duas últimas foram compostas por Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba, um dos nomes responsáveis pelo sucesso do garoto.

Fundo de Investimentos Culturais 2010 abre inscrições

Até 18 de janeiro estão abertas as inscrições para projetos culturais que queiram receber benefícios do Fundo de Investimentos Culturais (FIC/MS). Com a publicação do edital, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul tem por objetivo contemplar a produção sul-mato-grossense em suas mais diversas manifestações, priorizando a circulação de bens culturais por todas as regiões do Estado, como forma de ampliar o acesso público e, sobretudo estimular a formação de novas plateias, de acordo com as diretrizes de Política Cultural para o Mato Grosso do Sul. O edital poderá ser consultado na íntegra no Diário Oficial do Estado ou no site da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (www.fundacaodecultura.ms.gov.br).



O valor dos recursos destinados ao Fundo de Investimento Culturais para o exercício de 2009 é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Os projetos deverão ser enquadrados nas seguintes áreas: artes cênicas (relacionada aos segmentos de teatro, dança, circo, ópera e congêneres); artes visuais (compreendendo artes plásticas, na forma de esculturas, desenhos e pinturas, gráficas, gravura, filatelia, fotografia e congêneres); audiovisual; artesanato; literatura; música; patrimônio cultural; formação (evento de caráter cultural ou artístico destinado à formação, à especialização e ao aperfeiçoamento de pessoal na área cultural, como cursos e seminários); biblioteca; museu; arquivo e folclore. O edital contém maior aprofundamento sobre cada área.



Para inscrever-se, é preciso encaminhar os projetos para a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, com o formulário modelo devidamente preenchido junto com os documentos exigidos para a inscrição, conforme o edital. Cada proponente poderá inscrever somente um projeto em um dos programas previstos. Não poderão apresentar projetos culturais servidores públicos estaduais ou membros do Conselho Estadual de Cultura, proponente e/ou executor de projeto anterior que tenha restrição cadastrada no SIAFEM do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, pessoa jurídica não-governamental que tenha membro do Conselho Estadual de Cultura na composição de sua diretoria, e pessoa inadimplente com prestação de contas de projeto cultural realizado anteriormente.



Os projetos serão avaliados pela Gerência do Fundo de Investimentos Culturais em seus aspectos técnico-jurídicos, e a relação dos projetos aprovados será publicada em Diário Oficial até o dia 15 de março. Mais informações no edital.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Morre cantor Sandro, o Roberto Carlos da Argentina

Sandro, o astro argentino: primeiro o rock, depois a música romântica (Foto: AFP)
O cantor argentino Roberto Sánchez, mais conhecido como Sandro, morreu na noite desta segunda-feira, aos 64 anos, em um hospital de Mendoza (1.100 km a oeste de Buenos Aires). Uma espécie de versão argentina de Roberto Carlos, ele ficou famoso na primeira fase do rock, nos anos 60, e depois tornou-se um cantor romântico. Em novembro, ele havia se submetido a transplante de pulmão e de coração.


"Sandro faleceu em consequência de um quadro de septicemia", revelou o médico Claudio Burgos à imprensa reunida diante do Hospital Italiano. O cantor foi operado duas vezes durante o dia, mas não resistiu a uma infecção generalizada. O músico, vítima de uma longa doença provocada pelo fumo, permaneceu durante longo tempo esperando por órgãos compatíveis para o transplante, o que finalmente ocorreu no fim do ano passado, de um doador de 22 anos.

Conhecido como o Elvis Presley sul-americano nas décadas de 60 e 70, Sánchez nasceu em um bairro operário da periferia sul de Buenos Aires, em 1945, e iniciou sua carreira de cantor como imitador do "Rei do Rock". "El Gitano", como também era chamado, criou nos anos 60 o grupo Sandro y Los De Fuego, que cantava em espanhol os sucessos de Beatles, Elvis, Paul Anka e Rolling Stones, entre outros.

Depois do rock, Sandro abraçou a carreira de cantor romântico, fazendo o público feminino delirar com temas como Rosa, Rosa (maior sucesso de sua carreira) e Quiero Llenarme de Ti. Em 1969, Sandro recebeu em Nova York um disco de ouro por ser o artista latino-americano de maior vendagem. Logo em seguida, se torna o primeiro artista latino a encher o Madison Square Garden. No total, Sandro gravou 52 álbuns e vendeu oito milhões de discos.

(Com agência France-Presse)

Inscrições para artistas no FIC vão até 16 de fevereiro

Os artistas que desejam se inscrever no FIC (Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul), e disputar o montante de R$ 1 milhão destinado aos investimentos nas ações do setor, têm até dia 16 de fevereiro.

Para serem contempladas, as propostas devem ser destinadas às áreas de artes cênicas, artes visuais, audiovisual, artesanato, biblioteca, estudo e pesquisa, literatura, museus, música e patrimônio cultural, entre outras atividades. É preciso apresentar toda a documentação exigida no edital.

Os projetos devem ser encaminhados à Gerência do FIC na Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, localizada na Avenida Fernando Corrêa da Costa, nº 559 – 6º andar, Centro de Campo Grande.

O edital pode ser acesso por meio do endereço http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/index.php?inside=1&tp=3&show=2592. Mais informações pelo telefone 3316 9120.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio

O cantor, jornalista e ator Elânio já está com seu CD “Elânio” pronto
e uma de suas estratégias para a divulgação do trabalho é a
“pirataria”. Através deste site, os internautas podem baixar as
músicas do compact disc.

A informação foi divulgado pelo cantor na comunidade do orkut
“Fã-Clube Elânio”. O artista ainda ressalta que o álbum está
disponível para ser baixado em outros sites.

“Me pirateiem”, diz Elânio numa de suas mensagens, alegando que essa
estratégia é barata e assim o trabalho pode ser conferido por um
grande número de pessoas.

Elânio tem mais de dez anos de carreira e leva sua marca cultural por
onde passa. Para ele, a música é uma forma de se expressar ao mundo
com poesia e sonoridade.

Com apoio do FIC (Fundo de Investimentos Culturais), o músico lançará
o CD até fevereiro deste ano.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Madonna deve fazer disco com influências do rock em 2010






Marcelo Pereira/Terra









Os rumores de que Madonna estaria interessada em fazer um disco com fortes influências do rock já são velhos. Primeiro foi em 2005, quando a loira entrou em estúdio para gravar seu novo disco. O rock ficou apenas na faixa I Love New York, do álbum Confessions on a Dance Floor, que logo foi renovada e ganhou uma batida mais eletrônica - a versão rock pode ser conferida no DVD I´m Going to Tell You A Secret. Depois disso, em 2007, Madonna aventurou-se no hip hop e as tendências mundiais com Hard Candy, disco que não deu muito certo e ficou apenas nas quase 3 milhões de cópias mundialmente. Mas agora, parece que finalmente os rumores têm um fundo de verdade.

Segundo informações do site da MTV, a cantora acaba de contratar Brendan O´Brien, o cara por trás dos hits de Pearl Jam, Bruce Springsteen, Rage Against the Machine, Stone Temple Pilots, AC/DC e até do Aerosmith. Se O´Brien está tentando se aventurar nas canções mais pop, ninguém sabe. Fato é que Madonna gosta de se renovar a cada disco e diante de um contrato multimilionário com a gravadora/produtora Live Nation, provavelmente a popstar vai querer mostrar serviço - o que, a não ser com as turnês mundiais, não tem acontecido ultimamente.

Além de O´Brien, Madonna também teria contratado A-Trak, um colaborador de Kanye West, e David Guetta, rei das pistas de dança européias. Segundo a MTV, Madonna deve seguir seis direções diferentes, entre elas rock opera, country rock e até mesmo metal.

Ainda não há data definida para o lançamento deste álbum, mas as previsões de especialistas adiantam algo para o fim de 2010 ou início de 2011. Isso se outros rumores - o de que ela está prestes a voltar aos palcos com uma turnê que reviveria seus maiores hits ¿ não se concretizarem. Tratando-se de Madonna, nunca dá para saber exatamente o que ela vai fazer